WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

ebook gestao financeira


novembro 2020
D S T Q Q S S
« out    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930  


:: ‘Bin Laden’

Chega a 80 o número de mortos em atentado do Talibã no Paquistão

Do G1, com agências internacionais *

 Pouco após o Talibã reivindicar a responsabilidade pelo ataque desta sexta-feira (13) contra uma academia paramilitar no Paquistão e informar que o atentado é uma retaliação à ação norte-americana que resultou na morte de Osama bin Laden, líder da al-Qaeda, a polícia local divulgou um novo balanço de vítimas: 80 mortos e mais de 100 feridos.

O movimento radical islâmico do Talibã assumiu o ataque. “É a vingança para o martírio de Bin Laden”, disse o porta-voz do grupo, Ehsanullah Ehsan.

O atentado desta sexta é o mais sangrento desde que uma força especial dos Estados Unidos matou Bin Laden em uma mansão no Paquistão, no início do mês, após quase dez anos de procura ao terrorista mais perigoso do mundo, dando um forte golpe contra a rede terrorista e gerando um mal-estar diplomático entre as autoridades dos dois países.

Duas explosões ocorreram quando cadetes deixavam centro de treinamento em uma academia de policiais paramilitares. (Foto: Hasham Ahmed / AFP)
Duas explosões ocorreram quando cadetes deixavam centro de treinamento em uma academia de policiais paramilitares. (Foto: Hasham Ahmed / AFP)

Duas bombas
O ataque foi produzido por duas bombas potentes. Uma delas foi detonada or um suicida, enquanto outra, segundo a polícia local, “foi plantada” no local.

As duas explosões mataram ao menos 80 pessoas em uma academia de policiais paramilitares, localizada no noroeste do Paquistão, segundo informou a polícia local. O balanço, porém, ainda não é definitivo e pode aumentar.

:: LEIA MAIS »

Após morte de Bin Laden, líder da al-Qaeda no Iêmen promete guerra

Do G1, com agências internacionais

Manifestantes protestam contra o governo em Sanaa, capital do Iêmen, nesta terça-feira (10) (Foto: AP)
Manifestantes protestam contra o governo em Sanaa, capital do Iêmen, nesta terça-feira (10) (Foto: AP)

O líder do braço da rede terrorista da al-Qaeda na Península Arábica (AQPA), o iemenita Naser al-Wahishi, prometeu intensificar a jihad (guerra santa) após a morte de Osama bin Laden, segundo uma mensagem monitorada pelo Centro de Vigilância de Sites Islamitas (SITE), entidade americana.

“Os americanos mataram o xeque, mas devem saber que as brasas da jihad se avivarão agora, mais do que durante sua vida”, afirmou Al-Wahishi na mensagem.

“Não acreditem que o assunto terminou, o que virá será ainda pior, o que os espera será mais intenso”, completou.

A AQPA foi criada em 2009 com a fusão dos braços iemenita e saudita da al-Qaeda e hoje é um dos braços mais atuantes da descentralizada rede terrorista.

Antes, a “matriz” da rede terrorista e seu braço iraquiano também prometeram atacar alvos americanos.

Crise política
Um manifestante foi morto a tiros nesta quarta em uma ação da polícia para dispersar uma manifestação da oposição contra o governo do Iêmen na cidade de Taez, ao sul da capital, Sanaa.

A morte eleva a seis o número de manifestantes falecidos desde domingo em Taez, segunda cidade do Iêmen e foco do movimento de oposição ao presidente Ali Abdullah Saleh.

A repressão às manifestações contra Saleh já provocou 159 mortes desde o fim de janeiro em todo o país.

Bin Laden Infográfico Mapa Atualizado - 7/5/2011 - 20h43 (Foto: Editoria de Arte/G1)

EUA divulgam vídeos da vida cotidiana de Bin Laden

Último segundo

Vídeos da vida cotidiana de Osama bin Laden encontrados na mansão onde o terrorista se escondia no Paquistão foram divulgados pelo Departamento de Defesa americano neste sábado.

As gravações, obtidas pelos Seals da Marinha americana, mostram o terrorista assistindo a si mesmo em reportagem televisiva, assim como preparando mensagem em vídeo para os Estados Unidos.

No total, cinco vídeos foram divulgados. Em um deles, feito em outubro ou novembro de 2010, o ex-líder da Al-Qaeda veste uma espécie de chapéu branco e uma túnica branca, enquanto fala diretamente para a câmera, no mesmo estilo dos pronunciamentos em vídeo anteriores do líder da rede extremista. Não há áudio no vídeo, mas oficiais do Pentágono disseram se tratar de uma mensagem endereçada aos EUA.

Em uma entrevista coletiva em Washington, o Pentágono também divulgou um vídeo de propaganda gravado por Bin Laden.

Grisalho

No vídeo onde é mostrado assistindo a um programa sobre ele mesmo em um canal de televisão árabe, Bin Laden aparece sentado no chão de uma sala, enrolado no que parece ser um cobertor ou casaco, com o controle remoto nas mãos enquanto assiste à televisão. A barba do líder da Al-Qaeda parece muito mais grisalha neste vídeo do que nos vídeos de propaganda da rede extremista.

Não há nada nos vídeos divulgados neste sábado que identifiquem que Bin Laden está no esconderijo onde foi morto em Abbottabad, no Paquistão. Mas, de acordo com a BBC, a divulgação das imagens é parte de um esforço do governo americano para convencer os céticos que Bin Laden foi realmente morto na operação da semana passada.

Uma autoridades do setor de defesa dos Estados Unidos disse neste sábado que a operação que resultou na morte de Bin Laden conseguiu apreender a “maior coleção de materiais importantes ligados ao terrorismo já coletada”. As autoridades americanas estão examinando computadores, DVDs, discos rígidos e documentos apreendidos no complexo onde Bin Laden pode ter ficado escondido nos últimos seis anos. :: LEIA MAIS »

Bin Laden ameaça França por presença militar no Afeganistão

Agência Estado


Imagem do vídeo divulgado por Bin Laden nesta quarta.

DUBAI – O líder da rede terrorista Al-Qaeda, Osama bin Laden, advertiu a França, em mensagem divulgada nesta quarta-feira, 27, de que a segurança do país europeu está ameaçada, caso as tropas francesas não deixem o Afeganistão. A mensagem de áudio do líder extremista foi divulgada pela rede Al-Jazira, do Catar.

Segundo Bin Laden, o sequestro de cinco franceses ocorrido no Níger no mês passado foi uma advertência a Paris. Para o terrorista, os franceses estão cometendo “injustiças” contra “nossa nação muçulmana”.

Bin Laden citou particularmente a atuação francesa no norte e no oeste da África, onde, segundo ele, Paris apoia agentes que atuam “contra nós”. A rede de televisão lembra que o paradeiro do líder radical é desconhecido e os EUA oferecem recompensa de US$ 25 milhões para informações que levem à captura dele. As informações são da Dow Jones.

Bin Laden está escondido no noroeste do Paquistão, diz Otan

estadão.com.br

WASHINGTON – Um alto dirigente da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) disse à rede de notícias CNN nesta segunda-feira, 18, que acredita-se que o líder da organização terrorista Al-Qaeda, Osama bin Laden, e seu substituto estariam se escondendo em casas separadas na região noroeste do Paquistão.

Reprodução
Reprodução
Osama bin Laden e seu substitudo estariam vivendo ‘confortavelmente’, diz Otan

“Ninguém da Al-Qaeda vive em uma caverna”, disse a fonte, que falou sob condição de anonimato. Ele disse que a Otan acredita que Bin Laden esteja vivendo confortavelmente, protegido por membros da inteligência paquistanesa. Islamabad nega repetidamente que protege membros de organizações terroristas.

Segundo o oficial, Bin Laden têm se movido nos últimos anos do extremo noroeste paquistanês, perto da fronteira com a China, até o Vale Kurram, perto do Afeganistão. As autoridades, porém, dizem que não há relatos visuais confirmados do líder terrorista ou de Ayman al-Zawahiri, o número 2 na hierarquia da Al-Qaeda. :: LEIA MAIS »

Bin Laden ameaça EUA se mentor do 11 de setembro for executado

DUBAI – O líder da rede terrorista Al-Qaeda, Osama bin Laden, advertiu que seu grupo matará cidadãos norte-americanos caso o cérebro confesso dos atentados de 11 de setembro de 2001, Khalid Sheik Mohammed, seja executado. A ameaça está em uma mensagem de áudio de Bin Laden, divulgada hoje pela rede de televisão Al-Jazeera.

Reprodução

Reprodução

Bin Laden em uma de suas gravações frequentemente divulgadas pelo canal Al-Jazeera

 “A Casa Branca declarou seu desejo de executar (Khalid Sheik Mohammed)”, afirmou o líder extremista. “O dia que os EUA tomarem essa decisão, também estarão tomando a decisão de que qualquer um de vocês que cair em nossas mãos será executado.” :: LEIA MAIS »



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia