WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

ebook gestao financeira


novembro 2020
D S T Q Q S S
« out    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930  


:: ‘vôos’

Aeroportos do país têm 18,9% de voos locais com atrasos

Pedro Rocha, do Estadão.com.br

SÃO PAULO – A Infraero registrou, até as 20h deste domingo, 26, atrasos em 353 voos domésticos, ou 18,9% dos 1866 voos locais programados para o período. Entre as aeronaves que partiram para o exterior, 25 foram afetadas pelo problema, proporcionalmente 15,8% dos 158 voos marcados.

No aeroporto de Cumbica, em Guarulhos, 17 voos internacionais não partiram no horário previsto, 18,3% dos 93 agendados. Nos voos locais esse número foi de 41, representando 20,5% dos 200 programados. Em Congonhas 43 tiveram o problema, 20,5% do total de 172.

No aeroporto de Brasília 24 (18,3% de 131) e 1 (14,3% de 7) voos, respectivamente locais e internacionais, registraram atrasos. No aeroporto do Galeão, no Rio de Janeiro, foram afetados 24 (26,7% de 101) aeronaves para viagens no país e apenas um que iriam para fora.

:: LEIA MAIS »

Empresas aéreas exigem retomada de voos na Europa

A anulação de 63 mil voos entre a quinta-feira e o domingo, o prejuízo estimado em US$ 200 milhões por dia e a insatisfação de 6,8 milhões de passageiros reduziram a paciência das maiores companhias aéreas da Europa ontem. Depois de realizarem voos de teste na França, Alemanha, Grã-Bretanha e Holanda, as empresas passaram a defender a reabertura, ao menos parcial, dos aeroportos.

 Pressionados, ministros de Transporte dos 27 países do bloco europeu reúnem-se hoje, por teleconferência, para decidir se retomam até 50% dos voos.

O fim de semana marcou uma clara mudança de posição das companhias aéreas em relação ao suposto perigo representado pela nuvem de cinzas expelida pelo vulcão Eyjafjallajokull, na Islândia, desde a noite de quarta-feira. Até a noite de ontem, 96 horas depois dos primeiros distúrbios, 30 países haviam fechado total ou parcialmente seus espaços aéreos, entre eles Grã-Bretanha, França, Alemanha e Holanda – os maiores entroncamentos aéreos da Europa.

:: LEIA MAIS »



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia