WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

ebook gestao financeira


dezembro 2020
D S T Q Q S S
« nov    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  


:: ‘visita’

Dilma participa de carreata e ato público em Conquista nesta terça

Vermelho

Reduto da esquerda na Bahia, a cidade de Vitória da Conquista, administrada desde 1997 por prefeituras do PT, foi uma das surpresas eleitorais no primeiro turno. Terceira maior cidade do estado, Conquista rendeu uma votação a José Serra (PSDB) superior à obtida pela candidata petista, Dilma Rousseff (PT): 41,27% para o tucano, e 39,43% para Dilma.

Não por acaso, a maior e mais importante cidade do Sudoeste baiano, distante 512 km de Salvador, foi escolhida por Dilma Rousseff para intensificar a sua agenda de atividades de rua no estado que lhe rendeu mais de 4 milhões de votos, e onde venceu em 415 dos 417 municípios. A presidenciável desembarca em Vitória da Conquista na próxima terça-feira (26/10) para participar de carreata ao lado do governador reeleito, Jaques Wagner (PT), como parte da meta de ultrapassar a margem de 70% de votação na Bahia.

:: LEIA MAIS »

Serra visita Ilhéus e promete duplicar BR-101 no trecho até a Bahia

do Correio*

José Serra caminhou pelo centro de Ilhéus, cumprimentou populares e conversou com a imprensa (foto: Pimenta na Muqueca)

O candidato à Presidência da República pelo PSDB, José Serra, disse neste sábado (17) em Ilhéus, no sul do estado, que, se eleito, investirá em obras de infraestrutura que ajudarão a Região Nordeste. Entre elas, a duplicação da BR-101. “Comigo [a duplicação da BR-101] chegará à Bahia, porque até agora não chegou. A BR-101 e outras muito importantes”, afirmou.

Serra criticou a falta de estrutura do Aeroporto de Ilhéus, que ontem (16) não pôde receber vários voos devido às condições climáticas. Situação que levou os passageiros de companhias comerciais a ter que desembarcar em Salvador e percorrer 446 quilômetros de ônibus, aproximadamente sete horas, para chegar à cidade.

:: LEIA MAIS »

Governo Wagner não conclui hospital e prejudica população de Caetité afirma pré-candidato Paulo Souto

da ASCOM | DEM-BA

“É fundamental que o projeto do Hospital de Caetité seja retomado. Ele precisa ser equipado e concluído. Em operação, vai proporcionar um grande salto na qualidade da assistência médica no município e região”, afirmou o presidente estadual do Democratas, Paulo Souto, durante encontro com lideranças políticas em Caetité, no último final de semana. Acompanhavam o pré-candidato ao governo do estado os ex-prefeitos José Ronaldo, de Feira de Santana, e Nilo Coelho, de Guanambi, além do presidente do PSDB na Bahia, Antonio Imbassahy, do deputado federal, João Almeida, e estadual, Luiz Augusto.

O hospital não foi concluído ainda, segundo o ex-prefeito de Caetité, Ricardo Ladeia, por causa de preconceito político. “Em 2006, o então governador da Bahia, Paulo Souto, empenhou cerca de R$ 2 milhões, recurso suficiente para a conclusão e posterior funcionamento do hospital. No entanto, Jaques Wagner, que assumiu o governo no ano seguinte, não destinou os recursos para o nosso município, interrompendo o sonho do nosso povo”, relatou.

O pré-candidato ao Senado Federal, José Ronaldo, acredita que essa é uma medida mesquinha, que segue na contramão dos princípios democráticos e republicanos. “É indigno um governador que, ao assumir, encontra uma verba empenhada, que é uma verba garantida, de convênio assinado, e só porque o município tem um prefeito de oposição, ele não direciona o recurso, prejudicando a população”, criticou. :: LEIA MAIS »

Wagner diz que não se incomoda com palanque de Dilma e Geddel

do Correio*

O governador e pré-canditado à reeleição, Jaques Wagner (PT), disse durante passagem de Dilma Rousseff (PT) por Salvador, neste domingo (16), que não se importa com palanque formado pela pré-candidata à presidência da República e seu adversário na disputa regional, o ex-ministro Geddel Vieira Lima (PMDB).

‘Não vou ficar chateado se ela (Dilma) subir no palanque com Geddel. Se ele vai apoiá-la, deve subir com ele’, afirmou Wagner à reportagem do Terra. De acordo com ele a polarização se dará entre ele e Paulo Souto. ‘O que deve acontecer é uma polarização entre Serra e Dilma e aqui na Bahia entre Wagner e Paulo Souto’, garantiu.

Sobre o candidato do partido na Bahia ao Senado, o governador disse em tom de brincadeira que as iniciais serão WP. ‘A chapa está formada. Wagner, Otto (Alencar, do PP), (a deputada federal) Lídice (da Mata, do PSB) e WP’, se referindo a disputa entre Walter Pinheiro e Waldir Pires pela cadeira no Senado. A decisão deve sair nos próximos 15 dias, prevêem alguns dirigentes petistas.

Wagner disse que não se arrependeu de ter feito aliança com o PMDB em 2006 e ressaltou a importância de ter aliados como o Partido Progressista (PP) que vem como o seu candidato a vice, Otto Alencar. :: LEIA MAIS »

Paulo Souto se reúne com sociedade civil de Vitória da Conquista

da ASCOM | DEM-BA

Segurança pública, saúde, educação, infra-estrutura, transportes e política fiscal estiveram na pauta da reunião do presidente estadual do Democratas, Paulo Souto, com representantes da sociedade civil de Vitória da Conquista, na terça-feira (11/05), na Cooperativa Mista Agropecuária Conquistense (Coopmac). O ex-governador esteve na cidade acompanhado pelo presidente estadual do PSDB, Antonio Imbassahy, o ex-prefeito de Feira de Santana, José Ronaldo, e o deputado estadual Clóvis Ferraz (DEM).

A violência que aflige a cidade se espalha pela zona rural. “O prefeito diz que o problema não é com ele e o governador não resolve. A criminalidade cresce assustadoramente na zona rural principalmente pela falta de perspectivas”, denunciou o presidente do Sindicato de Pequenos Produtores Rurais de Vitória da Conquista, Júnior Figueredo.

Os pequenos produtores, segundo Júnior, têm dificuldade de acesso a crédito. “O governo estadual diz que dá apoio à agricultura familiar, mas é só propaganda. O projeto fica no papel. Na prática não funciona. O êxodo rural aumenta e incha a periferia de Conquista, gerando os problemas sociais”.

A insegurança na cidade foi ressaltada também pelo presidente da Associação Comercial, Eliomar Pedro e pelo presidente da Associação das Indústrias, Ronaldo Bulhões. “Criamos o Conselho Municipal de Segurança e implantamos um sistema de videomonitoramento no centro comercial, mas o esforço foi em vão, porque as viaturas policiais não têm combustível. A gente dá um passo pra frente e o governo anda pra trás”, disse Pedro.

O representante da Loja Maçônica de Vitória da Conquista, Antonio Lobo, denunciou que as ambulâncias do SAMU não atendem alguns bairros da cidade, porque são recebidas a tiros pelos bandidos que controlam essas localidades. “A segurança é um problema sério, mas sofremos também com a deficiência dos serviços públicos de saúde”, disse. :: LEIA MAIS »

Feira de Santana: Tarcízio acredita que Serra é a melhor alternativa para o Brasil

O discurso demorado do prefeito de Feira de Santana, Tarcízio Pimenta, voltou no tempo e relembrou ações que marcaram os currículos dos “carecas” José Serra, Paulo Souto e José Ronaldo. Tarcízio acredita que junto com os três candidatos pode dar ao município uma dimensão muito maior e, neste clima, leu uma frase de Martin Luther King: “Todos os sonhos coletivos podem ser materializados”. O chefe do executivo feirense acredita que o candidato à presidência é um dos maiores brasileiros dos tempos atuais. “É a melhor alternativa do Brasil para o futuro de todos nós”, disse, enfático, logo depois indagando as cerca de 500 pessoas presentes dentro do Spazzio (fora as que estavam do lado externo): “Quem não lembra de José Serra ministro da saúde?”. O prefeito “atacou” ainda os atuais governos estadual e federal dizendo que “Serra mostra ser possível fazer política sem mensalão e sem a compra da consciência dos cidadãos. “É a prova material de que o Brasil pode mais”, destacou. Em seu discurso, Tarcízio aproveitou para solicitar do possível presidente da república

:: LEIA MAIS »

José Serra chega à Bahia e visita Feira de Santana e Alagoinhas

Em menos de 15 dias, o pré-candidato do PSDB à Presidência, José Serra, volta a Bahia, desta vez para visitar os municípios de Feira de Santana e Alagoinhas, a 108 e 107 quilômetros de Salvador.

Em Feira, ele participa do lançamento da pré-candidatura de José Ronaldo (DEM) ao Senado, o primeiro nome oficializado na chapa de Paulo Souto (DEM), que disputará o governo. Na cidade, Serra ainda tem encontros com lideranças religiosas e visita ao Mercado das Artes.

Em Alagoinhas, ele se encontra com lideranças empresariais e políticas. A cidade é administrada pelo também tucano Paulo César Simões. No dia 14 de abril, depois de se colocar oficialmente como concorrente, Serra iniciou a campanha por Salvador. No domingo, quemdeve estar na cidade é a senadora Marina Silva, pré-candidata à Presidência pelo PV. Do Correio

SERRA ADIA VISITA A BAHIA PARA TERÇA

O pré-candidato à Presidência da República pelo PSDB, o ex-governador José Serra, adiou a sua visita às cidades de Alagoinhas e Feira de Santana, no interior baiano, para a próxima terça-feira (27). Inicialmente, a viagem estava marcada para a segunda (26). Em entrevista ao Bahia Notícias, o presidente estadual do PSDB, o ex-prefeito Antônio Imbassahy, justifica a transferência devido a uma entrevista marcada por Serra nesta quinta-feira (22) com o apresentador Luis Datena, da Rede Band, que será realizada na segunda. “É uma entrevista em rede nacional, e haveria uma dificuldade de voltar a tempo para São Paulo”, completa. O presidenciável participará do lançamento do ex-prefeito de Feira José Ronaldo (DEM) ao Senado, anunciará projetos para as regiões e, em Alagoinhas, fará contatos com organizações sociais e comerciais, além de sindicatos. Bahia Noticias

Suspensão de visita provoca motim no Complexo Policial de Brumado

Detentos do Complexo Policial de Brumado, no centro-sul baiano, fizeram um motim na manhã desta quarta-feira (21). Eles começaram a destruir as celas por conta da suspensão das visitas familiares e exigiam visitas íntimas, banho de sol e, alguns, pediam transferência para outras delegacias.

Pelo menos cinco presos foram os líderes do motim. Segundo a TV Sudoeste, há 68 pessoas no local, que tem capacidade para alojar apenas 27 presos. Representantes da Polícia Militar e um promotor público foram deslocados para a cidade e conseguiram negociar o fim do motim. Não há informações sobre feridos. As informações são do Correio

Chanceler israelense confirma boicote a Lula

O ministro das Relações Exteriores de Israel, Avigdor Lieberman, reconheceu hoje que boicotou encontros com o presidente brasileiro, Luiz Inácio Lula da Silva. Segundo Lieberman, isso ocorreu em razão de Lula ter se recusado a visitar o túmulo do fundador do movimento sionista moderno, Theodore Herzl (1860-1904).

 O chanceler confirmou que não compareceu ao discurso de Lula no Parlamento israelense nem a outros dois encontros com o líder brasileiro. Em entrevista hoje à mídia israelense, Lieberman disse que “não aceita” a decisão de Lula de não visitar o túmulo de Herzl. Ele lembrou que Lula pretende visitar o túmulo do falecido líder palestino Yasser Arafat. :: LEIA MAIS »



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia