WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

ebook gestao financeira


dezembro 2019
D S T Q Q S S
« nov    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  


:: ‘televisão’

Comercial Ramos vai participar do programa do Gugu, da TV Record

Press Release

O apresentador Gugu Liberato estará em Vitória da Conquista, para gravar o quadro “De volta pro meu aconchego”, que compõe um dos programas das tardes de domingo, na TV Record, com exibição para todo o Brasil. O quadro consiste em levar alguém, depois de longa ausência, geralmente por falta de dinheiro, a visitar a própria família. Antes da chagada do personagem do quadro, a produção do programa de Gugu reforma totalmente a casa, deixando-a como nova.

Todo o material de construção é doado por uma das casas comerciais da cidade que, em troca, tem o nome nacionalmente divulgado. Em Conquista, o programa será gravado no distrito de José Gonçalves e a loja de construção escolhida é a Comercial Ramos, que doará todo o material a ser utilizado na reforma da casa da família do conquistense, personagem principal do quadro “De volta pro meu aconchego”, da TV Record. (Por Paulo Ludovico)

Palocci é isolado no Planalto e pressão aumenta após denúncia da Veja

Estadão

Entrevista concedida à Rede Globo não convenceu nem a presidente Dilma. Para petistas, denúncia sobre apartamento em nome de ‘laranja’, feita pela revista Veja, tornou situação do ministro ‘insustentável’. Nomes para substituir Palocci já circulam nos bastidores.

A situação do ministro da Casa Civil, Antonio Palocci, piorou muito depois da entrevista que ele concedeu ao Jornal Nacional, na sexta-feira. E se agravou ainda mais depois da divulgação, pela revista Veja, de que o apartamento de 640 metros quadrados que Palocci aluga, em São Paulo, seria de uma empresa dirigida por laranjas, um de 23 anos, outro de 17.

A presidente Dilma Rousseff teve uma reação de desânimo depois de ver a entrevista, de acordo com informações de bastidores do Palácio do Planalto. E teria comentado que Palocci ficou devendo respostas a respeito da lista de clientes, que, segundo ele próprio, foram entre 20 e 25.

No Planalto já se fala que agora o governo deve entrar num clima de transição na área política. Petistas que foram à festa de filiação do deputado Gabriel Chalita ao PMDB, em São Paulo, chegaram a dizer que a situação de Palocci se tornou “insustentável”.

Antes mesmo da entrevista do titular da Casa Civil para esclarecer suspeitas de enriquecimento ilícito, Dilma e auxiliares mais diretos avaliavam que o ministro não conseguiria reverter a sua situação pessoal nem a de engessamento do governo.

:: LEIA MAIS »

Ateus processam Datena e ‘Band’ por comentário no “Brasil Urgente”

SRZD

Um comentário do apresentador José Luiz Datena no programa “Brasil Urgente”, da “Band”, no dia 27 de julho, está custando caro para a atração e também para a emissora.

Na ocasião, Datena teria comentado depois de exibir uma reportagem sobre um crime, que o ato demonstrava “falta de Deus no coração”, entre outras coisas. A Associação Brasileira dos Ateus e Agnósticos entrou na justiça contra o programa e apresentador.

:: LEIA MAIS »

TV Globo justifica deslize de William Waack durante telejornal

do OFuxico

Na última quinta-feira (26), durante uma reportagem no Jornal da Globo sobre a quebra ilegal do sigilo fiscal de pessoas ligadas a José Serra, candidato à Presidência à República, William Waack cometeu um deslize. A voz do jornalista, pedindo que alguém calasse a boca, sobrepôs a entrevista com a candidata do PT, Dilma Rousseff, que estava no ar.

Diante do mal-estar gerado – já que a edição deu a entender que o jornalista criticava o comentário da candidata – a Rede Globo enviou um comunicado à imprensa explicando que, ocasionalmente, as conversas na redação se avolumam e o som prejudica a concentração dos apresentadores. E foi por estar incomodado com o barulho no estúdio que Waack teria pedido: “manda calar a boca!” :: LEIA MAIS »

“Mad Men” e “Modern Family” dominam na premiação do Emmy Awards 2010

da EFE

As séries “Mad Men” e “Modern Family” se proclamaram neste domingo melhor drama e melhor comédia da televisão nos Estados Unidos, respectivamente, na 62ª edição da entrega dos prêmios Emmy, realizada no teatro Nokia de Los Angeles.

 

Elenco de “Modern Family” festeja a premiação

“Mad Men” repetiu pelo terceiro ano consecutivo como Melhor drama e venceu títulos como “Dexter”, “Breaking Bad” e “Lost”, que os críticos assinalavam como possíveis vencedores, enquanto a novata “Modern Family” confirmou as expectativas e conseguiu se coroar como Melhor Comédia, categoria dominada por “30 Rock” desde 2007.

Esta série de humor, que conta entre seus protagonistas com a colombiana Sofia Vergara, ficou com seis Emmy no total, entre eles Melhor Roteiro e Melhor Ator coadjuvante de comédia para Eric Stonestreet.

:: LEIA MAIS »

Mãe de Joanna pede a testemunhas que liguem para Disque-Denúncia

do G1

Ela deu entrevista no programa Ana Maria Braga nesta manhã. Delegado responsável pelo caso classifica investigação como ‘dificílima’.

A mãe da menina Joanna Cardoso Marcenal Marins, de 5 anos, Cristiane Marcenal, fez um apelo, na manhã desta terça-feira (17), às testemunhas do caso, para que liguem para o Disque-Denúncia, a fim de ajudarem a esclarecer o caso da morte da menina. Cristiane, que é médica cardiologista, deu entrevista ao programa Mais Você da apresentadora Ana Maria Braga.

“Todas as pessoas que estiveram com ela no período em que eu não a vi, se viram qualquer coisa, alguma testemunha se ela se machucou, que por favor denunciem, tem o Disque-Denúncia”, pediu ela.

Joanna passou quase um mês em coma e morreu no início da noite de sexta-feira (13). Desde o nascimento da menina, os pais brigaram na Justiça para ficar com a filha. O pai, o funcionário público André Marins, estava com a guarda desde maio.O padrasto de Joanna, Ricardo Ferraz, acompanhou a mulher no programa. Cristiane voltou a afirmar que a menina nunca teve convulsões, como o pai afirma.

Segundo ela, nenhum dos três hospitais pelos quais a menina passou registrou os ferimentos no corpo de Joanna. Cristiane viu as lesões quando a filha já estava em coma. “Só quando eu fui vesti-la é que vi que ela estava machucada”, disse. A reportagem telefonou para o advogado Luis Guilherme Vieira, que representa André, mas não obteve retorno. :: LEIA MAIS »

Candidatos baianos apostam suas fichas no horário eleitoral

do A Tarde

A campanha eleitoral começa a esquentar nesta semana: terça-feira, 17, tem início o horário eleitoral gratuito de rádio e televisão, a principal ferramenta que os candidatos brasileiros têm à sua disposição para atingir o eleitorado. Justamente por isso, as equipes de campanha têm realizado uma verdadeira operação de guerra, com profissionais de plantão 24 horas e estratégias guardadas a sete chaves para os programas que vão ao ar agora.

O horário eleitoral será exibido de segunda a sábado, até o dia 30 de setembro. No rádio, os programas começam às 7h e às 12h, enquanto na televisão são às 13h e às 20h30. A duração em cada turno é de 50 minutos (veja infografia abaixo). :: LEIA MAIS »

José Serra e Dilma Rousseff polarizam primeiro debate na TV, com foco em saúde e emprego

do Estadão | EBAND

Tucano criticou o abandono dos mutirões de cirurgias da época em que era ministro e a petista comparou os 14 milhões de empregos da era Lula com os 5 milhões de FHC; Marina teve participação tímida e Plínio atacou ‘bom-mocismo’ de todos os rivais.

O primeiro debate entre presidenciáveis na TV, que ontem reuniu, na Band, os candidatos José Serra (PSDB), Dilma Rousseff (PT), Marina Silva (PV) e Plínio de Arruda Sampaio (PSOL), acabou se transformando em um duelo entre os dois primeiros, que Serra tentou puxar para a saúde e Dilma para números e realizações do governo Lula.

Em um dos poucos momentos mais fortes, o tucano chamou de “cruel” o abandono dos mutirões de cirurgias pelo atual governo e a petista comparou os 14 milhões de empregos da era Lula com os 5 milhões do governo FHC.

Foi um confronto morno, sem emoção, a não ser nas curtas e duras críticas de Plínio aos demais. Dilma sobreviveu, com certo nervosismo e algumas frases longas e genéricas, ao seu primeiro grande teste público. Ao final do programa – que foi moderado por Ricardo Boechat, e tendo como perguntadores os jornalistas Joelmir Betting e José Paulo de Andrade – a petista conseguiu passar os avanços do governo Lula e Serra, além de exibir sua familiaridade com a saúde, prometeu “estatizar” de novo empresas como os Correios, que em sua opinião foram aparelhados pelo PT.

Os quatro responderam sem surpresas à primeira questão, sobre qual seria sua prioridade entre saúde, educação e segurança. Plínio advertiu que nesses três “há um problema de desigualdade social” a ser enfrentado “com firmeza”. Marina, com voz rouca, ressaltou educação, “porque a desinformação é responsável pela falta de oportunidade”, mas elegeu a saúde, “porque o brasileiro não pode esperar mais nenhum momento”. Serra disse que os três “são como três órgãos do corpo humano” e já adiantou que “criará um ministério para a segurança pública”. Dilma disse que uma gestão não pode ter a prioridade pedida na pergunta, “tem de atender aos três, que são os pilares de um governo”. :: LEIA MAIS »

Morre aos 50 anos no Rio ator e diretor de teatro Fábio Pillar

do OFuxico

O ator e diretor teatral Fábio Pillar morreu na madrugada desta quarta-feira (14) no Hospital Badim, no Rio, segundo confirmou a assessoria de imprensa do hospital.

A pedido da família, a causa da morte do artista não está sendo divulgada, nem mesmo se ele estava internado há muito tempo. A única informação certa é que o enterro será ainda nesta quarta (14) no Cemitério São João Batista, em Botafogo, no Rio.

Na TV, Pillar teve papéis nas novelas Pátria Minha, Top Model, Baila Comigo e Bebê a Bordo e no humorístico global Zorra Total. Ele também atuou no teatro em espetáculos como Quem tem medo de Kurt Weill?, Quatro Adultérios e Nenhum Funeral e Você Tem Que Me Dar Seu Coração. Como diretor, trabalhou nas peças Eu sou o Samba, Rádio Nacional e Teatro Musical Brasileiro.

Galvão Bueno e a fúria do Twitter

da Revista Veja

O locutor esportivo mais conhecido do Brasil foi alvo da campanha “Cala boca Galvão” no Twitter, que mostrou até onde a rede de 140 caracteres pode levar um assunto: o mundo

 Ferir com palavras, pondo para circular histórias falsas com o objetivo de irritar ou destruir alguém, é uma prática tão antiga quanto a história humana. A humanidade viajava ainda à velocidade de 16 quilômetros por hora das carroças, mas as notícias ruins e fofocas já pareciam ter asas. As línguas de trapo mal esperavam o conquistador romano Júlio César, talvez o mais celebrado general e estadista de todos os tempos, sair de Roma para começar seu trabalho de intriga e destruição. Conforme registrou o historiador Gaius Suetonius Tranquillus, morto por volta do ano 122 da era cristã, o patriciado “punha para circular histórias” dando conta de que César arrancava todos os pelos do corpo com pinças e era chamado de “marido de todas as esposas e esposa de todos os maridos”. Foi assim antes com gregos, macedônios e egípcios. As maledicências continuaram viajando mais rápido na Idade Média, durante e depois da Revolução Industrial. O que há de novo nesse campo? A internet. Se já voavam de ouvido em ouvido, as fofocas e falsidades ganharam o dom da instantaneidade com os milhões de computadores, celulares e tablets de todo o planeta interconectados por uma rede em que, pela primeira vez na história, todas as máquinas se comunicam na mesma linguagem, sem incompatibilidades nem fronteiras.

  :: LEIA MAIS »

“House” confirma 7ª temporada; confira os seriados americanos que continuam ou foram cancelados

do O Globo

Seriado com Hugh Laurie segue em alta e tem nova temporada garantida pela Fox americana. Veja lista das séries que foram renovadas ou canceladas no final de semana.

Sucesso de crítica e audiência, ‘House’ segue no topo há 7 anos

 O seriado ‘House’, protagonizado por Hugh Laurie, terá uma 7ª temporada. A notícia foi confirmada nesta segunda-feira (17) pela Fox americana, que exibe o programa nos Estados Unidos. No Brasil, a atração vai ao ar pelo Universal Channel.

 Desde a última sexta-feira (14), os principais canais abertos da TV americana estão divulgando quais séries serão renovadas ou canceladas para uma próxima temporada naquilo que eles chamam de “fall season” (período a partir de setembro em que os seriados começam a retornar por lá).

A reportagem fez uma lista do programas que ganharão (ou não) mais uma temporada. Shows populares como “Two and a half men”, a franquia “CSI” e “Desperate housewives” ainda estão com seus futuros indefinidos. Todos os listados abaixo são transmitidos no Brasil.

:: LEIA MAIS »



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia