Datas de início foram adiadas e prazos de conclusão, ampliados

A Infraero mudou o cronograma das obras dos aeroportos que vão servir à Copa do Mundo de 2014. Datas de início e etapas intermediárias foram adiadas, para eliminar atrasos. Prazos de conclusão foram ampliados, para que tudo fique pronto até dezembro de 2013.

Se as novas datas forem cumpridas à risca, no entanto, três das cinco prováveis sedes da Copa das Confederações não terão as obras concluídas para essa competição, em junho de 2013: Brasília, Minas Gerais e Porto Alegre. Pelo cronograma anterior, só Confins (MG) não estaria pronto na data.

A Folha comparou o cronograma atual das obras com o anterior em 13 aeroportos da Copa. Em quatro unidades (Natal, Recife, Salvador e Curitiba), as mudanças são pequenas e o prazo para conclusão é folgado.

Nas outras nove unidades , somente o aeroporto internacional do Galeão (RJ) não teve alteração significativa entre o cronograma atual e o divulgado em 2010. Lá, as obras começaram em 2008.

Cumbica (SP), a obra mais cara e complexa, teve prazos ampliados em até um ano. É o caso do novo Terminal de Passageiros (T3), orçado em R$ 653,8 milhões.

A previsão anterior era começar em agosto próximo. Agora, só começará em agosto de 2012. Mesmo perdendo um ano de obras, a empresa diz que ele fica pronto em novembro de 2013, a mesma data do cronograma anterior.

A ampliação das pistas e dos pátios deveria ter começado há um ano. A nova data é agosto de 2011 para a primeira obra, que, no entanto, ainda depende de autorização da Justiça para começar.

Em Viracopos (Campinas), a construção do novo terminal teve o prazo de início ampliado em 11 meses e o de término, em um mês.

Em Brasília e em Belo Horizonte, as obras deveriam ter começado em setembro de 2010. Pelo novo cronograma, come çam em dezembro e outubro deste ano, respectivamente. Apesar de mais de um ano de atraso de início, em Belo Horizonte o prazo de encerramento do projeto foi estendido em três meses.

Em Porto Alegre, a obra de reforma e ampliação do atual aeroporto começaria no próximo mês, mas a nova data prevista é fevereiro de 2012 (pista) e outubro de 2012 (terminal). Cuiabá, Fortaleza e Manaus também tiveram prazos de início ampliados entre três e nove meses.

Em nota, a Infraero diz que “os empreendimentos para a Copa passaram por diversos processos de replanejamento, buscando adaptar o escopo dos projetos a serem cumpridos diante do expressivo crescimento da demanda em 2010 e o recálculo das projeções das necessidades do setor aéreo para o futuro”.

Fonte: Folha de São Paulo, por Dimmi Amora