WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

ebook gestao financeira


dezembro 2018
D S T Q Q S S
« nov    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  


:: ‘Notícias’

Cristãos enfrentam extinção iminente no Oriente Médio”

Religioso em escombros de igreja no Iraque
Religioso em escombros de igreja no Iraque. (Foto: Getty Images)

Os cristãos no Oriente Médio estão enfrentando “extinção iminente”, advertiu neste domingo (2) o arcebispo da Cantuária, líder máximo dos cerca de 80 milhões de anglicanos do mundo. Justin Welby disse à BBC que os seguidores de Jesus estavam sujeitos à “ameaça diária de execução” e que sua situação era a pior desde as invasões mongóis do século 13.

O arcebispo pediu que o governo do Reino Unido aceite mais refugiados cristãos, que acabam preteridos em muitos países. Ele destaca que apenas um em cada 400 refugiados sírios que receberam asilo no Reino Unido no ano passado era cristão.

A Abadia de Westminster, sede da Igreja Anglicana, realizou um culto especial hoje para lembrar a perseguição religiosa. Welby disse aos fiéis que “a situação dos cristãos em muitas partes do Oriente Médio está cada vez mais difícil”. Insistiu também que “precisamos orar por eles e falar em nome deles.”

Falando ao jornal The Telegraph, acrescentou: “Os cristãos enfrentam diariamente ameaças, violência, assassinato, intimidação, preconceito e pobreza. Nos últimos anos, eles foram massacrados pelo Estado Islâmico e, em muitos países, encontram-se aprisionados em meio aos conflitos que tomam conta da região”.

O arcebispo lembra ainda que “centenas de milhares de cristãos foram forçados a sair de suas casas. Muitos foram mortos, escravizados ou convertidos [ao Islã] à força”. Destacou o Iraque como exemplo, onde a população cristã atual é menos da metade do que era em 2003. Muitas igrejas foram destruídas e não há mais cultos em diversas regiões. :: LEIA MAIS »

Violência contra as mulheres vira “pandemia global”, segundo a ONU

Violência contra mulher
Violência contra mulher

No dia 25 de novembro foi celebrado o “Dia Internacional para a Eliminação da Violência contra a Mulher”. Para conscientizar as pessoas sobre essa realidade, a ONU preparou uma campanha de 16 dias de ativismo que vai ocorrer até o dia 10 de dezembro.

Para a organização, a violência contra a mulher alcançou o nível de “pandemia global” e abrange a agressão sexual, o estupro no contexto de guerra, a mutilação genital feminina e a violência doméstica. De acordo com a pesquisa “Mulheres, empresas e a lei”, realizada pelo Banco Mundial, em 2017, uma em cada três mulheres já foi vítima de alguma violência.

Durante o período dos 16 dias de campanha haverá vários encontros e ações de conscientização sobre a escala massiva e mundial da violência contra elas. Um dos objetivos é colocar fim à cultura do silêncio que impede a quebra do ciclo de atos violentos e abusivos. :: LEIA MAIS »

Dilma diz que PT vai fazer “aliança até com o Diabo” para combater Bolsonaro

Dilma Rousseff
Dilma Rousseff em Bueno Aires. (Foto: Reuters)

A ex-presidente Dilma Rousseff participou do Fórum do Pensamento Crítico, em Buenos Aires, Argentina, nesta segunda-feira (19). Em um discurso inflamado, repercutido pela rádio Jovem Pan, ela falou sobre a formação de uma frente de oposição liderada pelo Partido dos Trabalhadores.

“Uma frente democrática, que seja a mais ampla possível. Para sermos capaz de fazer todas as alianças necessárias, com todos os segmentos. A gente fará aliança até com o diabo para combatê-los”, insistiu Dilma na cerimônia de abertura do evento que reuniu dirigentes da esquerda de vários países.

Durante seu discurso ela explicou que tais alianças devem ter como base “corações antiliberais e antiautoritarismo” para combater o que chamou de “neofascismo”. Segundo ela, o governo de Bolsonaro é de extrema-direita, que “tem essa característica de querer moderar os neofascistas que agora chegaram ao poder”.

Insistindo no discurso adotado pelo PT desde a derrota de Fernando Haddad, Dilma criticou o fim do programa Mais Médicos, assinado com Cuba durante o seu primeiro mandato. “Isso significa que milhões de brasileiros não terão acesso ao atendimento básico de saúde. E essa sistemática alteração dos direitos vai provocar uma reação popular”, prevê.

Mesmo não tendo sido eleita para o Senado, ela comentou o resultado das urnas, dizendo que seu partido não sofreu, em nível nacional, “uma derrota estratégica”. “Elegemos a maior bancada no Congresso e o maior número de governadores por partido. Eles dizem de forma clara que querem a nossa destruição. É um método fascista. E também querem destruir as conquistas dos movimentos sociais como os Sem Terra (MST) e os Sem Teto (MTST), dois movimentos que tratam de um grande problema do Brasil: a desigualdade”, assegurou.

Assista!

Terroristas islâmicos dizer ser responsáveis por incêndios na Califórnia


Incêndio. Imagem Michael Held

Com uma longa história de incentivo à chamada “jihad incendiária”, partidários do grupo terrorista islâmico Al-Qaeda estão afirmando que são responsáveis pelos incêndios florestais que arrasam Califórnia nas últimas semanas.

“Quando eles questionarem você sobre as montanhas, diga: Allah os espalhará como cinzas”, diz um dos textos divulgados nos canais do grupo extremista citando um trecho do Alcorão. A frase aparece sobre fotos de notícias da destruição pelo fogo.

Para especialistas trata-se de uma tática de propaganda da al-Qaeda, que tentam fazer com que os incêndios mortais no norte e no sul da Califórnia pareçam retribuições pelos bombardeios da coalizão na Síria.

A imagem divulgada online pela Al-Ansar Media faz ligações com o Estado Islâmico, com a promessa: “Ó América, esta é a punição por bombardear os muçulmanos na Síria. Este é o castigo de Allah sobre vocês. Vocês verão mais incêndios! Louvado seja Allah”.

Em uma edição de 2012 da revista oficial da al-Qaeda, Inspire, são abordados os danos causados ??por incêndios florestais na Austrália. Os mentores do grupo também ensinam como os jihadistas devem escolher as condições climáticas ideais para incêndios criminosos, incluindo vegetação seca e ventos fortes, para que haja a maior devastação possível.  “O resultado mais importante é a disseminação do terror entre a comunidade-alvo”, disse o texto da publicação. :: LEIA MAIS »

Jornalista da Globo diz que oração por Bolsonaro “causou preocupação”

Miriam Leitão
Miriam Leitão fazendo comentários na Globo. (Foto: Reprodução / Globo)

Logo após o TSE anunciar a vitória de Jair Bolsonaro como novo presidente do Brasil, o político ignorou a grande imprensa e fez um pronunciamento nas redes sociais. Sua opção incomodou a Rede Globo, que reclamou da “quebra” de protocolo.

Minutos depois, Bolsonaro foi para a frente de sua casa, onde um repórter representando um pool de emissoras da TV aberta e também de canais pagos mostraria a primeira declaração oficial do 38º presidente do país. Porém, antes de falar, o capitão reformado participou de uma roda de oração, puxada pelo senador Magno Malta.

Tudo foi transmitido ao vivo em rede nacional de televisão. “Os tentáculos da esquerda jamais seriam arrancados sem as mãos de Deus”, enfatizou Malta durante sua prece. Também citou o texto bíblico de João 8:32 – “E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará” – adotado como slogan de campanha por Bolsonaro.

A jornalista Mirian Leitão, da Globo News, disse que aquilo gerava “um pouco de preocupação” porque, enfatizou, separar Estado de Igreja é fundamental”.

“O Estado brasileiro é laico. Um grupo de cristãos… Aquilo [a oração] cria um pouco de preocupação. O compromisso de um estado laico é fundamental. É conquista da reforma protestante, inclusive. Separar Estado de Igreja é fundamental”, destacou Leitão.

Não é a primeira vez que a jornalista reclama do fato de Bolsonaro falar sobre sua fé. Em um texto publicado no jornal O Globo, ela reclamou da aproximação dele com pastores. “Essa mistura jamais dará um bom resultado. Púlpito e palanque devem estar distantes”, escreveu. Também avalia que “O uso da Bíblia e da religião serve para atemorizar ou enganar eleitores. Isso ameaça a soberania do voto”. :: LEIA MAIS »

Cresce o número de protestos contra legalização do aborto no Brasil


Imagem: Luciney Martins

No último domingo (30), milhares de pessoas se concentraram na Av. Brigadeiro Luís Antônio, em São Paulo, para uma caminhada até a Praça da Sé. Muitas famílias, crianças, jovens, religiosos e organizações pró-vida saíram com lenços azuis no pescoço, faixas e bandeiras.

Mesmo debaixo de forte chuva os manifestantes levantaram faixas que diziam “Vida sim, aborto não!” ou “Salvemos as duas vidas”, em alusão à defesa tanto da mulher quanto do feto em formação.

A marcha reuniu pelo menos 15 mil pessoas, segundo os organizadores. A iniciativa faz parte da chamada “onda celeste latino-americana” que já aconteceu em vários países. Na Argentina o movimento reuniu milhões e conseguiu pressionar o Senado para que não aprovasse a legalização do aborto.

Ana Valoy, pastora que ajudou a coordenar as marchar por lá, reclamou da morosidade da Igreja, que não se posicionou como deveria. “Acho que ainda precisamos de muita conscientização, ensinando os cristãos a deixar a apatia e a indiferença de lado. Muitos pastores não quiseram que as pessoas faltasse aos cultos para estar conosco nas marchas aos domingos. A maioria não se ‘atreveu’ a pregar sobre isso. Agora, quando viram os resultados é que foram falar algo sobre o aborto. Infelizmente, muitos deles não querem usar seus púlpitos para falar de ‘questões seculares’ “, avaliou. :: LEIA MAIS »

Jovem cristão sobrevive após ficar 49 dias à deriva no oceano

Aldi Novel Adilang na cabana de pesca
Aldi Novel Adilang na cabana de pesca. (Foto: Consulado indonésio)

Um jovem indonésio de apenas 19 anos sobreviveu 49 dias à deriva no Oceano Pacífico. Ele ficou abrigado em uma cabana de pesca, que serve como uma armadilha flutuante para peixes.

Em meados de julho, ventos fortes arrebentaram as amarras da cabana, que estava ancorada por uma longa corda e flutuava graças a grandes boias. Sem ter um remo, Aldi Novel Adilang ficou à deriva até ser resgatado no dia 31 de agosto por um navio japonês que passava próximo a ele, na costa da ilha de Guam.

Nas entrevistas que tem dado, Aldi afirmou que muitas vezes achou que não conseguiria sobreviver. Ele viu passar cerca de 10 navios, mas nenhum o avistou para socorrê-lo. Além de gritar, usava um rádio de baixa frequência para emitir pedidos de SOS.

O jovem relata que seus suprimentos duraram uns poucos dias e que ele sobreviveu pescando e queimando parte da madeira da cabana para cozinhar seu alimento. Para matar a sede, “filtrava” água do mar através de suas roupas, o que minimizava a ingestão de sal. :: LEIA MAIS »

Mais de 50% dos adolescentes trans tentam o suicídio, indica estudo

Adolescentes.

Adolescentes.

De acordo com uma análise de dados feita ao longo de três anos pelo professor Russell B. Toomey, da Universidade do Arizona-Tucson (EUA), 51% das adolescentes que passaram a se identificar como homem relatam pelo menos uma tentativa de suicídio.

O estudo Profiles of Student Life: Attitudes and Behaviors foi produzido pelo Search Institute – organização sem fins lucrativos focada em questões da juventude – e publicado na revista científica Pediatric News.

Realizada entre junho de 2012 e maio de 2015, a coleta de dados investigou 120.617 adolescentes, com idade variando de 11 a 19 anos. As perguntas da pesquisa incluíram: “Você já tentou se matar?”. Quatorze por cento de todos os entrevistados disseram que sim. Os participantes tinham 15 anos, em média.

O estudo também descobriu que os níveis de educação dos pais e o status socioeconômico da família não parecem influenciar diretamente os adolescentes que tentam o suicídio. Contudo,  os números eram muito mais altos para aqueles que se identificaram como alguém diferente de seu sexo biológico.

Na pesquisa, 60.973 dos adolescentes eram do sexo feminino e 57.871 eram do sexo masculino. O restante se identificou como “outro”. Entre eles, 202 identificaram como transexual (homem para mulher) e outros 175 de mulher para homem. Além disso, 344 identificaram como “transexual não-binário”.

Outros 1.052 afirmam estar “questionando” seu gênero. Dentre estes, 28% relataram tentativas de suicídio. Já entre os trans de homem para mulher o número era 30% e para os “não binário” chegaram a 42%. Esses números são consideravelmente maiores do que os adolescentes e adolescentes que se identificaram com seu sexo biológico. Apenas 10% desses homens e 18% das mulheres relataram tentativas de suicídio. :: LEIA MAIS »

“Deus não está morto 3” estreia nos cinemas brasileiros

Deus não está morto 3
Cena de Deus não está morto 3. (Foto: Divulgação)

Após dois meses de campanha e divulgação nacional, o filme “Deus não está morto – uma luz na escuridão” estreia em mais de 260 salas de cinemas pelo Brasil. O filme estreia hoje nos cinemas.

A trama mostra que uma pequena “chama” pode iluminar o caminho para a cura e a esperança. O personagem Dave (David A. R. White), um evangelista, se vê diante de um incêndio que devasta o prédio onde ele administrava a igreja de Saint James há anos.

O terreno que fazia parte de uma universidade estatal passa a ser motivo de embate. Os diretores da Hadleigh University questionam a presença do evangelista e de sua igreja no campus e usam a tragédia para tirá-lo dali. Rapidamente, a batalha se estende pela comunidade local.

Entre as cenas que ilustram os momentos difíceis, a fragilidade humana e a força que se deve buscar em Deus, há também momentos de reflexão quando alguns personagens questionam sua fé.

Além de David A. R White (Deus não está Morto 2), estão os atores John Corbett (Casamento Grego), Shane Harper (Deus não está Morto) e Jennifer Taylor (Two and a Half Man). Com participação especial da lenda gospel Dra. Cissy Houston (mãe de Whitney Houston), e da ganhadora do Oscar Tatum O´Neal (Lua de Papel). :: LEIA MAIS »

Pastor abriga venezuelanos durante protesto em Pacaraima

Pastor Gedeão e venezuelanos
Gedeão (no centro) ao lado da esposa, Sandra, e parte dos refugiados que receberam após ataques. (Foto: Emily Costa / G1)

Um grupo de brasileiros cristãos mudou a vida de 63 refugiados venezuelanos, entre eles 16 crianças. A casa de um pastor e sua esposa ficou cheia. Missionários ligados à mesma igreja também abriram as portas de suas casas para abrigá-los.

Depois do confronto entre brasileiros e venezuelanos, em Pacaraima (RR), no último dia 18, muitos venezuelanos deixaram a cidade. Outros, porém, foram acolhidos por uma família cristã, representada pelo pastor Gedeão e sua esposa Sandra Vasconcelos.

Na manhã daquele sábado, o casal percebeu a agitação da cidade. Eles ouviram o som de fogos de artifício, mas pensaram se tratar de alguma inauguração. Em pouco tempo, souberam que havia um protesto de moradores.

“Disseram que a manifestação não estava mais pacífica, que estavam expulsando venezuelanos, colocando gasolina, queimando tudo”, disse o pastor. Ele disse que ouviu “vamos para o palco” e então se preocupou. “Lá tinham crianças, famílias que nós evangelizávamos e dávamos comida”, revelou. :: LEIA MAIS »

Crianças com traços homossexuais podem ser ajudadas pela psiquiatria, defende papa

Papa Francisco
Papa Francisco fala com jornalistas em avião na volta a Roma após visita à Irlanda (Foto: Gregorio Borgia/AP)

No último domingo (26), durante uma entrevista coletiva, o papa Francisco foi questionado sobre a homossexualidade infantil. Ele afirmou que os pais não devem ignorar ou condenar essas crianças.

A coletiva aconteceu dentro do avião que levava o papa de volta à Roma, depois de uma viagem à Irlanda. A pergunta sobre o que ele diria ao pai de uma criança que se revela homossexual foi respondida pelo pontífice: “primeiro sugeriria a oração”.

“Não condene. Dialogue. Entenda. Dê espaço para a criança para que ela possa se expressar”, ele afirmou depois. Francisco também alertou que pode haver necessidade de buscar ajuda psiquiátrica.

Segundo ele, quando “traços preocupantes” são observados a partir da infância “há muito que pode ser feito por meio da psiquiatria”. O papa acredita que quando a homossexualidade se manifesta após os 20 anos, é mais difícil.

Comunidade LGBT se sente ofendida

As críticas chegaram de forma rápida. Associações LGBT francesas interpretaram que o papa considera a homossexualidade como uma doença e criticaram seus comentários como “irresponsáveis”.

“Se há uma doença é esta homofobia arraigada na sociedade”, disse Clémence Zamora-Cruz, porta-voz da Inter LGBT (Lésbicas, Gays, Bissexuais e Transexuais), à agência France Presse. O papa por sua vez não comentou sobre as acusações. Com informações G1

Arqueólogos encontram ruínas de igreja em Armagedom

Mosaico no chão da prisão
Mosaico no chão da prisão. (Foto: Reuters)

O fim de “Armagedon” está próximo. Pelo menos para a antiga prisão israelense que fica perto das ruínas de Megido. Depois de vários anos de atraso e muita burocracia, a prisão será transferida e o local será liberado para futuras escavações arqueológicas, previstas para 2021.

Entre os detentos de Armagedon estão militantes do Hamas e membros adeptos ao movimento da “jihad islâmica”. O nome da prisão pode ter sido um erro de tradução da palavra hebraica Har Meggido. O correto seria Monte Megido. Mas é assim que o local ficou conhecido desde então.

Estes nomes chamam a atenção dos cristãos pelos seus significados bíblicos. A palavra “Armagedon” é interpretada como o lugar onde acontecerá a batalha final entre o bem e o mal. E “Megido” é a localização geográfica dessa batalha.

Descobertas Arqueológicas

Em 2005, arqueólogos israelenses encontraram na prisão de Armagedon evidências de que ali existiu uma igreja que pode ter funcionado entre os séculos III e IV, provavelmente numa época em que os romanos perseguiam os cristãos. Onde parece ter sido uma sala de orações, havia um mosaico com a inscrição “Deus Jesus Cristo”.

O local que os arqueólogos passaram a chamar de “Grande Megido” foi escavado durante 18 meses e alguns artefatos foram encontrados. “Ficamos animados por um minuto, mas depois percebemos que há uma prisão de segurança máxima ali, então não poderíamos avançar com nossos planos”, disse Matthew Adams, diretor do W.F. Albright Institute of Archaeological Research. :: LEIA MAIS »

Um milhão de evangélicos argentinos nas ruas contra o aborto

Marcha contra o Aborto na Argentina
Marcha contra o Aborto na Argentina. (Foto: Divulgação)

Durante final de semana, centenas milhares de evangélicos protestaram contra o aborto na Argentina. O senado do país votará dia 8 a lei que legaliza a prática, podendo mudar a decisão da Câmara dos Deputados que a aprovou em junho.

O ato organizado diante do Obelisco da avenida 9 de Julio, um tradicional ponto de protesto no país, foi o maior dos últimos anos. Durante da marcha, que teve como lema “Salvemos as duas vidas”, os participantes usaram lenços azuis, que caracteriza o movimento pró-vida no país.

Além da marcha, pastores evangélicos organizaram vigílias e promoveram campanhas de orações para que a lei não passe. O presidente Maurício Macri disse que não pretende vetá-la, caso passe no Senado.

Os organizadores acreditam que havia 650 mil em Buenos Aires. Entre os muitos discursos, os líderes do movimento lembraram aos evangélicos que, nos períodos eleitorais, muitos candidatos visitam seus templos para obter votos. Os pastores avisaram que farão um alerta nacional para que os fiéis não votem naqueles que se mostrarem a favor da legalização do aborto.

No domingo, outras cidades argentinas também tiveram manifestações do tipo. Em Tucuman foram cerca de 150 mil e, em Córdoba, a movimentação atraiu um número similar. Não existe uma contagem oficial, mas estima-se que elas mobilizaram mais de um milhão em todo o país. Jornais argentinos dão conta que havia muitos católicos e pessoas sem religião participando também. :: LEIA MAIS »

Internacional: Duas pessoas são mortas dentro de igreja sitiada pelo governo da Nicarágua

Mortos na Nicarágua
Manifestantes carregaram os corpos das vítimas da violência pelas ruas de Manágua. (Foto: EFE/Jorge Torres)

Nas últimas semanas, forças paramilitares ligadas ao governo esquerdista da Nicarágua estão atacando cristãos. Na capital Manágua, a igreja católica Divina Misericórdia foi o refúgio encontrado por dezenas de estudantes, que fugiam dos soldados que defendem o presidente Daniel Ortega.

Desde a tarde de sexta-feira (13) eles se estavam escondidos no local que foi cercado pelos paramilitares, que acabaram matando dois estudantes com tiros na cabeça, um dentro da igreja e o outro atrás de uma barricada improvisada no local.

Somente após a mediação do núncio apostólico Stanislaw Waldemar Sommertag, os estudantes conseguiram sair da igreja, dois dias depois. “Sacerdotes da paróquia continuam sendo fortemente atacados por policiais e paramilitares. Um jovem foi atingido por uma bala na cabeça e acaba de falecer”, afirmou a Conferência Episcopal da Nicarágua (CEN) em nota publicada no Twitter.

Ao site Evangélico Digital, vários evangélicos que pediram anonimato, contaram como a situação se agravou após um pastor e sua família terem sido queimados pelos paramilitares que vêm sendo chamados de guerrilha.

“Agora a perseguição é contra tudo o que é cristianismo. Tanto os pastores como os sacerdotes católicos são alvos das forças paramilitares, que os ameaçam. Eles consideram que [pastores e padres] estão fazendo mal ao sistema”, explica um fiel. :: LEIA MAIS »

Ser brasileiro é ser ingênuo

Por Wal Cordeiro

brazil5

Ser brasileiro é ser ingênuo. É ser sonhador. É saber que foi roubado, mas crê na recuperação de quem o roubou. Foi enganado, mas não desiste de lutar por uma nova realização. Não tem a casa própria, mas espera um dia consegui-la. Talvez, através de um milagre divino, ou quem sabe ganhar na mega- sena?

Brasileiro é simples, mas convicto. Isso me motiva a crer no Brasil. A orar pelo Brasil. Visualizar uma pátria nova e reformada pelos valores bíblicos. Esperar que Deus manifestasse sua infinita glória e majestade nessa terra distante e misteriosa.

Quem não gosta do Brasil? Quem não se encanta com o Brasil? Quem não se envolve com o Brasil?

O Brasil é lindo, grande, misterioso e rico. Riqueza escassa, que não se encontra em qualquer lugar. Não estou falando de dinheiro, sim de riqueza. Riqueza essa, que enobrece uma pátria pelos seus valores naturais e culturais.  O Brasil a tem, e a tem em abundância!

Aqui tudo que se planta colhe em beleza e vigor. Tudo que se escava encontra em brilho e magnitude. Tudo que se cria dá certo em expansão e naturalidade. O Brasil é rico. É especial.

Se você quiser banhar-se nas praias mais belas do mundo, vá ao Nordeste. Se quiser comer o melhor churrasco do mundo, vá ao Sul. Se quiser assistir o melhor futebol do mundo, vá ao Sudeste. Se quiser passear na maior riqueza natural do mundo, vá ao Norte. Se quiser comer o melhor arroz com pequi e conhecer a segunda maior praça do mundo, vá ao Centro Oeste.

O Brasil é como uma folha verde de Taioba. Depende de quem a prepara. Tem que está no ponto! Pode ser uma delícia na hora do almoço, ou uma folha amarga e indesejada mais tarde.  Depende do ponto de vista de cada um. O meu desafio neste texto é de absorver esperança, e o seu?

Críticas e desânimos em relação a nossa pátria já têm muito. Então, vamos deixar de lado a parte amarga da Taioba e vamos ver as coisas boas que ela pode nos proporcionar na hora do almoço brasileiro. Você sabia que a Taioba é desprezada em muitos lugares? Algumas pessoas a jogam fora na hora de colher às folhas comestíveis.

Vamos ver o que Deus pensa e tem para nós. É melhor olhar assim, pelo menos sofreremos menos e teremos mais condições de experimentar e ver um futuro melhor.

A ingênua euforia da Copa do mundo de futebol toma conta do coração do sofredor brasileiro.  Todos reclamam de Neymar mas, não perdem um jogo. As eleições que se aproximam e nos dá um sentimento de invalidez e dúvida. As informações catastróficas da operação Lava Jato que a mídia tem prazer em jogar em nossas casas todos os dias. A insegurança nas escolas e ruas, que tiram o sono dos pais preocupados em ver os filhos sobreviverem na guerra diária deste mundo cão. :: LEIA MAIS »

Conhecendo Deus pessoalmente

O que é preciso para se iniciar um relacionamento com Deus?

Esperar que um raio caia? Devotar-se a obras de caridades em diferentes religiões? Tornar-se uma pessoa melhor para ser aceita por Deus? NADA disso. Deus deixou muito claro na Bíblia como podemos conhecê-lo. Aqui estão Quatro Princípios que irão explicar como você pode iniciar um relacionamento pessoal com Deus, agora mesmo…

 PRIMEIRO PRINCÍPIO: Deus ama você e tem um plano maravilhoso para sua vida.

O AMOR DE DEUS

“Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo o que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna” (João 3.16).

O PLANO DE DEUS

Cristo afirma: “…eu vim para que tenham vida e a tenham em abundância” [Uma vida completa e com propósito] (João 10.10).

Por que a maioria das pessoas não está experimentando essa “vida em abundância”?

Porque…

:: LEIA MAIS »

A teoria do brilho natural

Por Wal Cordeiro

Não existe coisa mais formidável do que o brilho do sol. Não existe coisa mais linda do que o brilho de uma esmeralda. Não existe coisa mais estupenda do que o brilho do ouro. Não existe coisa mais admirável do que o brilho de um diamante. Não existe coisa mais esplêndida do que o brilho da prata. Não existe coisa mais suntuosa do que o brilho das estrelas. Não existe coisa mais majestosa do que o brilho da lua.

O brilho natural sobrepõe a todos os brilhos artificiais. Mesmo que algumas imitações sejam quase idênticas não conseguem atingir o ápice de brilhar naturalmente.

Uma jóia preciosa só tem o seu devido valor quando é verdadeira. Os maiores ourives e artífices podem fabricar imitações, mas nunca conseguirão produzir uma jóia natural, isto é, emanada da natureza unicamente divina.

O sol produz o seu próprio brilho, não depende de nenhuma fonte geradora de energia. A lâmpada (imitação necessária) depende de vários fatores para produzir luz.

Os verdadeiros rubis são raros e têm valor inestimável. As bijuterias são vendidas em bancas de promoção e são encontradas em todo lugar.
A teoria do brilho natural nos chama a atenção para quatro reflexões sobre os valores humanos.
Primeiro, o homem foi criado para brilhar naturalmente.
Segundo, cada um de nós recebeu de Deus dons e habilidades naturais.
Terceiro, quando esses dons são utilizados naturalmente as pessoas são abençoadas.
Quarto, não adianta tentar imitar o brilho de alguém. Cada um tem o seu próprio brilho.
Bethovem compreendeu claramente a forma de brilhar através da música.
Mahatma Gandhi brilhou naturalmente em defesa da libertação do seu povo indiano.
Luter King soube brilhar na promoção dos direitos humanos.
Madre Teresa de Calcutá exalou o brilho da bondade entre os pobres da Índia.
Pablo Picasso se dedicou ao brilho das telas por ele pintadas.
Carlos Drummond expressou o brilho da poesia através da escrita.
Vinicius de Moraes soube apresentar o seu brilho nas composições musicais.
Pelé e garrincha brilharam, naturalmente, nos gramados do mundo.
Michael Phelps brilhou nas águas mornas das piscinas olímpicas.
Gisele brilhou nas passarelas da moda.
Jesus Cristo brilha nos corações e rostos daqueles que o amam e o servem.
E VOCÊ?
Qual é o seu brilho natural?
Já parou para pensar sobre isso?
Lembre-se! O homem não foi criado para imitar e sim com a missão de brilhar naturalmente.
Brilhar naturalmente é fazer aquilo que você gosta e faz muito bem, é ter prazer em realizar o papel de ator principal na cena da vida preparada por Deus com o intuito de abençoar pessoas. :: LEIA MAIS »



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia