As famílias atingidas pela construção das barragens nos municípios baianos e pernambucanos ao longo do rio São Francisco invadiram no final da manhã desta quarta-feira (17) o prédio administrativo da Chesf, em Sobradinho, no norte do Estado.

Cerca de 100 trabalhadores rurais quebraram com foices e machados, a porta principal do prédio e invadiram o local. Os manifestantes declararam que só vão desocupar o prédio quando forem recebidos pela direção do órgão.

iBAHIA