WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

ebook gestao financeira


janeiro 2020
D S T Q Q S S
« dez    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  


:: ‘pdt’

PDT convoca Lupi para cobrar cota do partido no governo Wagner

A Tarde

A decisão sobre a participação do PDT no governo Wagner vai passar pelo diretório nacional do partido. O presidente do diretório estadual, Hari Alexandre Brust, informou na manhã deste sábado, 22: “Passei a bola para o ministro (Carlos Lupi). Disse a ele que não tinha chegado a um acordo”. Esta decisão surpreendeu o governo baiano, que até as 21h da sexta-feira dava como certo o encontro no fim de semana para resolver a última pendência na definição do primeiro escalão.

Posta na mesa de negociação está a Secretaria da Justiça, Cidadania e Direitos Humanos (SJCDH). Não é a primeira opção, mas pode ser aceita, se entregue inteira. O empecilho é que proposta do governo exclui a Superintendência de Assuntos Penais (SAP) do pacote. “Presídios nem têm a ver com a cara do partido, mas se vier sem, a pasta fica esvaziada. Então, queremos os presídios”, explicou reservadamente um  deputado do partido.

:: LEIA MAIS »

Líderes de doações são os mais afetados pela Ficha Limpa

Marcelo de Moraes / BRASÍLIA – O Estado de S.Paulo

 Levantamento feito pelo Estado mostra que os políticos que correm maior risco de ser atingidos pela Lei da Ficha Limpa receberam doações expressivas na campanha anterior, em 2006. O grupo inclui três candidatos a governos estaduais, três ao Senado, um à Câmara dos Deputados e dois à Câmara do DF.

Ao todo, esse grupo movimentou R$ 23 milhões em receitas arrecadadas junto a doadores para suas campanhas e que foram registradas na Justiça Eleitoral.

O alcance eleitoral da nova lei produzirá impacto nas doações de campanha deste ano. A dúvida jurídica se os principais atingidos terão condição ou não de concorrer nas próximas eleições já dificulta a formação de alianças e começa a causar problemas na captação de recursos.

:: LEIA MAIS »

PDT se manifesta em torno da nomeação do futuro reitor da UESB

Todos os deputados estaduais e federais do Partido Democrático Trabalhista (PDT), que faz parte da base aliada do governo Wagner, reunidos na última segunda-feira, 24, debateram e fecharam questões em torno dos nomes dos professores Paulo Roberto Pinto Santos e José Luiz Rech, no que diz respeito a assumirem os cargos de Reitor e Vice-Reitor, respectivamente, da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb).

A vitória alcançada pela chapa formada por ambos, na eleição realizada no dia 20 de maio de 2010, nos campi de Itapetinga, Jequié e Vitória da Conquista, foi o que motivou o desejo dos parlamentares. Considerando o regimento eleitoral devidamente aprovado pelo Conselho Superior (Consu) da Uesb, a chapa dos referidos professores, alcançou o primeiro lugar. :: LEIA MAIS »

IMPERDÍVEL!!!: deputada Cidinha Campos (PDT-RJ) solta o verbo

PMDB de Minas negocia alianças para viabilizar Costa e pressionar PT

Eduardo Kattah, de O Estado de S.Paulo

BELO HORIZONTE – Para pressionar o PT, o PMDB mineiro decidiu avançar nas articulações com outros partidos visando à composição da chapa majoritária em Minas. Irritados com a disputa entre os pré-candidatos Fernando Pimentel e Patrus Ananias e a disposição do PT estadual de empurrar para o fim de maio a definição do candidato da base aliada no Estado, os peemedebistas resolveram “tocar” a pré-campanha de Hélio Costa e ensaiam um acordo com o PDT, cortejando a legenda com uma possível vaga de vice na chapa.

Nos bastidores, já se fala nos nomes do deputado federal Mário Heringer e o deputado estadual Zezé Perrella – que é presidente do Cruzeiro – para o posto. As conversas avançam também com o PR, que tem como pré-candidato ao Senado o ex-vice-governador Clésio Andrade, presidente regional do partido.

Apesar do apelo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva por um palanque único em Minas para a presidenciável Dilma Rousseff, os peemedebistas desconfiam que a estratégia do PT mineiro é jogar com o tempo e tentar “desidratar” a pré-candidatura de Costa, que até então lidera as pesquisas de intenção de voto.

:: LEIA MAIS »

Ação de trabalho escravo contra “rei da soja” se arrasta

 Justiça Federal em Mato levou onze meses para citar Erai Maggi, considerado o maior produtor de soja do Brasil, pelo crime de trabalho escravo. O “rei da soja” foi denunciado em abril de 2009 pelo Ministério Público Federal (MPF), mas a carta precatória que intimou em Rondonópolis o primo do governo do Mato Grosso e mais quatro acusados, só retornou para a 5ª Vara da Justiça Federal em Cuiabá no dia 29 de março deste ano.

No andamento processual da carta precatória, a Justiça Federal no estado justifica que a citação tinha sido devolvida em janeiro deste ano sem a citação dos acusados “em virtude da grande quantidade de mandados no final de ano, com retorno após o recesso forense”. Erai e seus irmãos Elusmar e Fernando Maggi, o cunhado José Maria Bortoli, e o dono da fazenda Vale do Rio Verde, Caetano Polato, reduziram 41 trabalhadores à condição análoga de escravo, segundo a denúncia do MPF.

Os trabalhadores foram libertados da fazenda localizada no município de Tapurah (MT), ainda em janeiro de 2008, pelo Grupo Móvel de Combate ao Trabalho Escravo do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE).

O caso dos irmãos Maggi é apenas um dos que se arrastam na Justiça e tendem à impunidade.“Quadro assustador”

“Um quadro assustador”. Assim os fiscais do TEM classificaram o que viram na fazenda arrendada pelos Maggi na época do flagrante. Por isso, o local foi interditado entre os dias 21 a 26 de janeiro de 2008. A produção de soja e algodão foi interrompida depois que os fazendeiros receberam 73 autos de infração e quando foi constatado “risco grave e iminente, capaz de causar danos à saúde e acidentes com lesões graves para os trabalhadores”. :: LEIA MAIS »

Vitória da Conquista poderá ter vice Governador na Bahia…

Por Zé Maria Caires

A IMPORTÂNCIA DO INTERIOR!

 Temos travado uma luta diária na busca da construção de um novo Aeroporto, a imprensa tem sido decisiva nessa caminhada e a sociedade tem feito a sua parte, hoje a campanha “CONQUISTA PODE VOAR MAIS ALTO”  tem eco no Sudoeste e no Estado da Bahia.

A dotação no orçamento da União de R$ 40 milhões indicada pelo ACM JR  (DEM – BA) e o Protocolo de intenções de R$ 80 milhões do Governador Wagner (PT) e Prefeito Guilherme (PT) consolida a convergência de forças políticas de situação e oposição para a mais importante obra da Região Sudoeste.

Precisamos evidentemente mostrar o valor do interior da Bahia, Vitória da Conquista é a mais importante e precisa ser reconhecida, não podemos admitir que as chapas majoritárias saiam sem que haja conquistenses na sua composição. :: LEIA MAIS »



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia