WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

ebook gestao financeira


novembro 2021
D S T Q Q S S
« out    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930  


:: ‘fumaça’

Empresas aéreas exigem retomada de voos na Europa

A anulação de 63 mil voos entre a quinta-feira e o domingo, o prejuízo estimado em US$ 200 milhões por dia e a insatisfação de 6,8 milhões de passageiros reduziram a paciência das maiores companhias aéreas da Europa ontem. Depois de realizarem voos de teste na França, Alemanha, Grã-Bretanha e Holanda, as empresas passaram a defender a reabertura, ao menos parcial, dos aeroportos.

 Pressionados, ministros de Transporte dos 27 países do bloco europeu reúnem-se hoje, por teleconferência, para decidir se retomam até 50% dos voos.

O fim de semana marcou uma clara mudança de posição das companhias aéreas em relação ao suposto perigo representado pela nuvem de cinzas expelida pelo vulcão Eyjafjallajokull, na Islândia, desde a noite de quarta-feira. Até a noite de ontem, 96 horas depois dos primeiros distúrbios, 30 países haviam fechado total ou parcialmente seus espaços aéreos, entre eles Grã-Bretanha, França, Alemanha e Holanda – os maiores entroncamentos aéreos da Europa.

:: LEIA MAIS »

Caos no transporte aéreo europeu deve prosseguir no fim de semana

A nuvem de cinzas de um vulcão da geleira de Eyjafjallajoekull, na Islândia, deve continuar a prejudicar o transporte aéreo por boa parte do continente europeu neste sábado, segundo agência que controla o tráfego aéreo na região, a Eurocontrol.

“A previsão meteorológica sugere que a nuvem de cinza vulcânica continua a se mover rumo a leste e sudeste e seu impacto deve continuar por pelo menos 24 horas”, disse um comunicado da Eurocenter divulgado às 18 horas (horário local em Genebra, Suíça, 13 h de Brasília) da sexta-feira.

“Dos cerca de 300 voos transatlânticos que diariamente costumam aterrissar na Europa, hoje menos de 120 aterrissaram”, prossegue o comunicado.

Cerca de 60% dos voos vindos da própria Europa foram cancelados. Centenas de milhares de passageiros já foram afetados.

“Em termos de fechamento de espaços aéreos, isso é pior que 11 de setembro. A interrupção é pior do que qualquer coisa que já vimos”, disse um porta-voz do órgão que regulamenta a aviação na Grã-Bretanha, a Civil Aviation Authority. :: LEIA MAIS »

Nuvem de cinzas já causou 17 mil cancelamentos de voos na Europa

LONDRES – A nuvem de cinza gerada pela erupção de um vulcão na Islândia causou até a manhã desta sexta-feira, 16, o cancelamento de 17 mil voos em toda a Europa desde a quinta-feira, quando os aeroportos tiveram suas atividades prejudicadas ou interrompidas, segundo a Agência Europeia para a Segurança na Navegação Aérea (Eurocontrol).

Estava previsto que 28 mil aviões circulassem na quinta-feira pelo espaço aéreo europeu, mas só 20 mil decolaram. Além disso, segundo as últimas previsões, nesta sexta apenas 11 mil voos vão poder voar, segundo as mesmas fontes. A Eurocontrol informou que os aeroportos de Londres e Amsterdã são os mais afetados até o momento.

O espaço aéreo permanece completamente fechado na Irlanda, Reino Unido, Bélgica, Holanda, Dinamarca, Suécia, Noruega, Finlândia, Estônia, o norte da França (incluindo todos os aeroportos de Paris), algumas zonas da Alemanha (Düsseldorf, Colônia, Hamburgo, Berlim e Frankfurt) e da Polônia (incluído o aeroporto de Varsóvia).

O responsável de imprensa da Eurocontrol, Kayla Evans, indicou que vários especialistas vigiam a evolução da nuvem que sai do centro do vulcão e que por enquanto se dirige rumo ao leste, para ver quando é seguro reabrir o espaço aéreo, mas “os dados mudam minuto a minuto”.

Segundo as últimas informações da própria entidade, cerca de 1,36 milhão de passageiros serão afetados só nesta sexta-feira pelos cancelamentos de voos na Europa. :: LEIA MAIS »



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia