É nesta quarta-feira (17). O maior teste da seleção de Mano Menezes: Brasil e Argentina. O jogo vai marcar a volta de um nome bem conhecido do torcedor, Ronaldinho Gaúcho.

Amanhã, três da tarde, horário de Brasília. A TV Globo transmite o jogo ao vivo.

Seleção renovada. Com o Neymar no ataque, mas o mano reabriu as portas para a experiência de Ronaldinho Gaúcho.

Eram onze e, nada além disso quando o treino começou. Bem aos poucos os jogadores iam chegando. Do aeroporto de Doha, direto para o campo. Entre reencontros, treino rolando e, de repente, Ronaldinho Gaúcho, de volta vestido de Brasil depois de uma ano e sete meses.

Agora ele não é mais o garoto compeão mundial de 2002. “ Ele sabe da referência que ele significa para o futebol brasileiro e para a seleção. É um jogador que está vindo para agregar todos os seus valores e as experiências na trajetória. E mais especificamente num jogo como este”, conta Mano Menzes.

Todos os olhos nele, natural, mas quieto, discretamente, um jovem atacante espera pela chance que pode ser decisiva para ele. Não é uma garantia, mas aos 20 anos, André tem a chance de ser titular contra a Argentina. É o reserva de Pato, machucado que não veio para p Qatar. “Acho que não tem jogo melhor para estrear, mostrar meu valor”, diz André.

Agora no Dínamo de Kiev na Ucrânia, ele fazia dancinha com Robinho e Neymar: “a gente está ensaiando ali no quarto, vamos ver se sai).

Companheiro de Ronaldinho na Seleção. Continua fã.

Já tinha comentado como Robinho que era fã dele. Ele deu risada, mas é muito gente boa. Pouco de nervosismo mas estou tanqulo”

Fonte: G1