Onze municípios da Bahia estão sob estado de emergência por conta das chuvas que tem atingido o estado desde a semana passada. Ocorreram inundações, deslizamentos de terra, desabamentos de casas e queda de pontes. Além disso, quatro pessoas morreram.

Na capital, desde quinta-feira (8), 1523 solicitações foram registradas pela Defesa Civil (Codesal). A maioria das ocorrências corresponde a deslizamentos de terra. Um desabamento do muro de contenção da Ligação Iguatemi-Paralela deixou seis pessoas feridas na sexta (9). No mesmo dia, um homem morreu eletrocutado no bairro do Tororó devido a um fio de alta tensão que estava solto na rua durante a chuva.

Trinta famílias da capital que estão desalojadas e cadastradas na Codesal serão levadas na semana que vem para um antigo galpão da Limpurb preparado pela Prefeitura para atender aos moradores.

De acordo com a Coordenação de Defesa Civil do Estado da Bahia (Cordec), a chuva também causou problemas principalmente nas cidades de Feira de Santana, Camaçari, Teolândia e Prado. Mais de 120 mil pessoas estão sofrendo as consequências do temporal em todo estado. A Cordec não divulgou o nome das outras cidades atingidas.

Em Feira, Raimundo de Jesus Ramos, 39 anos, morreu ao cair de uma ponte e ser arrastado pela correnteza de um riacho. Pelo menos 18 famílias ficaram desabrigadas na cidade e estão no Complexo Poliesportivo Oyama Pinto da Silva, recebendo assistência da Prefeitura.

Correio