WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

ebook gestao financeira


agosto 2019
D S T Q Q S S
« jun    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031


:: ‘suicidio’

Corpo de aluno de 10 anos que atirou na professora e cometeu suicídio é velado no ABC paulista

G1

David Mota Nogueira tinha 10 anos e atirou na própria cabeça. Antes, ele feriu uma professora; crime foi em escola de São Caetano do Sul.

O corpo do estudante David Mota Nogueira, de 10 anos, que atirou contra uma professora e se matou em seguida, começou a ser velado às 23h30 desta quinta-feira (22), no Velório Municipal do Cemitério das Lágrimas, em São Caetano do Sul, no ABC paulista. O crime ocorreu dentro da Escola Municipal Alcina Dantas Feijão, em uma sala de aula onde havia outras 25 crianças do 4º ano. O motivo do crime é desconhecido.

Ainda sem entender o que tinha acontecido com um menino que não tinha histórico de violência e era considerado tranquilo, a família do garoto não quis dar entrevistas.

Na porta do velório, a todo momento chegavam amigos do irmão mais velho de David, um adolescente que teria 17 anos. Alguns pais de alunos da escola também foram velar o corpo da criança. O administrador do Cemitério das Lágrimas, Roberto Morales, contou que só na manhã desta sexta (23) o local e o horário do enterro serão definidos. :: LEIA MAIS »

Goleiro Bruno tentou se matar ‘várias vezes’ na prisão, diz Macarrão

Bruno Boghossian – O Estado de S. Paulo

RIO – O ex-goleiro do Flamengo Bruno Fernandes e o amigo dele, Luiz Henrique Romão, o Macarrão, se recusaram a prestar depoimento na audiência realizada nesta sexta-feira, 17, como parte do processo por sequestro e lesão corporal contra a ex-amante do jogador, Eliza Samudio. Sete testemunhas convocadas pela defesa foram ouvidas ontem no Fórum de Jacarepaguá, na zona oeste do Rio – entre elas o diretor de futebol do Flamengo, Zico, e a presidente do clube, Patrícia Amorim. :: LEIA MAIS »

Oito morrem ataque a escola na China; assassino cometeu suicídio

da Folha

Um homem de 48 anos matou seis crianças e uma professora no quinto ataque a escolas na China em menos de dois meses. Segundo autoridades locais disseram à agência de notícia chinesa Xinhua, o homem teria cometido suicídio após o ataque.

O ataque aconteceu por volta das 8h desta quarta-feira (horário local) em uma creche, no noroeste da província de Shaanxi. Um morador do local, identificado como Wu Huanmin, teria invadido a escola e esfaqueado alunos e professores com uma faca de cozinha, segundo informações da polícia local.

Cinco garotos, duas meninas e uma professora identificada como Wu Hongying morreram. Um adulto e 11 crianças ficaram feridos e foram encaminhados para hospitais — duas estão em estado grave.

Huanmin teria voltado para casa e cometido suicídio, segundo policias disseram à Xinhua. A polícia ainda não sabe os motivos do ataque. :: LEIA MAIS »

Homem tenta suicídio dentro da delegacia de Itabuna

Paulo César Santos Dias, de 34 anos, foi preso na noite desta segunda-feira (10), após ameaçar de morte o próprio pai, de 64 anos.
 
A irmã do acusado que também sofreu ameaças, disse ao Radar Notícias, que Paulo é viciado em drogas a vários anos, e que nesse dia ele invadiu a  casa da família no bairro Pedro Jerônimo, Rua de Fátima e tentou pegar uma faca para matar o Pai,mas foi controlado por outras pessoas.
 
A irmã ainda disse que ele nunca trabalhou, e é sustentado por uma mulher.
 
Paulo foi detido e encaminhado para a delegacia de Itabuna, no momento em que era feita a ocorrência, ele utilizou a camisa como uma corda, amarrando-a na grade da cela, mas  foi visto por um agente da Civil, que com uma faca cortou a camisa, impedindo a morte do homem. Do Radar Noticias

Jovem condenado por matar colega na USP comete suicídio

O ex-estudante de jornalismo Fábio Le Senechal Nanni, de 26 anos, se atirou no início da tarde desta segunda-feira do sexto andar de um prédio no bairro do Cambuci, zona sul de São Paulo, segundo informou a polícia.
Fábio era ex-estudante de jornalismo da Universidade de São Paulo e foi acusado pela morte do colega Rafael Azevedo Fortes Alves, a facadas, dentro da instituição, em 2005.
:: LEIA MAIS »

Escritora e colunista JUDITH JABUR DE MOURA se mata com um tiro na cabeça em Itapetinga

IMORTAL DA ACADEMIA ITAPETINGUENSE DE LETRAS, JUDITH TÊM 08 LIVROS ESCRITOS: Diálogo Silencioso, Face Real, Suando Medo, Nunca Mais, Luzes no Sertão, Nas Asas do Silêncio, Sonhos e Amanhecer e Histórias e Causos de Itapetinga.

Suicidou-se com um tiro na cabeça a Escritora e Poetiza JUDITH JABUR DE MOURA, 64 anos. Judith morava na Avenida Pompílio Espinheira 228. A polícia suspeita que a mesma tenha praticado o suícidio entre às 10:00 h. às 12:00h. da manhã. Segundo informações da família por volta dás 12:00 h. o marido da escritora Jayme Fernandes Moura chegou em sua residência e não à encontrou, porém ao ver a porta do quarto fechada acreditou que ela pudesse se encontrar descansando. Por volta dás 14:00 h. ele à chamou e encontrou a porta do quarto do casal ainda trancada, tentando acordá-la chamou ainda por repetidas vezes, ligando inclusive para o celular de Judith, que de dentro do quarto era ouvido tocando. Jayme, preocupado, ligou para o médico particular de sua esposa, acreditando que ela pudesse estar tendo problemas de saúde, porém, por volta dás 15:00 h. ele acabou por arrombar a porta do quarto encontrando a escritora morta sobre a cama, de camisola. Judith possuía uma perfuração no lado direito da cabeça, proveniente de um disparo de arma de fogo. A arma foi encontrada :: LEIA MAIS »

Mulher cai do 5º andar de motel na zona norte do Rio

Polícia suspeita que o namorado possa ter sido o responsável pelo incidente.

Uma mulher, ainda não identificada, caiu, na manhã desta terça-feira (9), do 5º andar de um motel localizado na rua Maxwell, no Andaraí, na zona norte do Rio de Janeiro. Segundo as primeiras informações passadas por agentes do Batalhão de Polícia Militar da Tijuca, a moça estava com o namorado quando ocorreu o incidente. Ela foi socorrida com vida e levada para o hospital do Andaraí. :: LEIA MAIS »

Polícia investiga morte de professora que caiu de edifício

CAMPO GRANDE – A professora Acácia Regina Milhomem dos Santos, 44, morreu hoje por volta da 1 hora da tarde, em Campo Grande. Ela caiu do terraço do edifício onde morava, de 12 andares. O caso é investigado, mas a polícia suspeita de suicídio.

A tragédia ocorreu no edifício Campo Grande, na esquina da rua 13 de Junho com a rua Dom Aquino, em frente ao Belmar Fidalgo.

Acácia era ex-mulher do ex-deputado federal Ben Hur Ferreira, com quem teve um filho hoje com 17 anos de idade. Em 1998 ela candidatou-se a deputada estadual, mas não foi eleita. 

De acordo com depoimento de uma sobrinha da professora, Acácia avisou que ia descer para almoçar. Ocorre que ao invés disso, a professora subiu até o terraço do prédio de onde caiu.

O corpo dela foi achado no telhado da garagem do edifício. Ela sofreu fraturas múltiplas. Morreu na hora, segundo os policiais que ainda examinam o local.

Ainda segundo a parente de Acácia, ela enfrentava uma crise depressiva.

Midia max



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia