WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

ebook gestao financeira


agosto 2019
D S T Q Q S S
« jun    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031


:: ‘banco’

Casal suspeito de assalto a banco em Boa Nova é preso durante operação em Barra do Choça

CORREIO

Édson dos Santos, e a mulher dele, Querem Hapuque Silva dos Santos, foram localizados em um imóvel localizado no município de Barra do Choça.

Outros dois integrantes da quadrilha responsável pelo assalto ao Banco do Brasil de Boa Nova, no sudoeste da Bahia, no dia 29 de agosto, foram presos durante operação policial neste fim de semana. Édson dos Santos, o “Nego Édson”, 37 anos, e a mulher dele, Querem Hapuque Silva dos Santos, 27, foram localizados em um imóvel no município de Barra do Choça.

Com eles foram apreendidos dois fuzis, calibre 556, e vários carregadores cheios, além de farta munição. Segundo a Polícia Civil, Édson e Querem participavam do bando liderado por Adaílson Souza Lima, o “Rocerinho”, 30, que começou a ser desarticulado na semana passada.

Segundo o coordenador do Grupo Avançado de Repressão a Crimes Contra Instituições Financeiras (Garcif), delegado Jorge Figueiredo, fotos dos assaltantes, que fizeram o assalto e estão foragidos, distribuídas na última quinta-feira (22), durante apresentação de seis integrantes presos, motivou muitas pessoas a ligarem para o Disque-Denúncia e fornecer pistas de “nego Édson”.

A operação, que resultou na captura do casal, ocorreu em cumprimento de um mandado de busca e apreensão. Nego Édson, que tinha também um mandado de prisão em aberto, expedido pela Comarca de Boa Nova, ficará custodiado na Unidade Especial Disciplinar (UED), no Complexo Penitenciário do Estado da Bahia. Querem Hapuque será mantida na carceragem da Delegacia Territorial de Barra do Choça, a 502 km de Salvador. Ambos foram autuados em flagrante por porte ilegal de arma. :: LEIA MAIS »

Ex-presidente acusa o vice por rombo de R$ 2,5 bi no Grupo Silvio Santos

Estadão

Luiz Sandoval, ex-presidente do grupo, aponta pela 1ª vez os nomes dos supostos responsáveis por fraude. ‘O vice-presidente de finanças do banco mandou o contador maquiar o balanço’, revelou Sandoval, em entrevista exclusiva.

Principal executivo do Grupo Silvio Santos até o mês passado, Luiz Sandoval (foto) aponta, pela primeira vez, os nomes de dois supostos responsáveis pela fraude bilionária no Panamericano: o ex-vice-presidente financeiro Wilson Roberto de Aro e o contador Marco Antônio Pereira da Silva.

Em entrevista exclusiva ao Estado, Sandoval conta que, quando o caso foi descoberto pelo Banco Central (BC), em setembro, o contador admitiu ter maquiado os balanços do banco para esconder um rombo de R$ 2,5 bilhões e disse ter agido a mando de Aro. Ao ser confrontado sobre a acusação, afirma Sandoval, o ex-vice admitiu ter dado a ordem “para salvar o banco”.

O ex-vice e o contador podem não ser os únicos responsáveis pela fraude contábil. Mas foram os únicos, na versão de Sandoval, a admitir participação no episódio, durante reunião com a presença de outras pessoas. Procurado, Aro não quis se pronunciar. Pereira da Silva não foi localizado.

Na última quinta feira, antevéspera do Natal, Sandoval depôs na Polícia Federal. Foi espontaneamente, apresentou sua versão e abriu mão dos sigilos bancário e fiscal.

:: LEIA MAIS »

Silvio Santos pode perder o SBT caso não honre empréstimo

EBand

Apresentador deve começar a pagar empréstimo a partir de 2013.

O empresário Silvio Santos deu todas as 44 empresas, incluindo o SBT, como garantia de empréstimo para conseguir um aporte de recursos feito pelo FGC (Fundo Garantidor de Créditos) de cerca de R$ 2,5 bilhões no banco PanAmericano. A operação, solicitada pelo Banco Central, foi finalizada nesta terça-feira.

O empréstimo foi feito para salvar o PanAmericano após fraude que provocou prejuízo de R$ 2,5 bilhões. Além do SBT, a garantia inclui a empresa de cosméticos Jequiti, a Liderança Capitalização, as lojas do Baú da Felicidade e o próprio banco PanAmericano. O valor total de todas as empresas soma R$ 2,7 bilhões. :: LEIA MAIS »

Jussiape: Assaltantes invadem banco e fazem quatro reféns

Ações criminosas vêm sendo uma constante na Chapada Diamantina, principalmente no que diz respeito às redes bancárias. São freqüentes as ocorrências registradas de assalto a banco, o que tem preocupado a população.

Segundo o site L12, na manhã da última quarta-feira (20), por volta das 9 horas da manhã, a agência do Banco do Brasil da cidade de Jussiape, localizada na Chapada Diamantina, foi assaltada, pela segunda vez, num intervalo de apenas 11 meses desde o último assalto.

A quadrilha levou cerca de 20 minutos para recolher todo o valor da agência. A polícia tentou conter a ação, o que gerou uma troca de tiro com os assaltantes. Na tentativa de fuga, os bandidos ainda fizeram 04 reféns que foram liberados minutos depois. Entre os reféns estavam, além do gerente da agência, dois vigilantes e um cliente.

Policiais do Pelotão Especial da Polícia Militar de Livramento de Nossa Senhora, CAESG, Policiais Militares e Civis das cidades de Lençóis, Ibicoara, Abaíra, Mucugê, Barra da Estiva e Brumado saíram em perseguição aos bandidos, que enveredaram por uma região bastante montanhosa e de difícil acesso.

Os bandidos estavam encapuzados e abandonaram o veículo, utilizado no assalto, num trecho da localidade conhecida por “Morro Branco”, numa bifurcação que dá acesso aos municípios de Barra da Estiva e Abaíra. Foram apreendidos pela PM, além do veículo, dois coletes balísticos e uma CPU do circuito de câmeras do banco. :: LEIA MAIS »

Sindicato dos bancários relata sobre terror vivido pelos funcionários dos assaltados em Condeúba

A ousadia dos bandidos não tem limites. Em menos de 40 minutos da manhã desta segunda-feira (30) duas agências bancárias da cidade de Condeúba foram assaltadas por um bando de oito assaltantes fortemente armados. O grupo chegou à rua principal onde ficam localizados os bancos e dispararam vários tiros. Naquele momento, por volta das 10h20, três policiais que chegaram ao local foram acuados. A viatura da Polícia Militar foi metralhada pelos bandidos.

Nas ações, três assaltantes adentraram cada agência e obrigaram os clientes a ficarem deitados. Enquanto isso, outros comparsas se comunicavam através de códigos na parte externa dos bancos. Para impedir qualquer ação da vigilância ou polícia, um grupo de clientes foi colocado como barreira de proteção em frente às agências.

Terror psicológico entre funcionários :: LEIA MAIS »

RIO DO PIRES: Polícia frustra roubo a banco

Uma quadrilha foi desarticulada neste domingo (11), pela polícia no município de Caturama, momentos antes de assaltar uma agência bancária na cidade de Rio do Pires, distante 25 quilômetros do local da captura dos quatro ladrões e da apreensão de um adolescente que os acompanhava. O bando estava escondido num matagal na localidade conhecida como Umburuçu.

Encaminhados para a Delegacia de Caturama, os paulistas Roberto Carlos Ferreira Lima, 42 anos, e Juliano Prieto Nascimento, 21, o tocantinense Rogério Junior Barbosa, 26, e o mineiro Juvenal Adolfo Dias, 30, estão custodiados na carceragem daquela unidade policial. Os quatro assaltantes foram transferidos para a sede da 20ª Coordenadoria Regional de Polícia (Coorpin), em Brumado. :: LEIA MAIS »

Seis homens armados com fuzis e dinamite roubam banco de Candeal

Seis homens armados com fuzis, escopetas e dinamite invadiram a agência do Banco do Brasil do município de Candeal, a 167 km de Salvador por volta das 02h da madrugada desta segunda-feira (12) e explodiram o cofre. Hoje seria dia de pagamento dos funcionários da prefeitura da cidade.

Uma casa vizinha ao banco também ficou danificada com as explosões.Todo o dinheiro que estava no cofre foi levado pelos assaltantes, que fugiram em dois carros em direrção a Feira de Santana. Durante a fuga houve troca de tiros com policiais, mas ninguém ficou ferido. Já uma outra residância localizada praça onde houve o tiroteio ficou com marcas de tiro nas paredes. :: LEIA MAIS »

BB lança saque de dinheiro usando o celular e sem cartão

Cliente receberá código no aparelho para usar no saque.

O Banco do Brasil colocará à disposição de seus clientes, a partir de segunda-feira (8), uma nova possibilidade de saque de dinheiro sem a necessidade do cartão de débito.
Chamado de “Saque Sem”, o serviço permitirá que os clientes saquem até R$ 100 por dia em terminais de auto-atendimento sem cartão, usando o telefone celular.
O cliente terá que fazer a adesão ao serviço no caixa eletrônico. Feito o cadastro, ele terá enviar um SMS para a central de atendimento do banco, que retornará, ao celular cadastrado, um código que vale até a meia-noite do dia da solicitação. Com esse código, o cliente pode fazer o saque do dinheiro no caixa eletrônico.
“A proposta é dar uma alternativa de saque para aquelas situações emergenciais como perda, roubo ou esquecimento da carteira, ou ainda por mera conveniência quando não é possível levar o cartão, como em caminhadas e praias. O Banco do Brasil é a primeira instituição financeira a oferecer esse serviço”, diz o BB em comunicado.

G1



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia