Chega a 33 o número de municípios baianos que estão em situação de emergência devido às fortes chuvas que atingem o estado. Segundo informações da Defesa Civil divulgadas nesta sexta-feira (16), mais de 3 mil pessoas estão desabrigadas.

Pelo menos seis pessoas morreram em todo o estado. Duas crianças morreram em Salvador após um deslizamento de terra soterrar uma casa no bairro de Vila Canária. Outro homem morreu eletrocutado enquanto fazia reparos em um fio de conexão à internet.

 Até as 14 horas desta sexta, foram realizadas 240 solicitações de emergência. Foram 105 deslizamentos de terra, cinco alagamentos de área, 42 ameaças de desabamento de imóvel, três árvores caídas e nove desabamentos de imóveis.

Segundo o órgão de meteorologia Climatempo, até a próxima segunda-feira (19) a previsão é de sol com muitas nuvens durante o dia, além de períodos nublados, com chuva a qualquer hora. É esperado que chova aproximadamente 74 milímetros até a segunda.

Desabrigados e desalojados

Pelo menos 180 famílias estão desalojadas ou desabrigadas e deverão ser encaminhadas para a Secretaria de Trabalho, Assistência Social e Direitos do Cidadão (Setad) pela Defesa Civil de Salvador (Codesal). A maioria das pessoas afetadas com a chuva é residente de Águas Claras, Bairro da Paz, São Marcos, Pau da Lima/Vila Canária e Federação.

Outras 7 mil pessoas estão desalojadas em todo o estado e mais de 170 mil foram afetadas. Cerca de 400 pessoas ficaram feridas.

Doações para as vítimas da chuva

Galpão da Conab – Rua Cônego Pereira Marinho, nº7, no bairro de Sete Portas e no Shopping Itaigara

Correio