Lazer, entretenimento, boa música e boas vendas. O Natal da Cidade é uma celebração cultural que, desde 1997, agrada a toda a população. Além do público que vai às praças assistir apresentações de diversos segmentos culturais, gratuitamente, comerciantes comemoram o aumento das vendas, impulsionados pelas festas do período.

Um aumento de aproximadamente 20% nas vendas pode ser percebido em boa parte das lojas no centro de Vitória da Conquista, especialmente em lojas de confecções e calçados. Os comerciantes, mesmo sem poder deixar o trabalho para ouvi-los de perto, comemoram a presença de artistas locais e nacionais, trazidos pela Prefeitura Municipal para incrementar a festa que atrai o público local e de cidades vizinhas.

“O Natal da Cidade é muito bom. Chama muito as pessoas, o povo começa a transitar, principalmente à noite, animando mais o comércio. As vendas aumentaram uns 20%, entre 8h e 9h da noite. O crescimento das vendas fica em torno de 30% e 40%, durante o mês de dezembro”, afirma Marielza de Souza , comerciante da Alameda Ramiro Santos.
A dona da loja Maria Filló trabalha na alameda há 25 anos e acompanha o Natal da Cidade desde o início. Na primeira noite da celebração 2010, ela deixou a loja para ver a apresentação dos corais. Vendo a loja cheia de clientes e a cidade cheia de boa música, Marielza é só elogios: “Muito boa. É uma organização perfeita!”

Carlos Eduardo, gerente da Silva Calçados, também percebe um movimento bem maior nas vendas da loja. “ É uma época para a qual nós nos preparamos e o tempo é curto e a gente tem que aproveitar o máximo possível. As vendas estão correspondendo ao que nós esperamos. Os shows atraem muita gente,é muito válida essa programação”, afirma. O gerente estima um crescimento de 25% nas vendas em relação ao ano passado.

Além do lucro, Carlos Eduardo comemora a oportunidade de diversão coma família, merecida depois da correria. “Olha que eu já passei o natal em vários lugares, mas nossa cidade tem um Natal muito bom. Tem atrações,o pessoal vem para a praça, é uma coisa bem família. Muito bom, eu to gostando!”

Os onze dias de celebração cultural dão vida ao centro comercial, com as luzes e vozes do natal conquistense. “Os shows são bons, com certeza, porque atrai o público para o centro”, afirma o gerente da Basic Store, Eduardo Oliveira (à direita).
SECOM/PMVC