SÃO PAULO (Reuters) – A candidata do PT à Presidência da República, Dilma Rousseff, abriu 17 pontos de vantagem para seu principal adversário, José Serra (PSDB), e venceria a eleição presidencial de outubro ainda no primeiro turno, mostrou pesquisa do instituto Datafolha neste sábado.

O levantamento, publicado pelo jornal Folha de S. Paulo, apontou crescimento de seis pontos percentuais de Dilma, que agora tem 47 por cento das intenções de voto, contra 41 por cento no levantamento anterior realizado no início do mês.

Já Serra caiu três pontos em relação à sondagem anterior, feita entre 9 e 12 de agosto, e agora tem 30 por cento. A candidata do PV, Marina Silva, caiu um ponto e agora tem 9 por cento da preferência do eleitorado, segundo o instituto.

Nenhum dos demais candidatos conseguiu somar 1 por cento no levantamento. Quatro por cento dos entrevistados declararam voto nulo ou branco, contra 5 por cento na pesquisa anterior, e 8 por cento declarou-se indeciso, contra 9 por cento na sondagem do início do mês.

Segundo o Datafolha, quando considerados somente as intenções de votos válidos, ou seja, desconsiderados os brancos e nulos, Dilma fica com 54 por cento, o que lhe garantiria vitória no primeiro turno, marcado para 3 de outubro.

A simulação de segundo turno entre Dilma e Serra feita pelo Datafolha, mostra a petista com 53 por cento das intenções de voto, contra 39 por cento de Serra. Quatro por cento votariam branco ou anulariam e outros 4 por cento disseram não saber. Na sondagem anterior do instituto, a petista aparecia com 49 por cento, contra 41 por cento do tucano em um eventual segundo turno.

No levantamento espontâneo, Dilma subiu cinco pontos e agora tem 31 por cento. Serra foi de 16 para 17 por cento e Marina manteve os 5 por cento. O presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que não pode disputar uma segunda reeleição, tem 1 por cento.

PROPAGANDA NA TV

Dos entrevistados no levantamento do Datafolha, realizado após o início da propaganda eleitoral no rádio e na TV, 34 por cento disseram ter assistido ao programa dos candidatos a presidente pelo menos um dia. Nesse grupo, a intenção de voto de Dilma sobe para 53 por cento, contra 29 por cento de Serra e 11 por cento de Marina.

O Datafolha também perguntou qual candidato está saindo-se melhor na propaganda eleitoral gratuita. Dilma é a melhor para 49 por cento, seguida por Serra com 27 por cento e Marina com 8 por cento.

O instituto apurou ainda a rejeição aos presidenciáveis. Nesse quesito, Serra tem 27 por cento, Dilma 20 por cento e Marina 16.

Quando separado em regiões, os números apurados pelo Datafolha também são favoráveis à petista. Dilma tem 60 por cento das intenções de voto na região Nordeste, ante 22 de Serra e 5 de Marina. A petista também tem larga vantagem nas regiões Norte e Centro-Oeste, 50 por cento, contra 27 de Serra e 12 de Marina

No Sudeste, a petista é favorita com 42 por cento, contra 33 por cento do tucano e 10 por cento da verde. Na região Sul há um empate técnico. Dilma tem 40 por cento, Serra 38 e Marina 10.

O Datafolha ouviu 2.727 pessoas em todo o país na sexta-feira, 20 de agosto. A margem de erro da pesquisa é de dois pontos percentuais para mais ou para menos.

(Por Eduardo Simões)