WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

ebook gestao financeira


outubro 2019
D S T Q Q S S
« set    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  


:: ‘atirador’

Corpo de aluno de 10 anos que atirou na professora e cometeu suicídio é velado no ABC paulista

G1

David Mota Nogueira tinha 10 anos e atirou na própria cabeça. Antes, ele feriu uma professora; crime foi em escola de São Caetano do Sul.

O corpo do estudante David Mota Nogueira, de 10 anos, que atirou contra uma professora e se matou em seguida, começou a ser velado às 23h30 desta quinta-feira (22), no Velório Municipal do Cemitério das Lágrimas, em São Caetano do Sul, no ABC paulista. O crime ocorreu dentro da Escola Municipal Alcina Dantas Feijão, em uma sala de aula onde havia outras 25 crianças do 4º ano. O motivo do crime é desconhecido.

Ainda sem entender o que tinha acontecido com um menino que não tinha histórico de violência e era considerado tranquilo, a família do garoto não quis dar entrevistas.

Na porta do velório, a todo momento chegavam amigos do irmão mais velho de David, um adolescente que teria 17 anos. Alguns pais de alunos da escola também foram velar o corpo da criança. O administrador do Cemitério das Lágrimas, Roberto Morales, contou que só na manhã desta sexta (23) o local e o horário do enterro serão definidos. :: LEIA MAIS »

”Toda vez que se faz uma campanha de desarmamento, os homicídios caem”, diz ministro da Justiça

Estadão

“A campanha por si só já é válida. Mas a ideia é ir além e enfrentar essa cultura do armamento.”

O ministro da Justiça, José Eduardo Martins Cardozo, acredita que a tragédia no Rio ajuda a jogar luz sobre o Estatuto do Desarmamento. Depois do massacre, ele pretende antecipar a campanha do desarmamento, programada para junho, e iniciar as discussões sobre a restrição de posse de armas no País imediatamente.

Na Grã-Bretanha e na Austrália, depois de massacres em escolas como a de Realengo, foram tomadas medidas restritivas em relação à posse de armas por civis. A tragédia contribui de alguma forma para a discussão?
Acho que sim. Temos de debater com a sociedade quais pessoas têm condições de usar armas e em que condições. O próprio Estatuto do Desarmamento tem de ser discutido sob a ótica que estamos vivenciando. O número de homicídios e de vítimas feridas em situações de arma de fogo, voluntariamente ou por acidentes, está subindo. Por isso, temos de discutir a questão do porte, quem deve ter, para que possamos ter uma política mais restritiva de posse de arma.

Na quinta-feira, depois de saber dos ataques, o senhor falou sobre a importância de apressar a campanha do desarmamento. Quais são os planos?
Haverá um encontro em Brasília na segunda-feira com integrantes do Viva Rio, representantes da sociedade civil e parceiros do governo. Queremos agora definir o cronograma. O plano original era junho, criando novos postos de entrega e preparando o pessoal para receber as armas. Mas queremos acelerar e lançar antes, para aproveitar as reflexões que infelizmente foram provocadas pela tragédia. Vimos pelo Mapa da Violência que toda vez que se faz uma campanha de desarmamento há uma redução nas taxas de homicídio. A campanha por si só já é válida. Mas a ideia é ir além e enfrentar essa cultura do armamento. Além de outras perspectivas para aperfeiçoar a legislação em vigor.

:: LEIA MAIS »

Imagens mostram minutos após tragédia em escola do RJ

Do Youtube

 

 

Atirador mata seis e fere ao menos 13 em rua de Bratislava, na Eslováquia

Um homem abriu fogo nesta segunda-feira contra pedestres em uma rua de Bratislava, capital da Eslováquia, matando seis pessoas e ferindo ao menos 14.

 Segundo os relatos locais, quatro mulheres e dois homens foram mortos no incidente, ocorrido no distrito de Devinska Nova Res , na periferia da cidade.

 Os tiros teriam sido disparados por volta das 10h (5h de Brasília), segundo a polícia local. O bairro foi cercado pela polícia.

  :: LEIA MAIS »

Noivo comemora casamento com tiros de Ak-47 e acaba matando 3 parentes na Turquia

do Último Segundo

Turco perdeu controle de fuzil Ak-47 quando tentava atirar para o alto e, segundo testemunhas, “chuva de balas atingiu convidados”. Uma das vítimas fatais foi o próprio pai do noivo atirador.

 

Festa deu lugar ao desespero no cenário da tragédia. Atirar durante festas de casamento é prática comum na Turquia

Um homem turco matou três parentes em seu próprio casamento ao atirar com um fuzil AK-47 para o alto, para comemorar. O noivo perdeu o controle da arma quando tentava atirar para o alto, durante a cerimônia realizada na vila de Akcagoze, na província de Gaziantep, no sudeste do país. Segundo testemunhas, “uma chuva de balas atingiu os convidados”.

O pai do noivo e duas de suas tias morreram no incidente. Oito pessoas ficaram feridas. O noivo, cujo nome não foi revelado pela polícia, foi preso logo após o acidente.

:: LEIA MAIS »

Número de mortos por atirador no Reino Unido sobe a 12, diz polícia

Do G1, com agências internacionais

bird
Derrick Bird em foto divulgada pela polícia(Foto: AP)

A polícia britânica informou que o número de mortes em tiroteios no noroeste da Inglaterra nesta terça-feira (2) já chega a 12.

Os policiais também disse que o corpo do suposto atirador que teria protagonizado os crimes, Derrick Bird, foi achado. Aparentemente, ele cometeu suicídio.

O premiê britânico, David Cameron, havia dito anteriormente que pelo menos cinco pessoas morreram em tiroteios no condado de Cumbria, no noroeste inglês.

As autoridades haviam orientado moradores e turistas a ficar dentro de casa, após relatos de vários tiroteios em cidades como Whitehaven, Seascale e Coniston.

Bird, de 52 anos, teria fugido de carro para o sul da região, antes de abandonar seu veículo no campo e continuar a pé, segundo a polícia. Ainda não se sabem os motivos do ataque.

Atirador mata um e fere dois em universidade nos EUA

Incidente ocorreu na manhã desta terça-feira (9) no Estado de Ohio.

Um atirador matou uma pessoa e deixou outras duas feridas nesta terça-feira (9) pela manhã em um edifício no campus da Universidade Estadual do Estado americano de Ohio, informou a 10TV, uma emissora local.

Nenhuma das vítimas aparentemente é estudante, de acordo com informações da polícia para a TV.

Uma mensagem de texto foi enviada para os alunos da universidade, pedindo que evitassem a área do tiroteio. O atirador foi preso.

R7

Número de mortos em ataque de atirador sobe para oito nos Estados Unidos

R7

Um atirador matou pelo menos oito pessoas e deixou várias feridas em uma zona florestal da localidade de Appomattox, na região central do Estado da Virgínia (EUA), nesta terça (19), informou um policial da região ao jornal Washington Post.

 O sargento Thomas Molnar disse que a polícia já tem um suspeito, Christopher Speight, de 39 anos, que circulava na região. Ainda não há confirmação se o atirador ainda está vivo. Molnar informou que todas as vítimas são adultas, mas não divulgou seus nomes e evitou dizer se há pessoas da mesma família entre os mortos.

Dezenas de homens da Guarda Nacional, acompanhados de cães, estão no local à procura do agressor, que os recebeu a tiros. Nenhum policial ficou ferido, mas um helicóptero que ajudava nas buscas teve o tanque de combustível atingido pelo atirador e foi obrigado a aterrissar.

O massacre foi descoberto quando uma pessoa foi encontrada ferida em uma trilha nas proximidades. O motivo do ataque e o número de feridos ainda são desconhecidos.



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia