WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

ebook gestao financeira


abril 2020
D S T Q Q S S
« mar   maio »
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930  


:: 22/abr/2020 . 9:43

Próxima sexta (24) começa a campanha 30 Dias de Oração Pelo Mundo Muçulmano

Durante os 30 dias de oração pelo Mundo Muçulmano o Blog do Wal Cordeiro (diariamente) estará mobilizando cristãos em todo Brasil para participarem da campanha.

Um dos nossos objetivos aqui é ajudar a Igreja Global a compreender o mundo Muçulmano. Se não conhecemos nenhum deles pessoalmente, é muito fácil termos a percepção de que todos os eles são como os que vivem perto de nós ou como aqueles sobre que nós vemos nas notícias. Mas, é claro que isso não é verdade. Dentro do próprio Islã há muitas ideias do que significa ser muçulmano.

Estes diferentes conceitos têm influenciado as culturas muçulmanas através da história, além de se espalhar e se transformar através dos anos. A edição deste ano explora algumas dessas ideias. Nós esperamos que, ao ler este guia de oração, você possa aprender bastante sobre a diversidade que existe entre o povo muçulmano em sua expressão de fé, suas crenças e ideologias.

Também desejamos que este conteúdo o inspire a orar com um novo discernimento por eles.

Como os “30 Dias” começaram?

Um grupo de líderes em missões, durante uma reunião ocorrida no Oriente Médio em 1992, estava orando. Eles se sentiram incorretos quanto à sua atitude em relação ao mundo Muçulmano e se comprometeram a ser mais ativos na demonstração do amor de Deus por eles. O livreto 30 Dias de oração pelos muçulmanos durante o Ramadã foi uma das iniciativas de resposta, como um esforço de mobilizar cristãos a aprenderem sobre eles, orando e alcançando este povo em suas comunidades e no mundo.

Quantas pessoas participam dos 30 Dias de Oração?

O material dos 30 Dias é traduzido para 30 línguas e distribuído em 40 nações. Cada dia, durante o Ramadã, nós sabemos que centenas de milhares de seguidores de Cristo se unem em oração transformando este em um dos maiores eventos de oração mundial.

Quem escreve os artigos e produz o guia?

A equipe que produz o “30 Dias”é formada por um grupo diverso de Cristãos ao redor de todo o mundo. A maioria deles tem vivido, trabalhado e amado o povo Muçulmano por muitos anos. A cada ano, alguns contribuem com artigos, outros se voluntariam para tradução, criação do design ou distribuição do guia.

Como devemos orar?

Utilize as ideias apresentadas no guia como um ponto inicial para suas orações. Algumas páginas apresentam a Escritura, com o objetivo de despertar a inspiração. Deixe que o Espírito Santo lhe desafie a orar sobre todas as necessidades das pessoas sobre quem você leu. Nosso chamado, como seguidores de Cristo é amá-los e compartilhar as Boas Novas.

Como vocês decidem pelo que devem orar?

Todo ano nós pedimos a Deus um tema para oração. Isso ajuda para que os artigos estejam conectados e focados de forma a apresentar aos nossos leitores novas informações sobre os muçulmanos. O “30 Dias” recebe artigos de várias partes do mundo, o que torna nossa seleção parcialmente baseada pelo que recebemos, todavia, tentamos representar uma grande parcela de culturas e crenças.

Vamos orar: EGITO

Cerca de 85% da população egípcia é muçulmana

  • Tipo de Perseguição: Antagonismo étnico, paranoia ditatorial e opressão islâmica
  • Capital: Cairo
  • Região: Norte da África
  • Líder: Abdel Fattah al-Sisi
  • Governo: República presidencialista
  • Religião: Islamismo, cristianismo
  • Idioma: Árabe, inglês e francês
  • Pontuação: 76

POPULAÇÃO: 101,2 MILHÕES

POPULAÇÃO CRISTÃ: 16,2 MILHÕES

Com 76 pontos, o Egito está na 16ª posição na Lista Mundial da Perseguição (LMP) 2020, mesma pontuação e posição de 2019. Embora apenas um grande ataque contra cristãos tenha ocorrido no período, o nível de violência contra cristãos permanece alto, com ao menos 23 cristãos mortos e 124 atacados, entre outros incidentes relatados.

Cristãos no Egito explicam que a perseguição acontece majoritariamente no nível comunitário. Os incidentes variam de mulheres cristãs sendo assediadas enquanto caminham na rua a uma multidão de muçulmanos irados que forçam toda uma comunidade de cristãos a sair, tendo suas casas e pertences confiscados. Esse tipo de incidente acontece mais no Alto Egito, onde movimentos salafistas (movimentos ortodoxos, internacionalistas e ultraconservadores dentro do islamismo sunita) são ativos nas comunidades rurais. O Partido Islâmico Salafista continua a existir e opera ilegalmente. A influência do partido é considerável em sociedades rurais onde há uma alta porcentagem de analfabetismo e pobreza. :: LEIA MAIS »

A perseguição aos cristãos no Egito

Ore pela comunidade cristã no Egito, para que em unidade possa demonstrar o amor de Deus à maioria muçulmana do país

Ore pela comunidade cristã no Egito, para que em unidade possa demonstrar o amor de Deus à maioria muçulmana do país

Egito ocupa a 16ª posição na Lista Mundial da Perseguição (LMP) 2020, mesma posição do ano anterior. O principal tipo de perseguição aos cristãos no Egito é a opressão islâmica, que opera de várias maneiras. Na cultura islâmica, os cristãos são considerados cidadãos de segunda classe, o que causa discriminação no ambiente político e no trato com o Estado.

Os cristãos também enfrentam a opressão islâmica na vida cotidiana, na comunidade e trabalho. A cultura islâmica na sociedade egípcia causa discriminação e cria um ambiente em que o Estado é relutante em respeitar e reforçar os direitos fundamentais dos cristãos.

Como se observa no gráfico acima, a pressão sobre os cristãos continua em nível muito alto em todas as esferas da vida no Egito. As esferas com pontuação mais alta são a esfera nacional e família. A pontuação muito alta (13,1) na esfera família reflete, em particular, as dificuldades que o muçulmano que se converte ao cristianismo tem em relação aos casamentos, batismos e funerais cristãos. :: LEIA MAIS »



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia