O PR lançou a pré-candidatura de Anthony Garotinho ao governo do Rio, e a do pastor e deputado federal Manoel Ferreira ao Senado. O partido realiza hoje o congresso nacional da legenda, com a presença predominante da militância do interior do Estado do Rio e da Baixada Fluminense.

O ex-governador fluminense decidiu não se posicionar, por hora, em relação ao apoio à candidatura de Dilma Rousseff à Presidência da República, pelo PT. A ideia do PR é esperar que a petista se posicione quanto à Garotinho.

Ainda que o PR seja aliado do PT no governo federal, Dilma ainda não afirmou se vai subir em palanque no Rio com o ex-governador.

Na última pesquisa Datafolha, o ex-governador aparecia na segunda colocação na corrida ao Palácio Guanabara, com 23% a 24%. A disputa é liderada pelo atual governador do Rio, Sérgio Cabral (PMDB), com 36% a 39%. Em terceiro está Gabeira, que obteve 14% e 17%.

Garotinho, que hoje completa 50 anos, é acusado de improbidade administrativa pelo Ministério Público do Rio de Janeiro junto com sua mulher, a prefeita de Campos Rosinha Matheus.

Folha