WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

ebook gestao financeira


setembro 2019
D S T Q Q S S
« ago    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930  


:: ‘sesab’

Sesab confirma em Jequié primeira morte por dengue na Bahia em 2011

Correio

Moradora de Jequié, no centro sul da Bahia, morreu no dia 27 de janeiro. Cândido Sales também tem casos confimados de dengue hemorrágica.

 

Prefeitura e população de Jequié tem realizado diversas campanhas de combate ao mosquito da dengue

Uma mulher de 61 anos morreu em Jequié, no centro sul da Bahia, vítima de dengue hemorrágica no dia 27 de janeiro. Este é o primeiro caso de morte pela doença confirmado no estado da Bahia. Segundo a Secretaria Estadual da Saúde (Sesab), já foram registrados 3569 casos de dengue em 191 municípios do estado.

Quanto às formas mais graves da doença, foram confirmados oito casos nos municípios de Andaraí, Barra, Barreiras, Cândido Sales, Jequié e Salvador.

Disputa entre empresas ameaça a prestação do serviço de saúde na Bahia

do A Tarde

Empresa ameaça retirar equipamentos hospitares alugados pela Sesab, por falta de pagamento Disputa entre as empresas Alliance S/A, contratada pela Secretaria da Saúde do Estado (Sesab) para locação e manutenção de 386 equipamentos, e a sublocada CVM Empreendimentos pode resultar em descontinuidade de serviços à população da Bahia. Isso porque a empresa Alliance – denunciada judicialmente e ao Tribunal de Contas do Estado (TCE) pela CVM por não-pagamento de R$ 1,5 milhão – ameaça retirar equipamentos locados a hospitais públicos em Salvador e interior.

 Não bastasse o imbróglio entre empresas, segundo a Alliance, o contrato com a Sesab, de R$ 61,824 milhões, expirou em abril, sem que se tenha renovado o acordo comercial ou nova licitação para a locação das máquinas. Em ano eleitoral, segundo a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), só é permitido licitação até final de abril.

  :: LEIA MAIS »

Irregularidades na Sesab investigadas pelo MP foram denunciadas por Bacelar

O deputado estadual João Carlos Bacelar (PTN) lembrou hoje que as denúncias de irregularidades em dispensas de licitações na Secretaria de Saúde do Estado (Sesab) para contratação de empresas de conservação, limpeza e apoio operacional foram feitas por ele ano passado. “Ano passado denunciei aqui, na farra das licitações, que o governo Jaques Wagner continuava a manter relações escusas com empresas ligadas a área conservação, limpeza e apoio operacional, situação que vinha sendo investigada pela Polícia Federal e, naquele momento, não faltaram os áulicos do governo petista e do secretário da Saúde Jorge Solla a me criticar. Pois bem, agora é o Ministério Público quem investiga as relações do governo com essas empresas. :: LEIA MAIS »

Jorge Solla garante que números indicam avanço na área da saúde

Em quase duas horas de exposição ontem na Assembleia Legislativa, o secretário estadual da Saúde, Jorge Solla, apresentou números que mostram a evolução da Bahia neste setor. Segundo ele, entre 2007 e 2009, houve melhoras em praticamente todos os indicadores de saúde, além da significativa ampliação dos investimentos do governo na área.
“Em três anos, os investimentos anuais na saúde saltaram de R$ 1,8 bilhão para R$ 2,9 bilhões”, afirmou. Solla esteve na Assembleia para participar de uma reunião extraordinária da Comissão de Saúde e Saneamento, presidida pelo deputado Álvaro Gomes (PC do B). O encontro, realizado no auditório do Memorial do Legislativo, no Palácio Luís Eduardo Magalhães, contou com a presença de dezenas de parlamentares, além de um grande número de funcionários da própria Secretaria da Saúde do Estado (Sesab). :: LEIA MAIS »

Guanambi: Deputado Bacelar denuncia descontrole de dispensas de licitações na Sesab

O deputado estadual João Carlos Bacelar (PTN) denunciou no dia 23 (terça) o total descontrole nas dispensas de licitações da Secretaria de Saúde do Estado, onde até diretor de hospital do interior está autorizado a fazer processos de dispensa de licitação. ”É o total descontrole. O diretor-geral do Hospital Regional de Guanambi, Ariovaldo Vieira Boa Sorte, dispensa licitação emergencial para ampliação da UTI da unidade de saúde. Essa era uma atividade inerente ao secretário de saúde. Hoje, na Sesab, qualquer pessoa está autorizada a proceder dispensa de licitação. O secretário está delegando direito da secretaria para terceiros. São R$450 mil em dispensa de licitação e o elemento de despesa não é apropriado, deveria ser de capital e não de custeio”, afirmou Bacelar. Ainda segundo o parlamentar, a Sesab não atende a recomendações do Tribunal de Contas do Estado e do Ministério Público para realizar licitações e não banalisar o elemento ”dispensa de licitações”. :: LEIA MAIS »

Oposição representa contra mais um contrato da Sesab

A bancada de oposição na Assembleia Legislativa vai representar ao Ministério Público a respeito da reforma do Hospital Eládio Lasserre, para que sejam apuradas as irregularidades no processo de licitação, similares às que obrigaram a Procuradoria Geral do Estado (PGE) a interromper o processo de licitação do Hospital da Chapada. Conforme os registros do Transparência Bahia, foram pagos mais de R$ 1,9 milhão para obras na estrutura física da unidade, enquanto o edital previa apenas a gestão do hospital, situado em Cajazeiras.”O próprio presidente da comissão de licitações da Sesab afirmou que foi usada no Hospital da Chapada a mesma sistemática do Eládio Lassere. Com o agravante que as obras já foram realizadas no hospital de Cajazeiras, não por coincidência, pela empresa SM Empresarial e Gestão Hospitalar. No Hospital da Chapada conseguimos impedir um ato irregular. Mas no caso do Eládio Lasserré, as obras já foram realizadas”, afirmou o deputado Carlos Gaban. :: LEIA MAIS »



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia