WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

ebook gestao financeira


abril 2020
D S T Q Q S S
« mar   maio »
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930  


:: 16/abr/2020 . 14:48

Vamos orar: NIGÉRIA

Os cristãos enfrentam uma sufocante combinação de opressão islâmica, antagonismo étnico, paranoia ditatorial e corrupção e crime organizado

  • Tipo de Perseguição: Opressão islâmica, paranoia ditatorial, corrupção e crime organizado, antagonismo étnico
  • Capital: Abuja
  • Região: África Subsaariana
  • Líder: Muhammadu Buhari
  • Governo: República presidencialista
  • Religião: Islamismo e cristianismo
  • Idioma: Inglês, iorubá, igbo, hausa, fulani
  • Pontuação: 80

POPULAÇÃO: 200,9 MILHÕES
POPULAÇÃO CRISTÃ: 93,8 MILHÕES

Com 80 pontos, a Nigéria se classificou em 12º lugar na Lista Mundial da Perseguição 2020. No ano anterior, também estava em 12º, com 80 pontos. Os pontos de perseguição média permaneceram em 12,7, refletindo principalmente a pressão na vida dos cristãos que vivem em comunidades predominantemente muçulmanas no Norte. A pontuação para violência também permaneceu a mesma com 16,7, o máximo possível. A violência contra os cristãos pelo Boko Haram e pastores de cabra fulani, assim como por “atiradores desconhecidos”, tem causado muita dor entre os cristãos na parte nordeste do país e no Cinturão Médio, se espalhando até mesmo para estados do sudeste.

Em termos de tipos de perseguição, os cristãos enfrentam uma sufocante combinação de opressão islâmica, antagonismo étnico, paranoia ditatorial e corrupção e crime organizado.

Há muitos anos, há um processo contínuo de islamização forçada na Nigéria. Algumas pessoas se referem a isso como “jihad Dan Fodio”. Antes da chegada da administração colonial britânica, Usman Dan Fodio, um estudioso radical islâmico fulani, começou uma jihad islâmica em Gobir, em 1804. Por volta de 1808, ele tinha estabelecido o Califado Sokoto. Ele votou para impor o islamismo por meio da espada do deserto do Saara, no Norte, até o Oceano Atlântico e no Sul. Essa islamização forçada ganhou um grande impulso com a declaração da sharia (conjunto de leis islâmicas) no Nordeste da Nigéria, com início em 1999. Desde então tem se desenvolvido gradualmente, de maneira violenta ou não. :: LEIA MAIS »

Jovem cristã é sequestrada por líder islâmico na Nigéria

Com frequência, jovens cristãs são sequestradas e forçadas a casar com extremistas islâmicos na Nigéria (foto representativa)

Com frequência, jovens cristãs são sequestradas e forçadas a casar com extremistas islâmicos na Nigéria (foto representativa)

Para enfrentar a COVID-19, líderes mundiais propuseram precauções a fim de evitar a aglomeração de pessoas. Uma das medidas tomadas foi a suspensão das aulas e fechamento das escolas. Em Kaduna, estado na Nigéria, essa medida foi adotada no dia 23 de março. De acordo com a Fundação Cristã Hausa (HAFCO, sigla em inglês), que trabalha apoiando o povo minoritário hausa no país, a adolescente Joy foi afetada pela medida, mas não chegou em casa, como de costume.

Os familiares da cristã fizeram a busca pela filha e foram informados pelo chefe da aldeia de Rumi que a garota estava sob o poder do líder muçulmano de Ikara, chamado Hamza Bello. Joy também enviou mensagem de texto aos parentes pedindo ajuda. Os pais dela foram até a casa do sequestrador, onde souberam que ela tinha se convertido ao islamismo e não poderia mais viver entre os seguidores de Jesus. Apesar da insistência dos familiares, a garota não foi libertada.

Eles retornaram mais uma vez até o local de cativeiro da filha, mas foram ameaçados por jovens apoiadores do líder religioso. Então, precisaram recorrer à justiça para terem Joy de volta. Com os fechamentos dos tribunais durante a quarentena, a situação se complicou. Quando isso ocorre, o próximo passo dos sequestradores é obrigar a adolescente a casar com um radical islâmico. Infelizemente, a Portas Abertas já noticiou outros sequestros de cristãs nigerianas como as meninas de Chibok e Leah Sharibu:: LEIA MAIS »



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia