WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

ebook gestao financeira


dezembro 2017
D S T Q Q S S
« nov    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  


:: ‘ator’

Morre nos EUA o ator Leslie Nielsen

VEJA.com

A morte do ator foi anunciada por seu sobrinho, Doug Nielsen, através da rádio CJOB de Manitoba, Canadá. Leslie Nielsen faleceu aos 84 anos de idade, na tarde de domingo, dia 28 de novembro, vítima de pneumonia.

Leslie William Nielsen nasceu no dia 11 de fevereiro de 1926, em Regina, Saskatchewan, Canadá, filho de um oficial da Polícia Montada. Aos 17 anos, alistou-se na Força Aérea canadense, mas não chegou a ser enviado ao combate durante a 2ª Guerra Mundial, por ser menor de idade. Depois de trabalhar como disc jockey, Leslie decidiu seguir a carreira do tio, o ator de rádio Jean Hersholt. Assim, matriculou-se na Lorne Greene Academy of Radio Arts, em Toronto. Leslie passou pouco tempo na escola de Greene, ator que ficaria famoso como o patriarca da série “Bonanza”. Tendo ganho uma bolsa de estudos em Nova Iorque, Leslie se mudou para os EUA, onde estudou na Neighborhood Playhouse e no Actor’s Studio.

Atuando em teatro amador, Leslie fez sua estreia na televisão em 1950, em um episódio do teleteatro “Studio One”. Entre as décadas de 1950 e 1990, Leslie teve participações especiais em mais de 1000 episódios de séries, dentre os quais, cerca de 400 foram programas ao vivo.

:: LEIA MAIS »

Ator da Globo lança livro em Anagé

Wolmar Carregozi | Acessemed

Antônio Calloni, o intérprete do Vicente, da novela global “Escrito nas Estrelas”, lança livro em Anagé-BA Nesta quinta-feira (28), o ator e escritor Antônio Calloni (foto), estará lançando seu sexto livro na Barraca Produções Artísticas, que fica na avenida Tiradentes, Centro, na cidade de Anagé-BA.

 A escolha da cidade tem uma razão muito especial, pois, é de lá a Editora Casarão do Verbo, responsável pela produção da obra.

 O livro intitulado Escrevinhações de Samuel, o eterno (impressões, fragmentos, tormentos e alguma poesia), estará nas livrarias no final deste mês. São escritos que misturam prosa e poesia.

  :: LEIA MAIS »

”Tropa 2? é mais maduro, é mais bem filmado”, diz Wagner Moura

O Globo

Filme se passa no nível da segurança pública, diz diretor José Padilha. Longa vai mostrar como funciona negócio das milícias, que rende milhões.

“‘Tropa 2’ é mais maduro, é mais bem filmado. Os personagens são mais bem construídos e isso se reflete no protagonista. Nascimento é muito mais consciente que no primeiro filme.” A opinião é do ator Wagner Moura, que viveu na pele o cotidiano do capitão da polícia mais famoso do Brasil, Nascimento. Por conta dos bons serviços prestados à corporação, nesse filme, Nascimento é coronel, agora pai de um adolescente.

O diretor José Padilha também falou sobre o realismo das cenas, sobre como a realidade e a historia do Rio estão na tela. Em certas cenas, foram utilizados dois helicópteros, cem figurantes, caveirões. A gravação de uma invasão feita pelo Bope (Batalhão de Operações Especiais da PM do RJ) a uma favela de verdade tinha tudo o que exige o figurino. Era até real demais. Um pavor para o morador que já viu esse filme tantas vezes. :: LEIA MAIS »

Morre aos 50 anos no Rio ator e diretor de teatro Fábio Pillar

do OFuxico

O ator e diretor teatral Fábio Pillar morreu na madrugada desta quarta-feira (14) no Hospital Badim, no Rio, segundo confirmou a assessoria de imprensa do hospital.

A pedido da família, a causa da morte do artista não está sendo divulgada, nem mesmo se ele estava internado há muito tempo. A única informação certa é que o enterro será ainda nesta quarta (14) no Cemitério São João Batista, em Botafogo, no Rio.

Na TV, Pillar teve papéis nas novelas Pátria Minha, Top Model, Baila Comigo e Bebê a Bordo e no humorístico global Zorra Total. Ele também atuou no teatro em espetáculos como Quem tem medo de Kurt Weill?, Quatro Adultérios e Nenhum Funeral e Você Tem Que Me Dar Seu Coração. Como diretor, trabalhou nas peças Eu sou o Samba, Rádio Nacional e Teatro Musical Brasileiro.

Morre o jornalista e ator Alberto Guzik

AE

Morreu, aos 66 anos, o jornalista, ator, diretor e escritor Alberto Guzik, que sofria de câncer no estômago e estava internado no hospital Santa Helena desde fevereiro. A cerimônia de cremação foi realizada ontem, por volta das 16 horas, e durou aproximadamente 15 minutos.

Alberto Guzik nasceu em São Paulo, em 1944, e estreou no teatro aos 5 anos. Graduado em Direito, formou-se mestre em Teatro pela Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo. Trabalhou para o Jornal da Tarde, como crítico teatral, e para o jornal O Estado de São Paulo, como colaborador do Caderno 2. Escreveu as peças Um Deus Cruel e Errado, além de ter trabalhado como ator no teatro e na televisão.

Morre aos 77 anos o consagrado ator baiano Wilson Mello

CORREIO

O ator baiano Wilson Mello morreu neste sábado (29), aos 77 anos, por problemas de hipertensão e trombose. Consagrado no teatro, com mais de 100 peças, entre os principais espetáculos de Mello estão Quincas Berro d’Água (1972 e 1996) e Lábios que Beijei (1998). O último trabalho foi em O Terceiro Sinal (2008).


Ator baiano faleceu por problemas de hipertensão e trombose

“Wilson Mello sai de cena, deixando o mundo menor”, destacou o secretário estadual de Cultura, Márcio Meirelles, em nota. O sepultamento será neste domingo (30), às 16h30, no cemitério Jardim da Saudade, em Brotas.

Ator de A Favorita é preso no Rio de Janeiro após agredir mulher

do OFuxico

O ator Alexandre Schumacher, de 35 anos, foi preso na noite desta segunda-feira (24) acusado de agredir sua mulher, Flávia Renata Albuquerque dos Santos, de 32 anos. De acordo com o jornal O Dia, ele foi autuado na Lei Maria da Penha e foi liberado no dia seguinte, após pagar fiança de R$ 1 mil.

Flávia contou à polícia que o marido havia tomado duas doses de conhaque antes da agressão. “Ela disse que estava cozinhando, por volta das 22h, e ele, dormindo. Ao acordar, teria bebido e começou a bater nela, sem motivo. Flávia disse que ficou desesperada com a atitude dele”, contou Rafael Willis, delegado do 16ª DP, na Barra da Tijuca.

Segundo a polícia contou ao jornal, o ator agrediu a mulher com socos e chutes, além de puxar os cabelos dela, quando a vítima tentou gritar por socorro na varanda. Um vizinho, que ouviu os gritos, ligou para Polícia Militar na hora.

Flávia conseguiu fugir do ator e foi para portaria do prédio esperar a viatura. O casal foi levado para delegacia, onde a vítima fez exame de corpo de delito, que constatou machucados no rosto, pescoço, olhos e braços.

:: LEIA MAIS »

Ator de ‘Lula, o filho Brasil’ e da série ‘9mm’ morre aos 44 anos

do G1

Marcos Cesana sofreu um aneurisma cerebral. Ele fez participações nas séries ‘A grande família’ e ‘Casos e acasos’.

O ator e dramaturgo Marcos Cesana, que participou do filme “Lula, o filho do Brasil” e da série policial brasileira “9mm: São Paulo”, morreu na madrugada desta terça-feira (18), aos 44 anos, em São Paulo.

Segundo informações do Hospital Samaritano, a morte aconteceu em decorrência de “complicações cardiorrespiratórias secundárias a uma hemorragia por ruptura de aneurisma cerebral”. O ator estava internado desde o dia8 de maio.

Na TV, Cesana fez pequenas participações em séries como “Casos e acasos” (Globo) e “Mothern” (GNT). Também atuou em um capítulo de “A grande família”, em 2009. Há dois anos, vivia no seriado policial “9mm: São Paulo” (Fox) o papel do inspetor Tavares, um dos principais personagens da trama.

Nos cinemas, esteve recentemente no filme “Lula, o filho do Brasil”, no papel do sindicalista Feitosa. Também participou de “Bicho de sete cabeças” e “Chega de saudades”, longas dirigidos por Lais Bodanzky.

Já nos teatros, Cesana atuou em montagens premiadas como “A alma boa de Setsuan”, com direção de Marco Antonio Braz, e “Ricardo III”, com direção de Jô Soares e Denise Fraga, Marco Ricca e Gloria Menezes no elenco. :: LEIA MAIS »

Buza Ferraz morre aos 59 anos de parada cardíaca no Rio de Janeiro

O ator e diretor Alberto Buza Ferraz, o Buza Ferraz, de 59 anos, morreu na madrugada deste sábado (3), vítima de parada cardíaca, informou o irmão do ator Antônio Paulo Ferraz. Buza foi vítima de parada cardíaca e morreu no Hospital Samaritano, no Rio.

Segundo o irmão do ator, o último papel de Buza na TV Globo foi na novela “Páginas da Vida”, de Manoel Carlos. O enterro do ator está marcado para este sábado no cemitério São João Batista, ainda sem horário definido. As informações são do G1.

Morre Peter Graves, astro da série de TV Missão Impossível

Morreu, no último domingo (14), o ator norte-americano Peter Graves, aos 83 anos. Ele era conhecido como o agente secreto Jim Phelps, na série Missão Impossível.
As causas ainda não foram divulgadas pela família. A Polícia de Los Angeles disse que o ator teve morte natural e que não foram encontradas marcas de violência.
Graves participou da série de TV Missão Impossível durante três temporadas, até 1973. Depois, fez a regravação da série entre 1988 e 1990. Essa série deu origem aos filmes estrelados pro Tom Cruise no final dos anos 1990. :: LEIA MAIS »

Morre o ator Corey Haim

O ator canadense Corey Haim, conhecido por filmes nos anos 80 como “Sem licença para dirigir” e “Garotos perdidos”, morreu esta manhã supostamente de overdose, informa o site TMZ.


Ele tinha 38 anos e teria sofrido um colapso na frente da própria própria mãe, que acionou o 911. No entanto, não resistiu e chegou sem vida ao hospital St. Joseph, na Califórnia. A polícia foi chamada ao local para iniciar as investigações.

O ator, que há anos lutava contra a dependência em drogas, não continuou sua carreira promissora iniciada nos anos 80. No entanto, nos anos 90 e 2000, fez uma série de filmes para TV. Também participou de um programa ao lado do amigo e também ídolo oitentista Corey Feldman, “The Two Coreys”, que foi ao ar em 2007 e 2008, mas chegou ao fim por conta da dependência química de Haim. :: LEIA MAIS »



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia