WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

ebook gestao financeira


abril 2020
D S T Q Q S S
« mar   maio »
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930  


:: 6/abr/2020 . 9:01

Vamos orar: AFEGANISTÃO

Os cristãos não podem manifestar a fé publicamente, tornando-se cristãos secretos

  • Tipo de Perseguição: Antagonismo étnico, opressão islâmica, corrupção e crime organizado
  • Capital: Cabul
  • Região: Sul da Ásia
  • Líder: Ashraf Ghani Ahmadzai
  • Governo: República islâmica presidencialista
  • Religião: Islamismo
  • Idioma: Pashto, dari
  • Pontuação: 93
POPULAÇÃO: 37,2 MILHÕES

POPULAÇÃO CRISTÃ: MILHARES

Com uma pontuação de 93 pontos, o Afeganistão mais uma vez se classificou em 2° lugar na Lista Mundial da Perseguição (LMP) 2020, mas caiu um ponto comparado ao ano anterior, por conta da diminuição da violência.

No período de referência da Lista Mundial da Perseguição 2020 (1 de novembro de 2018 a 31 de outubro de 2019), o Afeganistão suportou os mesmos níveis extremos de pressão que a Coreia do Norte, que ocupa a 1ª colocação na Lista Mundial da Perseguição. Embora a situação dos cristãos nos dois países seja muito diferente, em termos de pontuação, eles só diferem ligeiramente por conta de uma menor violência no Afeganistão.

O alto nível da pontuação reflete um novo aumento na insurgência – não só o Estado Islâmico se juntou ao Talibã no Afeganistão, como também passou a controlar uma quantidade cada vez maior do território do país. O segundo motivo é que por que em pelo menos metade do período de análise, as preparações para as eleições, em setembro de 2019, deram razão para numerosos ataques. Ao mesmo tempo, a leve diminuição na pontuação da violência, comparada ao ano anterior, reflete que tem se tornado mais difícil conseguir detalhes em áreas governadas pelas insurgências e não significa necessariamente que a violência contra cristãos diminuiu.

:: LEIA MAIS »

Vamos orar: COREIA DO NORTE

Crianças brincam na linha de trem no Norte do país

  • Tipo de Perseguição: Opressão comunista e pós-comunista, paranoia ditatorial
  • Capital: Pyongyang
  • Região: Sudeste Asiático
  • Líder: Kim Jong-un
  • Governo: Estado comunista
  • Religião: Ideologia juche, ateísmo, crenças tradicionais, budismo e confucionismo
  • Idioma: Coreano
  • Pontuação: 94

POPULAÇÃO: 25,7 MILHÕES
POPULAÇÃO CRISTÃ: 300 MIL

Em 1603, um diplomata coreano voltou de Pequim carregando vários livros de teologia escritos por um missionário jesuíta na China. Ele passou, então, a divulgar as informações presentes nos livros e as primeiras sementes do cristianismo, na forma católica romana, foram semeadas. Em 1758, o rei Yeongjo de Joseon proibiu oficialmente o cristianismo alegando ser uma prática maligna, e os cristãos coreanos foram submetidos à perseguição severa, particularmente entre 1801 e 1866. Nessa última onda, aproximadamente 8 mil católicos foram mortos em toda a Coreia.

Quando os primeiros missionários protestantes se estabeleceram permanentemente no Norte da Coreia em 1886, eles encontraram ali uma pequena comunidade de cristãos e, um ano depois, a primeira Bíblia foi impressa em coreano. A anexação da Coreia do Norte pelo Japão em 1905 (oficialmente em 1910), não intencionalmente, causou um grande aumento no número de cristãos e o cristianismo se tornou associado com movimentos que apoiavam o nacionalismo coreano. O número de cristãos aumentou, e, em 1907, começou um grande avivamento que marcou a história, a ponto da capital Pyongyang ser conhecida como a “Jerusalém do Oriente”. Centenas de igrejas surgiram e houve numerosas reuniões de avivamento. Missionários também estabeleceram instituições de ensino em todo o país. :: LEIA MAIS »



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia