WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

ebook gestao financeira


janeiro 2020
D S T Q Q S S
« dez    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  


:: ‘véu’

Jovem é expulsa de escola na Espanha por usar véu

ESPANHA (*) – A expulsão de uma jovem muçulmana espanhola de origem marroquina de um colégio do subúrbio de Madri por utilizar o véu islâmico desencadeou nesta quarta-feira um debate inédito na Espanha sobre o polêmico véu.
A decisão de um instituto de Pozuelo de Alarcón, nos arredores de Madri, cujo regulamento interno proíbe que alunos assistam às aulas com a cabeça coberta, seja com véus, gorros ou chapéus, desatou a ira das associações muçulmanas e uma certa divergência no seio do governo socialista.
:: LEIA MAIS »

França apresentará projeto de lei para proibir véu integral

O governo francês anunciou nesta quarta-feira que apresentará em maio um projeto de lei que contemple a proibição do uso do véu islâmico integral – burca e niqab – em todos os espaços públicos e não apenas nos prédios estatais.
O anúncio foi feito pelo porta-voz do governo, Luc Chatel, após uma reunião de gabinete com o presidente Nicolas Sarkozy, que mais uma vez declarou que o véu integral é um “atentado à dignidade das mulheres”.
“O objetivo é impedir que o fenômeno avance. Legislamos para o futuro, o uso do véu integral é um sinal de recolhimento comunitário e uma rejeição de nosso valores”, afirmou o porta-voz do governo, antes de recordar que 2.000 muçulmanas usam o véu integral na França.
:: LEIA MAIS »

Muçulmano que faz mulher usar véu perderá cidadania francesa

El Net

O primeiro-ministro francês, François Fillon, disse que firmará um decreto negando a nacionalidade para homens que obrigarem suas mulheres francesas a usar o véu islâmico integral (niqab). Ele tratou do tema hoje em entrevista à rádio Europe-1.
Fillon afirmou que as leis francesas permitem que autoridades recusem os pedidos de nacionalidade para aqueles que desrespeitam os valores do país.
Um dia antes, o ministro da Imigração, Eric Besson, disse que firmou um decreto segundo o qual ele negará um pedido de nacionalidade de um homem não identificado, já que ele, de acordo com o ministro, rejeita o secularismo e a igualdade de gêneros.
A França discute atualmente se proíbe o uso de véus islâmicos integrais e da burca. Um painel do Parlamento afirmou que essas vestimentas devem ser proibidas em locais públicos, incluindo o transporte público e hospitais. :: LEIA MAIS »



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia