WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

ebook gestao financeira


outubro 2020
D S T Q Q S S
« set    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031


:: ‘protestos’

Navio com 148 brasileiros que deixaram a Líbia chega na Grécia

Estadão

Embarcação partiu da cidade de Benghazi na manhã deste sábado, depois de um atraso em decorrência do mau tempo e do mar agitado na costa do país.

O navio com 148 brasileiros que deixaram a Líbia em meio à onda de protestos e violência pelo país desembarcou no porto de Pireu, em Atenas, na Grécia, por volta das 7h20 do horário local (2h no horário de Brasília) deste domingo, 27. No total, segundo a agência AFP, estavam na embarcação 390 pessoas de várias nacionalidades, como filipinos, britânicos, portugueses, holandeses e tunisianos.

Os brasileiros são funcionários da construtora Queiroz Galvão, que fretou a viagem. Da Grécia, eles devem ainda na noite de hoje devem retornar ao Brasil de avião. Segundo o Itamaraty, o voo é fretado pela Queiroz Galvão, mas ainda não foi confirmado o dia e horário de partida.

O navio partiu da cidade de Benghazi na manhã deste sábado, depois de um atraso em decorrência do mau tempo e do mar agitado na costa do país. Conforme a Agência Brasil, a embaixada do Brasil na Grécia prestará serviços de assistência, como o fornecimento da segunda via de passaporte e autorização de retorno ao País, no caso daqueles que não tiverem documentos.

Protestos por reformas políticas no Bahrein já deixaram 4 mortos

Efe

CAIRO – Pelo menos quatro pessoas morreram e mais de 100 ficaram feridas nesta quinta-feira, 17, quando a polícia e o Exército do Bahrein investiram contra milhares de manifestantes reunidos no centro da capital Manama para pedir reformas políticas e melhorias econômicas, informou uma ONG.

Mazen Mahdi/Efe

Mazen Mahdi/Efe

Protestos no Bahrein já mataram quatro

O presidente da Associação da Juventude do Bahrein para os Direitos Humanos, Mohammed al-Maskati, assegurou que as forças de segurança empregaram munição real além de balas de borracha e gás lacrimogêneo para dispersar os manifestantes, que se concentram na praça Lulu há duas noites.

EUA elogiam protestos no Irã; polícia de Teerã detém dezenas de manifestantes

A secretária de Estado dos EUA, Hillary Clinton, manifestou na noite desta segunda-feira apoio “claro e direto” aos milhares de manifestantes que saíram às ruas do Irã em um protesto que havia sido proibido pelas autoridades do país.

 Dezenas de pessoas foram presas nesta segunda em Teerã, em marcha convocada originalmente por líderes oposicionistas para mostrar apoio às mudanças ocorridas na Tunísia e no Egito. Mas o evento iraniano acabou se transformando numa demonstração de descontentamento contra o regime do presidente Mahmoud Ahmadinejad.

“O que vemos no Irã hoje é uma prova de coragem do povo iraniano e da hipocrisia do regime iraniano – um regime que nas últimas semanas elogiou o ocorrido no Egito”, declarou Hillary a jornalistas em Washington.

:: LEIA MAIS »

Fundo Barnabé ajuda cristãos em caos do Egito

Ministério pede aos irmãos de todo o mundo que orem

 Fundo Barnabé ajuda cristãos em caos do Egito

Como a série de protestos contra o presidente Hosni Mubarak continua, o Fundo Barnabé está doando comida e atendendo a outras necessidades da população no Cairo, capital do Egito.
A associação, que apóia a igreja perseguida, disse que lojas pertencentes a cristãos estavam sendo saqueadas e que a comunidade em geral está sendo afetada pela escassez generalizada de bens essenciais. “Embora muitas lojas estejam sendo atacadas e saqueadas, as lojas de cristãos estão sendo particularmente atingidas”, afirma.
Os protestos tornaram ainda mais difícil para os cristãos realizarem cultos coletivos, algo que se tornou praticamente impossível.
Um contato no Egito, disse ao Ministério que cristãos estavam hospedados em sua casa e orando fervorosamente pela crise.
:: LEIA MAIS »

Policiais protestam por piso salarial nacional

Marília Lopes – Central de Notícias

SÃO PAULO – A Confederação Brasileira dos Trabalhadores das Polícias Civis (Cobrapol) faz a partir desta quinta-feira, 9, uma série de protestos por todo o país pedindo a aprovação do Projeto de Emenda Constitucional (PEC) 466, que regula um piso salarial nacional para bombeiros, policiais civis e militares.

Hoje os protestos acontecem no Rio e contam com a participação de todos os presidentes das entidades estaduais da Polícia Civil. Os protestos acontecem também, ainda este mês, nas outras 11 cidades sedes da Copa do Mundo de 2014.

No Rio, os protestos de hoje serão no Aeroporto do Galeão, no Cristo Redentor e no Morro do Alemão. Amanhã, 10, uma passeata sairá às 14 horas da Igreja da Candelária, em direção à Cinelândia, no Centro da cidade.

Segundo o presidente da Cobrapol, Jânio Gandra, o piso salarial nacional já é uma reivindicação antiga da categoria. “Foi aprovada em primeiro turno na Câmara, mas está parada. Os protestos são para cobrar a tramitação da PEC”, explica.

Protesto contra casamento gay na Argentina

Cristãos querem referendo para que a população decida se aceita o casamento homossexual

 Protesto contra casamento gay na Argentina

Integrantes de duas entidades evangélicas da Argentina protestaram em Buenos Aires contra o projeto que permite o casamento entre pessoas do mesmo sexo, que tem grandes chances de tornar-se lei em meados de julho.
O protesto foi convocado em frente a sede do Parlamento pela Aliança Cristã de Igrejas Evangélicas (Aciera) e a Federação Confraternização Evangélica Pentecostal (Fecep).
As duas entidades pedem que o governo convoque um referendo para que a população decida se aceita o casamento homossexual. A câmara dos deputados já aprovou a lei, no começo deste mês, por 126 votos a favor, 109 contra e cinco abstenções. “Apoiamos a ideia do plebiscito. A sociedade deve ser consultada e o governo tem que escutar seus eleitores”, disse Rubén Proietti, chefe da Aciera.
:: LEIA MAIS »

Exclusivo: Fotos da passeata (11) de parentes e amigos dos PMs presos em Conquista



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia