WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

ebook gestao financeira


junho 2019
D S T Q Q S S
« maio    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30  


:: ‘aeroportos’

Aeroportos do país têm 18,9% de voos locais com atrasos

Pedro Rocha, do Estadão.com.br

SÃO PAULO – A Infraero registrou, até as 20h deste domingo, 26, atrasos em 353 voos domésticos, ou 18,9% dos 1866 voos locais programados para o período. Entre as aeronaves que partiram para o exterior, 25 foram afetadas pelo problema, proporcionalmente 15,8% dos 158 voos marcados.

No aeroporto de Cumbica, em Guarulhos, 17 voos internacionais não partiram no horário previsto, 18,3% dos 93 agendados. Nos voos locais esse número foi de 41, representando 20,5% dos 200 programados. Em Congonhas 43 tiveram o problema, 20,5% do total de 172.

No aeroporto de Brasília 24 (18,3% de 131) e 1 (14,3% de 7) voos, respectivamente locais e internacionais, registraram atrasos. No aeroporto do Galeão, no Rio de Janeiro, foram afetados 24 (26,7% de 101) aeronaves para viagens no país e apenas um que iriam para fora.

:: LEIA MAIS »

Ex-membro da Al-Qaeda revelou bombas que geraram alertas na sexta-feira

Explosivos estavam dentro de impressoras endereçadas aos EUA

 Um ex-membro da Al-Qaeda ajudou as autoridades a descobrirem dois pacotes explosivos endereçados a sinagogas dos Estados Unidos, segundo informações obtidas pela BBC nesta segunda-feira.

 Os dois pacotes, interceptados na sexta-feira na Grã-Bretanha e em Dubai (Emirados Árabes Unidos), partiram do Iêmen e desencadearam alertas nos Estados Unidos, na Grã-Bretanha e no Oriente Médio.

 Um funcionário de alto escalão do governo britânico informou à BBC que o saudita Jabr Al-Faifi, que se entregou para autoridades sauditas há duas semanas, foi quem relatou a existência das bombas a autoridades sauditas.

  :: LEIA MAIS »

População de Ilhéus e Barreiras reclama de longa espera por reformas em seus aeroportos

do A Tarde

Aeroporto de Porto Seguro também passa por reforma

As três empresas que operam no aeroporto de Ilhéus – Gol, TAM e Trip – afirmam que seus horários atendem à região e que não voam à noite porque as restrições comprometem suas normas de segurança. Segundo o superintendente da Infraero, João Bezerra, o Jorge Amado está aparelhado com o NDB, que emite sinal de rádio de localização; com farol rotativo para direcionamento das aeronaves; o Papi, que são luzes de indicação de altitude e centralização da pista; e as luzes do balizamento que delimitam a pista.

As limitações prejudicam o turismo de Ilhéus, que perdeu cerca de 50% do fluxo de visitantes desde 2007, quando a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) impôs limitações ao terminal, disse o presidente da Associação de Turismo de Ilhéus, Luigi Massa. Segundo ele, turistas se queixam de ter que pousar em Salvador ou Vitória e vir para Ilhéus de ônibus.

:: LEIA MAIS »

César Borges reclama da falta de investimentos em infraestrutura na Bahia e cita Vitória da Conquista

da Agência Senado

Após destacar que a Bahia detém o posto de 6ª economia entre os 27 estados brasileiros, o senador César Borges (PR-BA) reclamou da falta de investimentos em infraestrutura no estado, especialmente em aeroportos, portos, ferrovias e rodovias.

Dos 60 aeroportos existentes no estado, 20, segundo informou César Borges, encontram-se interditados. O Aeroporto Luiz Eduardo Magalhães, de Salvador – que está entre os maiores do país e é o 5º em movimento – foi ampliado com recursos estaduais pelo Programa de Desenvolvimento do Turismo (Prodetur), em parceria com a Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária, mas a ampliação, disse o senador, foi insuficiente para atender a demanda, hoje em 7 milhões de passageiros. Ele citou reportagem do jornal A Tarde, segundo a qual o aeroporto já se tornou “o maior gargalo para a Copa de 2014?, da qual Salvador será subsede.

:: LEIA MAIS »

Aeroportos brasileiros operam no limite, diz estudo do Ipea

Pedro Peduzzi

Agência Brasil

 
Brasília – Um estudo do Instituto Brasileiro de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) comprovou o que boa parte da população que viaja de avião já sabe: os aeroportos brasileiros não estão dando conta da demanda pelos serviços de aviação civil. E a situação pode piorar, uma vez que o estudo prevê que o mercado doméstico de transporte aéreo aumentará em pelo menos três vezes nos próximos 20 anos, caso o Produto Interno Bruto Brasileiro (PIB) cresça num ritmo de 3,5% ao ano.

“Quando a solicitação de pousos e decolagens é maior do que a capacidade máxima de operação dos aeroportos, a solução é deslocar o voo para outros aeroportos ou para outros horários”, disse hoje (31) o coordenador de Infraestrutura Econômica do Ipea, Carlos Campos, ao lançar o estudo Panorama e Perspectivas para o Transporte Aéreo no Brasil e no Mundo. :: LEIA MAIS »

Aeroportos da Copa terão 15 terminais provisórios para 2014

Bruno Tavares e Gabriel Vituri – estadão.com.br

SÃO PAULO – Entre 2009 e 2014, a Infraero estima que o número de passageiros nos aeroportos brasileiros cresça 51% – de 128 milhões para 190 milhões. A estimativa é do Planejamento de Investimentos da Infraero para o período entre 2010 e 2016, um diagnóstico dos principais aeroportos, divulgado nesta segunda-feira, 24. A maior aposta para resolver os gargalos é a criação de 15 Módulos Operacionais Provisórios (MOPs) em 12 aeroportos chaves.

No Estado de São Paulo, a mudança mais significativa deverá ser no Aeroporto Internacional de São Paulo, Cumbica, em Guarulhos. O local, segundo o planejamento da Infraero, vai ganhar o maior MOP, com 14 mil metros quadrados e capacidade para receber 3 milhões de passageiros por ano — o equivalente ao movimento atual do Aeroporto de Viracopos, em Campinas.

De acordo com a estimativa da estatal, Cumbica terá um aumento de 21 para 35 milhões de passageiros entre 2010 e 2014. Segundo a Infraero, os MOPs representam uma solução de baixo custo (R$ 2,5 mil/m²) às obras definitivas e poderão ser reaproveitados em aeroportos menores. As 12 cidades-sede da Copa têm 16 aeroportos, que compreendem 83% do tráfego aéreo do Brasil, informa o estudo.

:: LEIA MAIS »

Aeroportos voltam a fechar por causa de cinzas vulcânicas

Aeroportos na Escócia e na Irlanda do Norte fecharam às 07h00 da manhã (02h00 em Brasília) por causa da nuvem de cinzas vulcânicas expelida pelo vulcão da geleira de Eyjafjallajoekull, na Islândia, informou a Autoridade Civil de Aviação (CAA, na sigla em inglês).

  Os aeroportos de Glasgow, Prestwick (ambos na Escócia) e Derry (Irlanda do Norte) devem permanecer fechados o dia todo. Os planos são de manter o aeroporto de Inverness (Escócia) fechado apenas pela manhã. O de Belfast, capital da Irlanda do Norte, deve ficar fechado apenas à tarde.

 O aeroporto de Dublin, na Irlanda, também será fechado a partir das 11h00, hora local, até segunda ordem.

 A CAA aconselhou os passageiros a checar se os aeroportos estão abertos antes de viajarem, e afirmou que a situação pode mudar.

 Na terça-feira, foram suspensos voos na República da Irlanda, na Irlanda do Norte e nas ilhas Hébridas, perto da costa oeste da Escócia, ao primeiro sinal de aumento da concentração de cinzas no céu.

 No mês passado, nuvens de cinzas vulcânicas vindas da Islândia provocaram o fechamento de aeroportos europeus por seis dias. Milhões de passageiros não puderam viajar e estima-se que a indústria da aviação possa ter sofrido prejuízos de quase US$ 6 bilhões. :: LEIA MAIS »

Voos na Europa voltam ao normal nesta quinta-feira, segundo agência

O tráfego aéreo europeu provavelmente voltará ao normal nesta quinta-feira, depois que quase todas as restrições relacionadas a uma nuvem de cinzas de um vulcão em erupção na Islândia foram canceladas, informou a agência de controle do espaço aéreo da Europa, Eurocontrol.

A Eurocontrol disse em comunicado que são esperados de 28.000 a 29.000 voos, com um pequeno número de cancelamentos devido a algumas restrições e problemas logísticos das companhias aéreas.

“Neste momento, quase todo o espaço aéreo europeu está disponível, com poucas exceções em partes do sul da Finlândia, sul da Noruega, norte da Escócia e oeste da Suécia”, disse a Eurocontrol em nota.

Impacto econômico

Embora os aeroportos tenham sido reabertos, espera-se que ocorram atrasos nos próximos voos, à medida que as companhias aéreas tentam lidar com o acúmulo causado pelo cancelamento de 95 mil voos nos últimos dias.

Reuters
Avião decola do aeroproto de Heathrow, em Londres, na quarta-feira

A Associação Internacional de Transporte Aéreo (Iata, na sigla em inglês) informou estimar que os seis primeiros dias de caos aéreo na Europa tenham representado um prejuízo da ordem de US$ 1,7 bilhão para as empresas aéreas.

:: LEIA MAIS »

Aeroportos reabrem em parte da Europa, mas com muitos voos cancelados

Raios entre a nuvem de cinza vulcânica e lava saindo da cratera do vulcão de Eyjafjallajokull, na Islândia

Os voos estão começando a ser retomados na Europa, após cinco dias de paralisações devido às cinzas de um vulcão em uma geleira na Islândia. No entanto, mesmo com o espaço aéreo sendo reaberto, muitos voos ainda estão sendo cancelados.
Alguns voos decolaram nesta terça-feira de Paris, Madri e Frankfurt.
Até segunda-feira, muitos esperavam que o espaço aéreo seria liberado na maioria dos países na terça, mas o vulcão na geleira de Eyjafjallajoekull começou a expelir mais cinzas, levantando dúvidas sobre a normalização das atividades.

SP: histórias de quem não conseguiu voar :: LEIA MAIS »

Nuvem de cinzas já causou 17 mil cancelamentos de voos na Europa

LONDRES – A nuvem de cinza gerada pela erupção de um vulcão na Islândia causou até a manhã desta sexta-feira, 16, o cancelamento de 17 mil voos em toda a Europa desde a quinta-feira, quando os aeroportos tiveram suas atividades prejudicadas ou interrompidas, segundo a Agência Europeia para a Segurança na Navegação Aérea (Eurocontrol).

Estava previsto que 28 mil aviões circulassem na quinta-feira pelo espaço aéreo europeu, mas só 20 mil decolaram. Além disso, segundo as últimas previsões, nesta sexta apenas 11 mil voos vão poder voar, segundo as mesmas fontes. A Eurocontrol informou que os aeroportos de Londres e Amsterdã são os mais afetados até o momento.

O espaço aéreo permanece completamente fechado na Irlanda, Reino Unido, Bélgica, Holanda, Dinamarca, Suécia, Noruega, Finlândia, Estônia, o norte da França (incluindo todos os aeroportos de Paris), algumas zonas da Alemanha (Düsseldorf, Colônia, Hamburgo, Berlim e Frankfurt) e da Polônia (incluído o aeroporto de Varsóvia).

O responsável de imprensa da Eurocontrol, Kayla Evans, indicou que vários especialistas vigiam a evolução da nuvem que sai do centro do vulcão e que por enquanto se dirige rumo ao leste, para ver quando é seguro reabrir o espaço aéreo, mas “os dados mudam minuto a minuto”.

Segundo as últimas informações da própria entidade, cerca de 1,36 milhão de passageiros serão afetados só nesta sexta-feira pelos cancelamentos de voos na Europa. :: LEIA MAIS »

Voos são cancelados na Europa pelo segundo dia por causa de nuvem vulcânica

O espaço aéreo da Grã-Bretanha vai permanecer fechado até a 1h de sábado (hora local, 21h de Brasília) por causa da nuvem de cinzas expelidas pelo vulcão da geleira de Eyjafjallajoekull, na Islândia, informaram nesta sexta-feira as autoridades britânicas de aviação.

A erupção, que começou na quarta-feira, continua lançando cinzas na atmosfera e provocou o cancelamento de milhares de voos na Europa nesta sexta-feira, pelo segundo dia consecutivo. :: LEIA MAIS »

Congonhas e Cumbica registram 52% de atraso na volta do feriado

Os principais aeroportos de São Paulo registravam até as 15h desta segunda-feira (5) 134 voos com mais de 30 minutos de atraso. Do total de 257 voos programados em Cumbica (122) e em Congonhas (122) da 0h às 15h, 52% atrasaram. As informações são do site da Infraero, empresa que administra os aeroportos brasileiros.
O maior número de atrasos se deu em Congonhas, aeroporto da zona sul da capital paulista, com 97 voos (71,9% dos voos programados). Em Cumbica, 37 voos registraram no período mais de 30 minutos de atraso (30,3% do total programado).
:: LEIA MAIS »



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia