WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

ebook gestao financeira


agosto 2019
D S T Q Q S S
« jun    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031


:: ‘sexo’

EXCLUSIVO: Família dos acusados sobre a rede de Pedofilia em Tanhaçu presta depoimento à sociedade

Os familiares afirmam que os suspeitos são inocentes de qualquer acusação.

Janine Andrade/Acheibrumado

O caso que chocou o interior da Bahia e que ainda causa revolta, agora ganha outra versão onde a família dos acusados vem a público em  sua defesa. O caso em evidência aconteceu em Tanhaçu, município de pouco mais de 20 mil habitantes, onde pelo menos 40 meninas – entre 12 e 14 anos – podem ter sido estupradas por um grupo de 20 amigos. Todo o caso gira em torno de uma aposta, onde a tarefa seria tirar a virgindade de um maior número possível de meninas.

Em alguma das matérias publicadas tem-se até a fala de algumas das vítimas. “Ele trancou a porta do quarto. Aí ele foi lá e tirou a roupa. Aí ele subiu em cima de mim, sabe? Começou a me bater. Aí eu peguei e falei assim: eu vou embora. Vou dar um grito aqui. Aí ele falou: não grita não, viu?”, relatou uma das garotas.

A polícia de Tanhaçu, após investigações e depoimentos determinou a prisão preventiva de dois suspeitos, Luiz Fernando Moreira Pereira (Dinho) e André Moreira Pereira. Dessa forma, a equipe de jornalismo online do AcheiBrumado recebu vídeos, onde a família dos acusados veio a público para mostrar o outro lado da história alegando que em nenhum momento foi procurada pela mídia para dar seu depoimento.

A avó dos acusados, diz não concordar com as acusações e que muito há, além do que esta acontecendo. “Nas cartinhas que eles me enviam sempre pedem para que eu tenha fé em Deus, pois a verdade virá à tona, que eles não fizeram nada disso. Eu acredito que eles sejam inocentes, eu tenho certeza disso, é tanto que a população veio me perguntar porque eu ainda não tomei uma providência com toda essa injustiça.” Afirma. :: LEIA MAIS »

Congresso poderá instituir o Dia Nacional do Sexo

Entre os muitos dias comemorativos do calendário nacional, o país poderá comemorar o Dia Nacional do Sexo. O deputado e músico Edigar Mão Branca (PV-BA) apresentou nesta semana uma inusitada proposta que visa estabelecer “um dia de reflexão” para pensar em maneiras “seguras, responsáveis e prazerosas de praticar sexo”. O objetivo do projeto é desfazer do imaginário coletivo a ideia de que sexo é um “ato impuro” e “uma forma de promiscuidade”. :: LEIA MAIS »

Menores fazem sexo dentro de escola para conseguir drogas em Olimpia (SP)

Cocaína era oferecida em troca de relação sexual por um adolescente

Dois irmãos de dez e 15 anos faziam sexo com outro menor de idade para conseguir cocaína, numa escola estadual em Olímpia, cidade a 448 km de São Paulo. O conselho tutelar local recebeu a denúncia do caso e em conjunto com a Polícia Militar flagrou o adolescente que oferecia a droga.

Ele ficava em uma praça em frente à escola e, no intervalo das aulas, pulava o muro do colégio para ter relações sexuais com os outros menores dentro do banheiro. Um dos irmãos conta que a prática acontecia quase todos os dias sem que ninguém suspeitasse.

Uma delegada da cidade pediu a internação do menor infrator que oferecia a cocaína. Ele vai responder por estupro de vulnerável e tráfico de drogas.

Assista ao vídeo:



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia