MARCUS LELLIS [@marcuslellis]
de Santos

A primavera europeia proporcionou um dia de sol em Barcelona neste domingo (9). Sem a chuva, responsável por quase todas as emoções da F1 em 2010, o GP da Espanha foi a prova mais previsível do ano até agora. Não houve surpresa: Mark Webber largou na pole-position no circuito da Catalunha, se manteve na ponta e garantiu sua primeira vitória na temporada, a segunda da Red Bull.
Apesar do triunfo do australiano, a imensa torcida espanhola que lotou as arquibancadas da pista catalã não saiu inteiramente decepcionada. Fernando Alonso terminou a corrida com a segunda colocação, graças ao infortúnio de Lewis Hamilton, que sofreu com um pneu furado faltando duas voltas para o fim.
O problema do inglês beneficiou todo mundo que estava atrás. Sebastian Vettel, que foi bastante irregular, conseguiu sair de Barcelona com um lugar no pódio. Michael Schumacher teve a sua melhor performance no ano, em quarto, seguido de Jenson Button, líder do campeonato.
Felipe Massa, Adrian Sutil, Robert Kubica, Rubens Barrichello – em uma marcante atuação após não passar do Q1 no treino de classificação – e Jaime Alguersuari completaram a zona de pontuação da corrida.
Lucas Di Grassi recebeu a bandeira quadriculada no 19º posto, o último entre todos que terminaram a etapa espanhola. Já Bruno Senna abandonou logo no início.


A prova

Sem pista molhada ou qualquer outro aspecto extra-pista que pudesse dar emoção, a expectativa na Espanha era que a largada pudesse movimentar a tabela de posições. Mas nem isso aconteceu. Webber continuou na ponta, seguido por Vettel, Hamilton, Alonso, Button e Schumacher. Apenas Massa conseguiu causar alguma bagunça nesse bloco, subindo de nono para sétimo.

E assim foi formado o pelotão da frente. No intermediário, destaque para Barrichello, que conquistou quatro lugares, passou para 13º e dava mostras de que poderia evoluir ainda mais na prova em Barcelona.
Entre os primeiros colocados, não houve qualquer mudança até a janela de paradas para troca de pneus. Webber fazia volta mais rápida atrás de volta mais rápida, aumentando sua vantagem sobre Vettel. E nada acontecia no restante do bloco.
Após o pit-stop de cada um, Button teve o que reclamar, com uma parada que demorou mais do que deveria. Com isso, Schumacher passou o inglês e assumiu o quinto posto na Catalunha.
Por outro lado, Hamilton só se beneficiou com sua troca de pneus. Na volta à pista, conseguiu roubar a segunda posição de Vettel.
Com Webber muito tranquilo à frente e nada de agito atrás, a corrida ficou monótona. Ultrapassagem era um artigo de luxo na prova. A falta de emoções só foi quebrada com o erro de Vettel, que foi para a brita, sozinho. Um problema nos freios obrigou o alemão a fazer uma parada extra nos boxes. Alonso agradeceu e assumiu o terceiro lugar.

A previsibilidade que imperou do início ao fim fez todos esperarem por um pódio formado por Webber, Hamilton e Alonso. Mas ninguém contava com o estouro do pneu dianteiro esquerdo do inglês, que abandonou a etapa faltando uma volta.

Isso garantiu a ida de Vettel ao pódio, que, depois de todos os problemas vividos neste ano, foi aconselhado a tomar cuidado e fazer o mínimo para levar o carro até o fim. E assim foi feito. Festa para a Red Bull, com a vitória de Webber e o terceiro lugar do germânico. Festa para a torcida espanhola, que viu seu ídolo Alonso no segundo posto.

Festa também para Button, que manteve a liderança do campeonato, com 70 pontos. O problema é que Alonso está na cola do atual campeão do mundo, com 67. Vettel é o terceiro, com 60.

Após o começo da fase europeia, nada de descanso para os pilotos. A próxima parada já é na próxima semana, com o tradicional GP de Mônaco, no circuito de rua de Monte Carlo. 
  F1, Barcelona, final:  

1 Mark WEBBER
Red Bull Renault
AUS 1:35:44.101 66 voltas    
 
2 Fernando ALONSO
Ferrari
ESP +24.065      
 
3 Sebastian VETTEL
Red Bull Renault
ALE +51.338      
 
4 Michael SCHUMACHER
Mercedes
ALE +1:02.195      
 
5 Jenson BUTTON
McLaren Mercedes
ING +1:03.728      
 
6 Felipe MASSA
Ferrari
BRA +1:05.767      
 
7 Adrian SUTIL
Force India Mercedes
ALE +1:12.941      
 
8 Robert KUBICA
Renault
POL +1:13.677      
 
9 Rubens BARRICHELLO
Williams Cosworth
BRA +1 volta      
 
10 Jaime ALGUERSUARI
Toro Rosso Ferrari
ESP +1 volta      
 
11 Vitaly PETROV
Renault
RUS +1 volta      
 
12 Kamui KOBAYASHI
BMW Sauber Ferrari
JAP +1 volta      
 
13 Nico ROSBERG
Mercedes
ALE +1 volta      
 
14 Lewis HAMILTON
McLaren Mercedes
ING +2 voltas NT    
 
15 Vitantonio LIUZZI
Force India Mercedes
ITA +2 voltas      
 
16 Nico HÜLKENBERG
Williams Cosworth
ALE +2 voltas      
 
17 Jarno TRULLI
Lotus Cosworth
ITA +3 voltas      
 
18 Timo GLOCK
Virgin Cosworth
ALE +3 voltas      
 
19 Lucas DI GRASSI
Virgin Cosworth
BRA +4 voltas      
 

Não completaram/nº de voltas:

20 Sébastien BUEMI
Toro Rosso Ferrari
SUI 43      
 
21 Bruno SENNA
Hispania Cosworth
BRA 28      
 
22 Karun CHANDHOK
Hispania Cosworth
IND 19      
 
23 Pedro DE LA ROSA
BMW Sauber Ferrari
ESP 1      
 
24 Heikki KOVALAINEN
Lotus Cosworth
FIN 1      
 
               
  Melhor volta            
  Lewis HAMILTON
McLaren Mercedes
BRA   1:24.357 volta 59    
       
             
  Tempo            
SOL ENTRE NUVENS ar: 20-21ºC | pista: 34-39ºC