ebook gestao financeira


Qual nome você daria ao novo aeroporto de Vitória da Conquista?

Resultados

Loading ... Loading ...
julho 2016
D S T Q Q S S
« jun    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  


:: ‘Notícias’

VÍDEO: Vazamento de adutora que leva água à Conquista é registrado próximo à BA-265

Blog do Jorge Amorim

Um vazamento de água a margem da BA 265, Rodovia que liga Barra do Choça a Vitória da Conquista chama a atenção dos motorista e passageiros que trafegam por ali. Assista:

O vídeo foi enviado por um motorista que passava no momento. De acordo relato, o vazamento já estava ali a várias horas e ninguém tinha tomada nenhuma providência, apesar de está a um pouco mais de 800 metros da Estação de Tratamento da Embasa.

Segundo o denunciante, a pressão da água fez com que ela subisse a uns quinze metros de altura, ficando assim por várias horas. Um lindo espetáculo, se não fosse trágico. Enquanto isso, moradores de Vitória da Conquista são obrigados a conviver com a escassez de água e um amargo racionamento de água.

 288  0

Brasil: Após 63 anos juntos, casal de idosos morre no mesmo dia em Santa Catarina

“Onde tá a mãe?”, perguntou Fernando Biz a uma das filhas logo no amanhecer da última terça (19), ao dar pela falta da mulher, Delinda.

Delinda e Fernando tiveram dez filhos (Foto: Arquivo Pessoal/Greysian Biz)

Ela foi sua companheira dos últimos 63 anos na casa que dividiam em Araranguá, no Sul de Santa Catarina. Aos 82 anos, com Alzheimer e marca-passo, Fernando foi poupado de saber que a mulher havia sido internada na noite anterior, após sentir dores no peito.

“A mãe foi tomar umas vitaminas, pode dormir descansado, que daqui a pouco ela tá boa”, disseram. Fernando tomou café, pediu uma blusa e voltou para a cama. Pouco depois das 7h, a filha foi até o quarto levar os remédios, mas Fernando já não vivia mais. Seis horas mais tarde, chegava do hospital a notícia: Delinda Biz, 86 anos, também havia morrido. Já com a saúde debilitada, os dois há alguns anos viviam sob os cuidados de uma filha. A notícia da morte do casal, no mesmo dia, sem que um soubesse do outro, foi um baque para a família – são dez filhos, 23 netos, 17 bisnetos e uma tataraneta. Mesmo para quem já havia presenciado a avó dizer, mais de uma vez, que eles iriam “embora juntos”.

“Nos últimos meses a gente chegava e dizia: mas que ‘nona’ forte! E ela dizia: ‘nós estamos bons agora, mas vamos embora juntinhos”, conta uma das netas do casal, a gerente de franquias Greysian Biz, de 37 anos. “Ela era muito sensata, sensitiva, via as coisas de longe.” :: LEIA MAIS »

Moro nega pedido para se declarar impedido de atuar em processos sobre Lula

Foto: Divulgação

O juiz federal Sérgio Moro

O juiz federal Sérgio Moro decidiu ontem (22) que vai continuar na condução dos processos que envolvem o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. O juiz negou pedido da defesa de Lula para se declarar impedido para julgar as causas. Na mesma decisão, Moro disse que a opinião pública tem papel importante para prevenir “interferências indevidas” em processos que envolvem acusados poderosos. Na petição, os advogados de Lula alegaram que Moro não poderia julgar o caso por ter escrito um artigo acadêmico em 2004, no qual se manifestou a favor da importância da opinião pública nas investigações contra políticos. Além disso, a defesa afirmou que o juiz participou de eventos políticos e que teria declarado, em um jantar com advogados do Paraná, que Lula “seria condenado até o fim do corrente ano”. Na decisão, Moro negou que tenha comparecido a eventos políticos e afirmou que “falta seriedade” aos advogados para justificar o pedido de suspeição da causa. Sobre a questão da opinião pública, o juiz informou que o fato é uma mera constatação, que não gera causa de suspeição. “O que este julgador tem afirmado reiteradamente é que o papel do juiz é julgar com base em fatos, provas e na lei, mas que a opinião pública é importante para prevenir interferências indevidas em processos judiciais que envolvem investigados ou acusados poderosos política ou economicamente.” Fonte: Agência Brasil.

Conquista: Cresce número de autuações contra veículos que desrespeitam ciclovia

SC2_1186

No primeiro semestre do ano passado foram emitidos 212 autos de infração contra condutores de veículos motorizados que trafegavam pelas pistas cicláveis. No mesmo período de 2016, esse número mais que dobrou. Os dados são da Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana.

Entre janeiro e junho deste ano, chegou-se a 461 autos de infração pelo mesmo motivo. Ou seja, um crescimento de 117,4% no número de motoristas ou motociclistas que, ao invés de circularem pelas vias normais, preferem ocupar as que são reservadas apenas às bicicletas.

De acordo com o Código de Trânsito Brasileiro (CTB), essa é uma infração considerada gravíssima, que gera multa de R$ 574,62, além da perda de sete pontos na carteira de habilitação.Blog da Resenha Geral

Salmos Modernos reúne textos de diversos autores

Salmos Modernos reúne textos de diversos autores

O livro Antologia de Salmos Modernos é um projeto ousado e inovador planejado pela Associação Céu do Brasil, sediada em Genebra (Suíça), que traz uma antologia com textos diversos.

A obra é uma coletânea de textos escritos por anônimos, escritores profissionais e também compositores da música gospel brasileira, incluindo alguns que já tiveram suas canções reconhecidas nacionalmente e algumas até premiadas pelo Grammy Latino.

Os textos foram escritos em forma de prosa e versos e expressam sentimentos comuns, o que faz com que o leitor se identifique com os textos.

O título desse projeto, que terá outros volumes, tem ligação com o livro de Salmos. “Salmo significa louvor, cânticos. O livro bíblico de Salmos também é uma antologia e foi escrito por diversos escritores de diferentes níveis sociais e apresenta a inteira gama dos sentimentos humanos, o que contribui para torná-los tão poderosos e tão belos”, diz a assessoria do projeto.

Outra ligação feita entre a obra “Salmos Modernos” e o livro bíblico é que se trata de textos atemporais e tocantes, que marcam o coração do leitor.

A capa do livro é assinada pelo artista plástico Renato Amisym e o lançamento oficial acontece em outubro na sede da Associação Céu Brasil. O livro será vendido em português e francês.

FBI fez alerta ao Brasil sobre suspeitos de terrorismo na Olimpíada do Rio

por Julia Affonso, Mateus Coutinho e Fausto Macedo | Estadão Conteúdo

FBI fez alerta ao Brasil sobre suspeitos de terrorismo na Olimpíada do Rio

Foto: Reprodução / Sputinik News
O procurador da República Rafael Brum Miron, da Operação Hashtag, afirmou que o FBI, a Polícia Federal norte-americana, alertou o Brasil sobre pelo menos seis suspeitos de compor uma célula terrorista internacional do Estado Islâmico no país. O relatório da polícia norte-americana era “sucinto”, segundo o procurador, mas apontava para os investigados e advertia sobre o radicalismo deles. “Veio do FBI a informação”, afirmou o procurador. “Eles mandaram um relatório bem sucinto. Tais pessoas merecem investigação, atenção maior”, disse o procurador. A Operação Hashtag prendeu 10 suspeitos na última quinta-feira (21). Todos foram levados para o presídio federal de segurança máxima em Campo Grande, em Mato Grosso do Sul. Nesta sexta (22), no final da tarde, outro procurado, que estava foragido, se entregou em uma pequena cidade na fronteira da Bolívia. Nas missões de buscas nos endereços dos alvos da Hashtag realizados pela Polícia Federal foram apreendidos “objetos de apologia” ao Estado Islâmico. Os riscos de um atentado terrorista no Brasil diminuíram “sensivelmente” após a prisão dos suspeitos de fazer parte de uma célula do Estado Islâmico no Brasil, afirma o procurador. Os investigadores monitoraram as conversas dos investigados e descobriram uma possibilidade concreta de atentado durante os Jogos do Rio. “Eles são amadores, são. Mas não conheço suicida experiente”, afirmou. “Eles não têm técnicas muito apuradas, mas para dirigir um caminhão e atropelar 80 pessoas não precisa muita técnica. Existe a preocupação, neste processo ela é séria, por isso essas pessoas estão presas”, justificou. Desde maio, a Operação Hashtag se debruçou sobre mensagens trocadas pelo aplicativo de mensagens Telegram e por meio de redes sociais e achou conversas em árabe, inglês e português. “Tinha notícia de firme propósito (de promover um atentado), embora sem dar data, sem dar local: Sim, eu quero, eu tenho de morrer para ir para o paraíso, coisa desse tipo”, afirmou o procurador.

Conquistenses entram em campanha para garantir Minotauro no Super Chef, da Rede Globo

485866823-rodrigo-minotauro-e-carolina-oliveira-com-ana-maria-braga

Rodrigo Minotauro, filho ilustre de Vitória da Conquista,  enfrenta mais um grande desafio, agora testando sua popularidade. Participante do reality show da apresentadora Ana Maria Braga, o “Super Chef Celebridades “, Minotauro disputa a permanência no programa contra o cantor carioca Mumuzinho.  O conquistense aderiu à campanha pela permanência do atleta conquistense e vem garantindo seu apoio via internet, pelo site do programa global Mais Você, por meio dos votos que se encerram na manhã da próxima segunda-feira (25).

Minotauro convocou os fãs: “Galera de Vitória da Conquista , estou participando do programa “Super Chef Celebridades”, do Mais Você, da Ana Maria Braga. Estou na Panela de Pressão e preciso da ajuda de vocês para continuar no programa”, pediu

Para votar é só acessar ao link: http://migre.me/upYAp e garantir a continuação do campeão de MMA que representa Vitória da Conquista, a região Sudoeste, a Bahia, o Nordeste. Blog do Rodrigo Ferraz

PF descobre depósito com mercadorias roubadas dos Correios

por André Magnabosco | Estadão Conteúdo

PF descobre depósito com mercadorias roubadas dos Correios

Foto: Reprodução / Correio do Norte
A Polícia Federal (PF) divulgou nesta sexta-feira (22) a descoberta de um depósito com mercadorias roubadas da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (EBCT). Um homem de 36 anos foi preso no imóvel, localizado na Pavuna, bairro da zona norte do Rio de Janeiro. A operação ocorreu na quinta-feira (21). “As investigações indicaram que a quadrilha costuma agir rendendo os motoristas dos Correios, mantendo-os sob vigilância nos arredores do imóvel estourado pela PF”, informou a Polícia Federal. Após os veículos serem descarregados, eles são devolvidos aos motoristas. Na ação de quinta-feira foram recuperados eletrônicos, eletrodomésticos, vitaminas, roupas e até dois processos do Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro, informou a PF. As investigações continuam. Segundo a PF, o depósito era utilizado para guardar e depois comercializar as mercadorias roubadas. O homem preso no local foi indiciado por receptação e pode ser condenado por até quatro anos de reclusão.

Hashtag: Presos são levados a presídio de segurança máxima em Campo Grande

Hashtag: Presos são levados a presídio de segurança máxima em Campo Grande

Foto: Reprodução / ESPN
Os dez presos na Operação Hashtag, acusados de planejar ações terroristas para os Jogos Olímpicos Rio 2016 (entenda aqui), foram encaminhados para o presídio federal de Campo Grande (MS), unidade de segurança máxima que abriga presos de alta periculosidade. Segundo informações do jornal O Globo, os dez homens, cada um preso em um estado, usavam nomes falsos árabes: Alisson Luan de Oliveira, Antonio Andrade dos Santos Junior (Antônio Ahmed Andrade), Daniel Freitas Baltazar (Caio Pereira), Hortencio Youshitake (Teo Yoshi), Israel Pedra Mesquita (Israel Pedra), Lenadro França de Oliveira (Abu Khalled), Levi Ribeiro Fernandes de Jesus (Muhammad Al Huraia), Marco Mario Duarte (Zaid Duarte), Matheus Barbosa e Silva (Ismail Abdul-Jabbar Al-Brazili), Mohamad Mounir Zakaria (Zakaria Mounir), Oziris Moris Lundi dos Santos Azevedo (Ali Lundi), Valdir Pereira da Rocha (Mohmoud) e Vitor Barbosa Magalhaes (Vitor Abdullah). Alguns deles tem antecedentes criminais e suas idades variam entre 20 e 40 anos. Ainda de acordo com O Globo, eles já prestaram depoimento. Outras duas pessoas estariam foragidas. 

Canal exibe desenho com casal gay no Brasil

Canal exibe desenho com casal gay no Brasil
Canal exibe desenho com casal gay no Brasil

O canal infantil Nickelodeon já está exibindo no Brasil um desenho animado que mostra um casal.

Em “The Loud House” é contada a história de Lincoln Loud e suas dez irmãs, e entre seus amigos está Clyde, filho de pais homossexuais.

O primeiro episódio que mostra o casal foi exibido em 30 de junho e passou desapercebido pelo público. “Não fomos procurados por ninguém para comentar o episódio”, afirma a assessoria do canal para a revista Veja.

No desenho, os personagens Harold e Howard, um homem negro e outro branco, deixam o filho na casa de Lincoln. Foi a primeira vez que o filho dormiu fora de casa.

Segundo o site da Veja, em setembro deve passar um episódio que mostre mais a família quando a história será contada dentro da casa deles.

Nos Estados Unidos o desenho estreou essa semana e gerou grande repercussão por ser o primeiro a mostrar um casal gay. Muitas pessoas comemoraram a exibição de tal formação familiar para crianças.

Doações feitas ao PT foi parte de propina por contrato com a Petrobras, diz engenheiro

Doações feitas ao PT foi parte de propina por contrato com a Petrobras, diz engenheiro

Foto: Reprodução / Facebook
O engenheiro Zwi Skornicki, preso na 23ª fase da Operação Lava Jato, afirmou nessa quinta-feira (21) que as empresas Keppel Fels e Technip fizeram doações eleitorais ao PT como parte da propina acertada por contrato firmado com a Petrobras para a construção da plataforma P-56. O depoimento foi prestado ao juiz Sérgio Moro, da 13ª Vara Federal de Curitiba, por acordo de delação premiada. “Na P-56, como houve doações legais da propina, teve a participação do Frédéric Delormel [presidente da Technip], que organizou como fazer essas doações legais ao partido”, relatou Skornicki, que é representante no Brasil do estaleiro Keppel Fels. Em 2002, as duas empresas se aliaram em um consórcio, o FSTP, que venceu em 2003 a licitação para a construção das plataformas P-51 e P-52. O engenheiro afirma que acertou com o consultor Raul Schmidt Felippe Júnior – preso em março em Portugal —  o pagamento de propina à Petrobras para garantir que o consórcio venceria a licitação. “O valor que tinha sido proposto era de 0,6% para a P-51 e de 0,7% para a P-52”, contou. Segundo ele, a propina era destinada a pessoas da Petrobras: “[Schmidt] não me disse os nomes, porque ele queria manter isso em segredo. Era o trabalho dele”. O engenheiro estima que os pagamentos referentes a essas plataformas foi de, pelo menos, US$ 9 milhões. Skornicki também confirmou pagamento de propina para que a Keppel Fels fechasse contrato com a Sete Brasil para a construção de seis navios-sonda. De acordo com o relato, era exigida propina de 1,2%, mas a companhia de Singapura só aceitava pagar 0,9%. Segundo ele, Barusco aceitou a proposta com uma condição: “Ele me disse que tinha feito todo esse trabalho sozinho, e pediu pra que eu pagasse mais 0,1% por fora, sem conhecimento das partes. Assim foi feito”. Moro questionou o motivo da Keppel Fels aceitar continuar pagando propina em novos contratos com a Petrobras e com a Sete Brasil, em vez de participar das licitações de forma regular. “Pra não termos nenhum embaraço durante as obras, nenhuma interferência. Para não atrapalhar, essa é a verdade. E aí, realmente ficou como se fosse uma coisa corriqueira. Acabou ficando um troço tão intrínseco, tão automático”, explicou Skornicki.

Conquista: Jovem morre após colidir moto em poste; vítima voltava da casa de namorada

56c38a42-d19a-4835-aae7-53a4759d56b9

Um jovem morreu vítima de um trágico acidente na noite de ontem (quinta-feira) em Vitória da Conquista, no Bairro Jardim Valéria.

A vítima foi identificada como Eduardo  Pereira Júnior, de 25 anos, e voltava da casa da namorada.

O jovem chegou a ser encaminhado para o Hospital de Base, mas não resistiu e morreu. O fato chocou familiares e amigos. Eduardo era um jovem muito querido por todos.

O local do velório e sepultamento ainda não foram informados. Blog do Rodrigo Ferraz

Governo encontra 530 beneficiários do auxílio-doença sem perícia há mais de dois anos

O governo descobriu que 530 mil beneficiários do auxílio-doença não são submetidos a perícias médicas há pelo menos dois anos – em alguns casos, há décadas. O secretário-executivo do Ministério do Desenvolvimento Social, Alberto Beltrame, já aprontou minuta que regulamenta a convocação dessas pessoas para reavaliação. Segundo o documento, já avalizado pela Casa Civil e no aguardo das sugestões da Fazenda e do Planejamento, serão chamados primeiro os que tiverem mais tempo de benefício e menos idade. Também serão periciados 1,2 milhão de aposentados por invalidez menores de 60 anos. Todos serão informados por carta sobre a data da consulta com o perito, que receberá gratificação pelo trabalho extra. As perícias de revisão devem ser concluídas em 2018. O governo diz que cada benefício desnecessário onera o Estado duplamente. O beneficiário recebe o auxílio sem precisar e ainda deixa de trabalhar e contribuir com a Previdência. A portaria entra em vigor até 7 de agosto. Fonte: Estadão

Terror no Brasil teria apoio de ONG, diz investigação da Polícia Federal

do Último Segundo

Suspeito de planejar ataque terrorista é preso pela polícia no Aeroporto Internacional de São Paulo, nesta quinta-feira

Mário Ângelo/Sigmapress/Estadão Conteúdo – 21.07.16

Suspeito de planejar ataque terrorista é preso pela polícia no Aeroporto Internacional de São Paulo, nesta quinta-feira

 

A investigação da Polícia Federal que elevou de forma sem precedentes o alerta contra o terror no Brasil descobriu suspeitas de que uma ONG estaria envolvida no planejamento de ataques que seriam realizados durante os Jogos Olímpicos que ocorrem a partir do próximo mês.

Leia mais
PF prende dez suspeitos de planejar ataque terrorista do Estado Islâmico no País
Terroristas publicam “manual” para atentados durante os Jogos Olímpicos

De acordo com a PF, a Operação Hasghtag, responsável por prender dez pessoas em todo o País nesta quinta-feira (21), investiga uma ONG com “atuação na área humanitária e educacional” que teria colaborado com o grupo na intenção de espalhar o terror no Brasil durante a realização da Olímpiada, cuja abertura ocorre no próximo dia 5 de agosto.

Por motivos de segurança, a PF não divulgou o nome dos suspeitos nem da ONG que aparece na investigação.

País em alerta

A operação que levou à prisão dez suspeitos de ligação com o Estado Islâmico contou com a participação de 130 policiais nos Estados do Amazonas, Ceará, Paraíba, Goiás, Minas Gerais, Rio de Janeiro, São Paulo, Paraná e Rio Grande do Sul.

As investigações tiveram início em abril com o acompanhamento de redes sociais pela Divisão Antiterrorismo da Polícia Federal (DAT). Os envolvidos participavam de um grupo virtual denominado Defensores da Sharia e planejavam adquirir armamentos para cometer crimes no Brasil. :: LEIA MAIS »

Unicef denuncia assassinato de crianças na Síria

O Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) denunciou que mais de 20 crianças morreram ao longo desta semana em ataques aéreos em Manbij, no norte da Síria. A cidade e seus arredores, que abrigam 150 mil pessoas, são controlados pelo grupo Estado Islâmico (EI), mas estão sob intenso assédio de forças curdas, apoiadas pela coalizão internacional liderada pelos Estados Unidos. “Nesta semana, mais de 20 crianças foram assassinadas em ataques aéreos em Manbij, e um garoto de 12 anos foi brutalmente morto em Aleppo”, declarou Hanas Singer, representante do Unicef no país árabe. Segundo o órgão, 35 mil crianças estão presas na região sitiada. “Esses terríveis episódios deixam ainda mais claro às partes em conflito sua responsabilidade de respeitar as leis internacionais humanitárias que protegem as crianças na guerra”, acrescentou Singer. Manbij é considerada crucial na guerra contra o Estado Islâmico porque fica a cerca de 130 quilômetros de Raqqa, tida como a capital do grupo na Síria. Fonte: Agência Brasil

Igreja usa dízimos para construir abrigos para moradores de rua

Igreja usa dízimos para construir abrigos para moradores de rua
Igreja usa dízimos para construir abrigos para sem-tetos

O pastor Renato José Barbosa, que já está há 15 anos no ministério, trabalha com missões urbanas há 12 anos. Com formação e pós-graduação em teologia, ele também possui um diploma em tecnologia elétrica, sendo proprietário de uma empresa nesta área.

A igreja liderada por ele é responsável pelo projeto “Jesus Vem Semeando a Palavra”, voltado para atender as necessidades dos moradores de rua em São Paulo, maior cidade do país. Além de doar alimentos e roupas, eles constroem pequenas barracas, capazes de abrigar duas pessoas.

Juntamente com outros voluntários, eles montaram essas barracas no bairro do Belém, que possui cerca de 700 pessoas vivendo em situação de rua. Tudo é custeado com o dinheiro de dízimos e ofertas. Na contramão do que normalmente é visto na televisão, o foco da mensagem pregada por eles não é o acúmulo de bens, mas o investimento prioritário na vida da população carente. :: LEIA MAIS »

Lava jato: ‘Foi caixa 2 mesmo, excelência’, diz marqueteira a Sérgio Moro

por Julia Affonso, Mateus Coutinho e Fausto Macedo | Estadão Conteúdo

'Foi caixa 2 mesmo, excelência', diz marqueteira a Sérgio Moro

Foto: Cíntia Reis / Divulgação
Diante do juiz federal Sérgio Moro, da Operação Lava Jato, a empresária Mônica Moura – mulher e sócia do publicitário João Santana, marqueteiro das campanhas de Lula e Dilma – confessou que US$ 4,5 milhões recebidos do operador de propinas Zwi Scornicki em conta no exterior eram referentes “a uma dívida de campanha que o PT ficou devendo prá gente na campanha de 2010”. Ela afirmou que o então tesoureiro do PT João Vaccari Neto orientou-a a procurar Zwi. “Primeira campanha da presidente Dilma. Ficou uma dívida de quase 10 milhões de reais que não foi paga, demorou, foi protelada, eu cobrei muito, tinha muitas dívidas de campanha, se tentou resolver de várias formas. Enfim, depois de muita luta tive uma conversa com o Vaccari que acertava os pagamentos de campanha. Ele mandou procurar um empresário. Assim eu cheguei no sr. Zwi. O Vaccari me deu o contato dele, fui a um escritório dele no Rio. Fui acertar com ele a forma de pagamento.” O juiz Moro questionou a mulher de João Santana se “foi tratado de onde vinha o dinheiro”. “Não, não”, ela respondeu. A sra não perguntou a Vaccari ou a Zwi?, insistiu o juiz. “Não, não. Estava recebendo pelo meu trabalho. Só perguntei ao Vaccari “como vai ser feito isso”. Ele disse “olha, vai ter que parcelar, vai conversar com ele (Zwi) que já está tudo acertado.” Ela admitiu que não registrou o pagamento parcelado na Justiça Eleitoral. “Não, foi caixa 2 mesmo excelência. Não foi declarado.”O juiz perguntou à ré por que não confessou logo que foi presa em fevereiro e depôs na Polícia Federal. “Primeiro, porque eu passava por uma situação extrema. E o País estava vivendo um momento muito grave política e institucionalmente. As coisas acontecendo com a presidente Dilma, todo o processo, eu não quis atrapalhar esse processo, eu não quis incriminar, não queria contribuir com uma coisa para piorar. Acabei falando que (recebeu) de campanha no exterior. Eu queria apenas poupar (Dilma) de piorar a situação. Eu quis apenas não piorar a situação.” O juiz indagou a Mônica se ela não tinha receio de receber propinas do esquema Petrobras. “Nunca pensei nisso, nunca me passou pela cabeça. Eu estava recebendo remuneração pelo meu trabalho, usando uma conta não declarada no exterior. O receio que eu tinha, óbvio, é que estava usando uma conta não declarada no exterior. Sempre tive muito receio disso, mas, infelizmente, no meu trabalho, na minha atividade, isso acontece sempre. Faz parte dos trabalhos da campanha política. Sempre são pagamentos em caixa 2, uma prática que acontece.” Laudo da Polícia Federal indica que a empresa do casal (Pólis Propaganda) recebeu R$ 170 milhões do PT, entre 2006 e 2014. “São valores expressivos”, ela reconheceu. “Fazer TV, campanha no Brasil, é muito caro. Isso (R$ 170 milhões) se refere a campanhas”, detalhou. Moro perguntou o motivo de não ter incluído os US$ 4,5 milhões recebidos de Zwi Scornicki na contabilidade da agência Pólis Propaganda. “Os partidos não aceitam, sempre tentei para ficar mais tranquila, não tinha que correr riscos, fazer esse malabarismo de empresário doador de campanha, mas o partido não aceita porque tem o teto, vai extrapolar o teto limite que tem no Tribunal Superior Eleitoral. Os partidos não querem declarar o real valor que recebem das empresas. Em contrapartida nós profissionais ficamos no meio disso. Portanto, nunca era declarado todo o valor. Não era uma opção minha, era uma prática, não só do PT, em todos os partidos”, alegou. Moro questionou a mulher de João Santana se ela não considera “uma trapaça a banalização do caixa 2”. “Eu queria receber esses valores o mais rápido possível, mas o Vaccari já havia me informado que ia parcelar, não tinha como pagar de uma vez. Eu queria. O (Vaccari) disse que (Zwi) era um grande empresário, uma pessoa honesta, decente, que colaborava com o partido e que iria pagar essa dívida nossa. Mas eu nunca pensei em dinheiro sujo”, justificou.


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia