WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

ebook gestao financeira


dezembro 2019
D S T Q Q S S
« nov    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  


:: ‘ssp-ba’

Pacto pela Vida prevê Campanha de desarmamento na Bahia

REDE BAHIA | G1

O governo baiano vai implantar postos de coleta de armas e munições. Campanha do desarmamento quer diminuir a violência.

A assinatura nesta segunda-feira (6), do Pacto pela Vida entre o governo da Bahia e Ministério da Justiça, prevê também,  o lançamento da campanha de desarmamento no Estado com a implantação de postos de coletas. Estes postos de coleta de armas de fogo, acessórios e munição, será feito em parceria com os municípios e representantes da sociedade civil.

A campanha prevê ainda, a capacitação dos profissionais de segurança pública estaduais para o recebimento destas armas e a disponibilização de material gráfico para realização da campanha no estado. Atualmente, a entrega de armas, acessórios e munição pode ser feita nas unidades da Polícia Federal de Salvador, Feira de Santana, Vitória da Conquista, Ilhéus e Porto Seguro.

A campanha Nacional do Desarmamento 2011 tem como objetivo,  mobilizar a sociedade brasileira para retirar de circulação o maior número de armas de fogo possível e contribuir para a redução da violência no País.

 

Chegada do oxi à Bahia preocupa polícia e profissionais da saúde

Correio

DTE avalia formas de inibir a venda da droga mais letal que o crack. Saiba o que o oxi pode fazer ao seu organismo.

A pedra tem pouco mais de uma grama, peso parecido ao de uma bolinha de gude. O acabamento tosco e a coloração amarelada lhe dão uma cara de doce envelhecido. Mas se na palma das mãos ela ganha um aspecto simplório, quando queimada e pitada em um cachimbo, é capaz de devorar o usuário em até oito meses.

Essa pedrinha traiçoeira chamada oxi – pronuncia-se ócsi -, já começou a ser garimpada em solo baiano e está preocupando a Polícia. Na terça-feira, foram apreendidas 87 pedras em Itapetinga, a 623 quilômetros de Salvador. Elas estavam com Vinícius Ribeiro Moura, 23 anos.

O delegado plantonista da Delegacia de Repressão a Tóxicos e Entorpecentes (DTE), André Garcia, afirmou que o Departamento de Narcóticos se reunirá para discutir as medidas para inibir o tráfico da droga, que ainda é pouco conhecida em Salvador. Segundo a Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP), 30% dos usuários morrem nos primeiros oito meses de uso.

“O oxi é parecido com o crack, é feito da pasta da cocaína, só que é produzido com material bem mais barato. Aí mora o perigo”, explicou. A mistura leva cal virgem, combustível – pode ser gasolina, querosene ou diesel -, e fluido de bateria de automóveis, todas substâncias altamente corrosivas.

:: LEIA MAIS »

Wagner afirma que outras Bases de Segurança serão inauguradas na Bahia

A Tarde

“É inadmissível que a marginalidade queira ser subprefeitura ou coordenação local”, disse o governador do Estado, Jaques Wagner, durante a inauguração da Base Comunitária de Segurança do Calabar, na manhã desta quarta-feira, 27. Segundo ele, outras Bases Comunitárias virão. “Existe uma lista de obstáculos a serem vencidos, mas já está bem melhor. Era preciso ir para a rua e colocar as coisas no lugar”.

O ato oficial significa a passagem de comando Batalhão de Choque para a polícia comunitária. Serão 120 PMs organizados em grupos para patrulhas a pé, de moto ou carro, diariamente e em áreas predefinidas. Onze câmeras formarão o sistema de videomonitoramento. Segundo informações da comandante da base, capitã Maria Oliveira, quatro estão em fase de teste.

Titular da pasta que fez a instalação da Base Comunitária, o secretário de Segurança Pública da Bahia, Maurício Barbosa, foi o responsável pela escolha de uma mulher como capitã da Base. “A mulher é mais sensível e isso ajuda no trabalho de aproximação com a comunidade”, explicou.

A capitã Maria Oliveira, que assume o comando no Calabar, disse que acredita no projeto. “A polícia está mais próxima da comunidade, 40% dos policiais que ficarão aqui são mulheres”, disse. Sobre a escolha, Oliveira se disse surpresa. “Fiquei sabendo há dez dias. O secretário foi ao Rio de Janeiro e percebeu como era importante o papel da mulher”, afirmou. :: LEIA MAIS »

Agentes penitenciários são presos por facilitar entrada de armas e drogas na cadeia de Jequié

Correio

As prisões acontecem depois de oito meses de investigação.

Três agentes penitenciários do Conjunto Penal de Jequié foram presos nesta sexta-feira (17) acusados de facilitar a entrada de armas e drogas na cadeia. O diretor do presídio, o advogado Deolindo Gomes Neto, também foi conduzido à delegacia por porte ilegal de arma. As informações são da TV Bahia.

O agente penitenciário Jurandir Santos Santana teve a prisão temporária decretada. Já os agentes Antonio Marcos Silva Matos e Nilson Lima Ribeiro tiveram as prisões preventivas decretadas. Todos estão presos no Complexo Policial de Jequié.

Durante as buscas no Complexo, a polícia encontrou armas e drogas, além de aparelhos celulares, tudo em poder dos presos. Na sala do diretor, foi encontrado um revólver calibre 38 sem registro. O diretor não tem autorização para porte de arma. Ele prestou depoimento na delegacia e foi liberado após pagar fiança. Ele responderá por porte ilegal de arma.

:: LEIA MAIS »



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia