WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

ebook gestao financeira


janeiro 2020
D S T Q Q S S
« dez    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  


:: ‘telecomunicações’

Oi não poderá cobrar pelos dias em que o serviço estiver inoperante, alerta o Procon da Bahia

A Tarde
Pane afeta serviços bancários e transações eletrônicas no comércio, que já ameaça entra na Justiça contra a Oi

A partir do meio-dia desta quinta-feira, 23, a empresa de telefonia Oi distribuirá aparelhos de celular com chip e modens 3G para os clientes impedidos de utilizar a telefonia fixa e o acesso à internet, no Centro de Convenções do Hotel Fiesta, por conta do incêndio no prédio da empresa no Itaigara. De acordo com a empresa, ainda existem 29 mil clientes da telefonia fixa e 17 mil de internet sem acesso aos serviços por conta do problema.

Nesta quarta, 22, a situação começou a se normalizar, mas os efeitos da pane nas comunicações ainda eram percebidos. Serviços públicos, como de intermediação de mão-de-obra, funcionaram precariamente, por exemplo. E isso sem contar os centros comerciais que aproveitaram para divulgar que as compras de fim de ano poderiam ser feitas normalmente.

Ainda nesta quarta, o Procon-BA informou em nota à imprensa que está cobrando da Oi um posicionamento a respeito das faturas do mês de dezembro. De acordo com a superintendente do órgão, Cristiana Santos, a informação é um direito garantido pelo Código de Defesa do Consumidor, razão pela qual a empresa tem o dever de ir a público, por todos os meios de comunicação disponíveis, para prestar esclarecimentos.

A superintendente destacou, ainda, que a empresa não poderá cobrar pelos serviços não prestados durante o período de indisponibilidade, o que poderia ser caracterizado como enriquecimento sem causa.

Solução emergencial – “Essa é uma solução para a emergência”, avisou, nesta quarta, o diretor de relações institucionais da Oi, Carlos Ademar de Aragão, durante encontro com a imprensa, na sede da empresa, na Avenida Silveira Martins (Cabula). Além dessas primeiras medidas, ele divulgou outras, de natureza intermediária, e a definitiva, que passa pela instalação de novas centrais telefônicas.

A empresa deslocou um contingente de 100 técnicos para avaliar  a extensão dos danos. Estimativas extraoficiais apontam prejuízo de, no mínimo, R$ 300 milhões. :: LEIA MAIS »

Sindicato denuncia demissões de prestadores de serviço da Oi em Vitória da Conquista

O diretor do Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Telecomunicações e Operadores de Mesas Telefônicas na Bahia (Sintel-Bahia), Wiliam Fonseca, fez uso da tribuna livre, trazendo uma denuncia contra a operadora de telefonia OI. Wiliam informou que todos os trabalhadores da empresa, que prestam serviços de telefonia fixa, estão de aviso prévio, além de terem cortados os benefícios de plano de saúde, combustível e veículos. Fonseca destacou que os poucos trabalhadores que prestam esse serviço na cidade, estão tirando dinheiro do próprio bolso para trabalhar.

Representando os vereadores da bancada de situação o vereador Jean Fabrício (PCdoB) destacou que a denuncia feita revela uma queda de receita significativa para o município. “Os vereadores estão consternados com esse fato. Devemos realizar uma audiência pública para rediscutir a perda dos empregos e fazer uma moção de repúdio às empresas de telefonia do Brasil”, afirmou. :: LEIA MAIS »



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia