WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

ebook gestao financeira


março 2020
D S T Q Q S S
« fev    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  


:: ‘correios’

Correios lançam edital para cerca de 10 mil vagas de nível médio

Correio

As inscrições estarão abertas de 10 de janeiro a 21 de janeiro. Novo concurso deverá substituir o que está sendo questionado pelo MPF.

Os Correios publicaram no “Diário Oficial da União” desta quinta-feira (2) um edital de concurso público para cerca de 10 mil vagas em cargos de nível médio. As inscrições estarão abertas de 10 de janeiro a 21 de janeiro para os cargos de atendente comercial, carteiro e operador de triagem e transbordo. A taxa de inscrição será de R$ 30. O salário não é informado no edital.

A validade do concurso será de um ano, podendo ser prorrogado por igual período, de acordo com as necessidades e conveniência da administração.

O destino e a quantidade de vagas, os procedimentos de inscrição e os programas de provas estarão à disposição dos interessados no edital de abertura que será divulgado no site www.correios.com.br.

:: LEIA MAIS »

PT amplia guerra com PMDB para controlar Correios e Banco do Brasil

Vera Rosa / BRASÍLIA – O Estado de S.Paulo

Diante da perspectiva de comandar o Ministério das Comunicações, o PT planeja desalojar o PMDB da direção da Empresa de Correios e Telégrafos (ECT). O pedido será encaminhado pela cúpula do partido à presidente eleita, Dilma Rousseff.

A ideia, no entanto, é passar um verniz de ‘desloteamento’ político nos Correios para apresentar a reivindicação como uma tentativa de profissionalizar a estatal, alvo de uma sucessão de crises nos últimos meses.

A direção do PT aposta que o futuro ministro das Comunicações será Paulo Bernardo, atual titular do Planejamento, e já começou a vasculhar uma das chamadas joias da coroa.

Há apenas quatro meses na presidência dos Correios, David José de Matos foi indicado pelo deputado Tadeu Filipelli (PMDB-DF), vice-governador eleito do Distrito Federal, mas também é amigo de Erenice Guerra, a ministra da Casa Civil que caiu em setembro, no rastro de acusações de tráfico de influência na pasta. :: LEIA MAIS »

Caso Erenice: MTA perde contrato, leva multas todo dia e pode parar de voar para os Correios

Estadão

Personagem da crise que provocou a queda de Erenice Guerra da Casa Civil, empresa aérea não tem dinheiro para pagar combustível, procura fornecedores para fazer acordos e obriga estatal a realocar carga em outras transportadoras.

 

Personagem da crise que derrubou a ex-ministra da Casa Civil Erenice Guerra, a empresa Master Top Linhas Aéreas (MTA) caminha para fechar as portas e abandonar os contratos que mantém com os Correios. Desde 27 de setembro, a companhia não está operando grande parte dos contratos das linhas de transporte de carga aérea postal. E tem levado multas diárias por causa disso. Não tem dinheiro para combustível e começa a procurar fornecedores para fazer acordos.

O empresário argentino Alfonso Rey, dono oculto da empresa, já disse aos diretores no Brasil que, se a situação financeira piorar, pretende retirar do País os aviões que alugou para a MTA funcionar. O peruano Orestes Romero, que dirigia a empresa no Brasil, foi para o exterior desde o início da crise e não voltou mais.

:: LEIA MAIS »

Diretor dos correios entrega carta de demissão

Karla Mendes, da Agência Estado

BRASÍLIA – O coronel Eduardo Artur Rodrigues Silva acaba de entregar sua carta de demissão do cargo de diretor de Operações dos Correios. A decisão de deixar o cargo foi tomada no fim de semana, depois de novas denúncias do jornal O Estado de São Paulo.

Na primeira reportagem, o Estado revelou que o coronel assumiu cargo nos Correios para administrar a contratação de empresas privadas que prestam serviço de transporte de carga aérea, mesmo tendo presidido a empresa Master Top Linhas Aéreas (MTA), que tem contrato com os Correios.

Em reportagem publicada ontem, o Estado revelou que o coronel era testa de ferro do empresário argentino Alfonso Conrado Rey, que seria o verdadeiro dono da MTA. O coronel teria se envolvido pessoalmente em esquema montado para viabilizar a MTA no Brasil com recursos externos e driblar a legislação sobre a participação de capital estrangeiro na empresa aérea. Logo mais, às 14h30, o coronel e o presidente dos Correios, David José Matos vão ao ministro das Comunicações, José Artur Filardi.

Imagens mostram casamento em que noivos foram presos na Grande Rio

do G1

Esquema da quadrilha envolvia estelionatário, arrecadando R$ 5 milhões. Oito das 19 pessoas presas estavam na celebração neste fim de semana.

 Imagens mostram a cena do casamento em que uma quadrilha de estelionatários foi presa sábado (12), incluindo os noivos. A operação envolveu policiais civis de oito delegacias especializadas. Os presos são acusados de desviar dos Correios cartões de créditos e bancários.

Em um sítio no município de Magé, na Baixada Fluminense, estava tudo pronto para a festa. O noivo e a noiva, felizes da vida, e cerca de cem convidados. Diante do juiz de paz, chegou o momento das juras de amor, na pobreza e na riqueza. Por que será que o noivo achou graça na hora em que ouviu a palavra riqueza? Mas a alegria iria acabar. Os pombinhos nem desconfiavam que a polícia estava para chegar.

Foram cerca de seis meses de investigação. Durante todo este período, policiais se prepararam para uma missão diferente: prender criminosos em um casamento. Segundo a polícia, os noivos Maxwell da Costa e Rayza Gomes, e também o padrinho Raphael da Costa fazem parte de uma quadrilha especializada em desviar cartões de crédito enviados pelo Correio. O esquema já arrecadou R$ 5 milhões.

Entenda o golpe :: LEIA MAIS »



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia