Cidade atingiu 0,5 no Ideb (Foto: Ricardo Lima/TV Sudoeste)

 A rede pública de ensino do município de Apuarema no sudoeste baiano. teve a menor nota no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) nos anos iniciais do ensino fundamental. O município atingiu pontuação de 0,5 – numa escala de zero a dez. A meta era 2,6. Em 2005, o município teve 2,1 e, em 2007, teve 2,7.

 A secretária municipal de Educação, Zaira Dias dos Santos Silva, disse ao G1 que a Prova Brasil — que compõe o índice — não é vista com importância pelos alunos, por isso o desempenho foi tão baixo.

 A Prova Brasil avalia as habilidades dos estudantes em língua portuguesa, com foco em leitura, e em matemática, com foco na resolução de problemas. As médias de desempenho no exame e o rendimento escolar (taxas de aprovação, reprovação e abandono) formam o Ideb. Os dados, calculados a cada dois anos, foram divulgados pelo Ministério da Educação (MEC) nesta segunda-feira (5).

 Zaira afirmou que foi um “choque muito grande” receber o resultado. A secretária atribuiu o baixo desempenho à falta de conscientização dos alunos na hora de fazer a Prova Brasil. “Avisamos que a prova é importante porque avalia o ensino do município, que deve ser feita com carinho, mas muitos estudantes nem sequer leem o exame e respondem qualquer coisa.”

 O prefeito de Apuarema, Raimundo Pinheiro de Oliveira (PP), também disse ao G1 estar “surpreso” com o resultado do Ideb. “É inacreditável porque a educação melhorou. Ainda faremos uma análise para saber o que houve.”

 Apuarema tem uma população estimada em 7.600 moradores, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O ensino infantil e fundamental da cidade reúne cerca de 2.000 alunos, segundo a secretária de Educação. Do Blog do Anderson