Daniel Simurro/Acheibrumado

Confirmada na manhã desta terça-feira pelo site oficial da Prefeitura de Brumado a vinda do governador Jaques Wagner (PT) a Brumado, para, juntamente com o prefeito Eduardo Vasconcelos (PSDB) e vários secretários de estado, realizar uma série de inaugurações.

O governador vem “nas últimas voltas do ponteiro”, já que no dia 03 de julho entram em vigor as restrições impostas pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) com o objetivo de evitar privilégios de candidatos em prejuízo aos seus concorrentes.

A visita representa o selar da aliança entre o Governo do Estado e o Governo Municipal, a qual foi efetivada no rompimento do PT com o PMDB na Bahia, motivo de muitas comemorações do alcaide brumadense, já que abriu as portas para a parceria com o governador.

Apesar da Copa do Mundo e dos festejos juninos o clima político começa a se acentuar e os caciques começam a trocar farpas entre si, o que promete uma disputa midiática intensa e a visita ganha sim contornos políticos, já que o atual vice-governador Edmundo Pereira Santos (PMDB) é brumadense e é o principal desafeto do gestor municipal.

A quebra da aliança com o PMDB foi um dos temas principais na convenção estadual do partido, onde os líderes petistas garantiram que o governo do estado só veio a deslanchar quando se desatrelou do partido liderado pelo ex-ministro Geddel.

Realmente a tônica dos discursos locais poderá ser essa, já que o prefeito municipal também vem declarando nos quatro cantos da cidade que as obras do governo do estado realmente só vieram a acontecer no município assim que a aliança com os pmdbistas foi desfeita, que na avaliação de Vasconcelos “puxavam Brumado para baixo”.

No cronograma das atividades consta a inauguração do SAMU 192; do SAC – Serviço de Atendimento ao Cidadão; da Praça Heráclito Cardoso e da assinatura de convênio com o Programa Minha Casa Minha Vida para a construção de 200 unidades habitacionais.

Essas obras são a realização de grandes anseios dos brumadenses e foram prometidas por vários políticos, mas, realmente, efetivadas sob as luzes da aliança com o prefeito Eduardo Vasconcelos, que vai receber uma grande oxigenação do seu mandato, já que a opinião pública local vinha lhe desferindo sucessivas críticas à sua gestão.