WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

ebook gestao financeira


dezembro 2019
D S T Q Q S S
« nov    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  


:: ‘servidores’

Servidores do PSF são demitidos da ASAS por determinação da Prefeitura de Vitória da Conquista

Ascom | Simmp

Médicos, dentistas, enfermeiros, técnicos de enfermagem e técnicos de saúde bucal do Programa de Saúde da Família de Vitória da Conquista foram surpreendidos nessa tarde de quinta-feira, dia 07 de julho, com o protocolo de aviso prévio entregue pela ASAS (Associação de Apoio à Saúde Conquistense), que determina a demissão em massa desses profissionais.

Existe um TAC (Termo de Ajuste de Conduta), assinado pela presidente da ASAS e pelo prefeito municipal, o Sr. Guilherme Menezes, com o Ministério Público do Trabalho, que determina o fim do convênio entre Prefeitura e ASAS até 31 de dezembro desse ano, além da realização de concurso público para o provimento dessas vagas. Porém, o governo municipal, surpreendentemente, antecipou essas demissões para o dia de hoje.

O SINDSAÚDE, SINDMED, ASAS e Governo Municipal participaram da terceira rodada de negociação salarial, ontém (06/07), onde foi discutida a pauta de reivindicação salarial da categoria e a transição entre a demissão e recontratação desses servidores. Ficou acordado que seria montada uma comissão bipartite, entre sindicatos e governo, para conduzir esse processo. Porém, o governo atropelou o processo de negociação, de forma autoritária, desrespeitando os acordos firmados em mesa.

:: LEIA MAIS »

Senado aprova aumento salarial para 32 mil servidores federais

estadão.com.br com Agência Senado e Agência Brasil

Os senadores aprovaram nesta quinta-feira, 17, aumento de 18% para servidores do governo federal. O aumento vale a partir de 1º de julho deste ano e o percentual que será aplicado novamente à remuneração a partir de 1º de abril de 2011. O impacto previsto na folha salarial do governo federal é de R$ 401 milhões neste ano, R$ 773 milhões em 2011 e R$ 791 milhões em 2012. O reajuste foi negociado no ano passado e já consta, inclusive, do Orçamento deste ano. O projeto, de iniciativa do Executivo, segue agora para sanção do presidente Lula.

Entre os 32.763 servidores contemplados estão os pertencentes ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento; os agentes penitenciários federais; os empregados do Hospital das Forças Armadas; além de membros da carreira de auditoria do Sistema Único de Saúde (SUS) e da Agência Brasileira de Inteligência (Abin). :: LEIA MAIS »

Servidores da Saúde de Vitória da Conquista ameaçam parar caso não sejam iniciadas as negociações

da Ascom | Sindsaude

 Melhorias nas condições de trabalho estão entre as principais reinvindicações da classe

 Os servidores da ASAS (Associação de Apoio à Saúde Conquistense), estão em campanha salarial, porém, ainda não foram convocados pela prefeitura para dar início às reuniões de negociação. Por esse motivo, na última assembléia da categoria, que aconteceu sexta-feira, 11/06, na Câmara de Vereadores, foi votado e aprovado o indicativo de greve.

  :: LEIA MAIS »

Greve dos servidores da Justiça baiana é decretada ilegal

Rogério Paiva/Tribuna da Bahia

 A juíza Lisbete Maria Teixeira Almeida Cézar Santos considerou ilegal e abusiva a greve dos servidores do Judiciário baiano. Na decisão, que deferiu liminar impetrada em ação civil pública proposta pelo Estado da Bahia, ela determinou que os servidores voltem ao trabalho imediatamente.

 Até o fechamento desta edição o comando de greve estava reunido com representantes do Tribunal de Justiça do Estado da Bahia para negociar uma solução para o impasse, já que a categoria decidiu ontem à tarde manter a paralisação até pelo menos a próxima segunda-feira, quando realizará uma nova assembleia. No encontro, no Auditório do Sindicato dos Bancários (Rua Carlos Gomes), os servidores vão votar a continuidade ou não do movimento.

  :: LEIA MAIS »

Conquista: Sessão mista na câmara discute situação do servidor municipal

Por Rodrigo Ferraz

Uma sessão mista foi realizada na manhã desta segunda-feira (07) na câmara de vereadores de Vitória da Conquista para discutir a situação do servidor municipal. O evento foi marcado por muita polêmica. A categoria, que marcou presença e lotou as dependências, se manifestou contra a prefeitura e mostrou força neste período de greve. Durante um certo momento o presidente do legislativo, Gildásio Silveira (PT), teve que suspender a sessão por três minutos devido aos protestos dos servidores no momento da participação dos representantes do poder público.

 O parlamentar Arlindo Rebouças (PMN), autor do requerimento, disse que o servidor precisa ser valorizado. “A greve é um direito de todos e a categoria precisa se mobilizar desta forma. Esperamos que um acordo seja feito, por isso tivemos a iniciativa de realizar essa sessão, aproximando a categoria do poder público”. :: LEIA MAIS »

GREVE: servidores municipais de Vitória da Conquista interditam avenida

Servidores interditaram a Avenida da Integração na manhã desta quarta-feira | Foto: João Melo/A Semana Em greve geral desde a última sexta-feira (28), os servidores municipais de Vitória da Conquista interditaram a BR 116, no perímetro urbano do município na manhã desta quarta-feira (2).  Debaixo de uma garoa fria, funcionários de vários setores bloquearam com pneus a Avenida Brumado e laterais da rodovia. A Polícia Rodoviária Federal (PRF) esteve no local, mas não houve necessidade de intervenção. O servidores lutam por melhoria salarial e bate na mesma tecla: Servidores da Prefeitura estão sendo ignorados totalmente pelo Poder Público do município. Depois do protesto, o grupo saiu em direção ao centro da cidade, sempre acompanhado de carro de som e uma banda de música, com apitaço e muita zoada. Do Blog do Anderson

Conquista: Prefeitura e sindicato dos professores continuam em negociação salarial

Em mais uma rodada de negociação salarial com o Sindicato do Magistério Municipal Público /SIMMP, a Comissão de Negociação da Prefeitura de Vitória da Conquista, composta pelos secretários Eliabe Gouveia (Administração), Coriolano Moraes (Educação) e Márcio Higino (Governo), apresentaram na tarde desta terça-feira, 1º, dados técnicos que embasam a proposta de reajuste apresentada pela administração municipal.

Os índices de reajuste apresentados devem gerar um impacto superior a 329 mil reais por mês na folha de pagamento do Município. Além disso, os sindicalistas tomaram conhecimento que a Prefeitura utiliza atualmente 53,21 % da sua receita para pagamento de pessoal, sendo que o limite legal, estabelecido pela Lei de Responsabilidade Fiscal, é de 54%. :: LEIA MAIS »

Greves mudam rotina dos moradores de Vitória da Conquista

da TV Sudoeste/ Blog do Marcelo 

Em Vitória da Conquista, quem precisou de transporte coletivo ou de serviços nas repartições públicias municipais, teve dificuldade nesta sexta-feira (28/05). Motoristas e cobradores mantém a greve e os funcionários públicos municipais também pararam as atividades.

Em greve, servidores protestam em frente à prefeitura de Vitória da Conquista

Os servidores municipais de Vitória da Conquista entraram em greve nesta sexta-feira (28. A categoria reivindica 15% de reajuste salarial. De acordo o presidente do Sindicato dos Servidores Municipais (Sinserv), José Marcos, a campanha salarial dos servidores foi iniciada em dezembro de 2009. “O reajuste estudado junto aos órgãos competentes e solicitado ao poder público é de 15% para todos os níveis. No entanto, o Município ofereceu apenas 8.35% para os níveis 1 e 2 e 4.13% para os demais níveis,  alegando que se conceder este percentual solicitado pelos servidores, ultrapassará o limite da Lei de Responsabilidade Fiscal”, disse o presidente. Do Blog do Anderson

Servidores municipais de Vitória da Conquista entram em greve a partir de sexta-feira

Por Rodrigo Ferraz

Servidores municipais de Vitória da Conquista realizaram uma assembléia na manhã desta terça-feira (25) na câmara de vereadores. Durante a reunião, ficou decidido que a categoria entra em greve por tempo indeterminado a partir da próxima sexta-feira (28). Logo depois do encontro, os funcionários se espalharam pelas ruas da cidade com faixas, apitos e carros de som.

O presidente do sindicado dos servidores municipais (Sinserv), José Marcos, revelou que a prefeitura não deu a menor importância para o reajuste solicitado pela categoria, que gira em torno de 15%. “Tomamos essa decisão porque o poder público ignorou o funcionalismo. Do jeito que está não pode ficar”, desabafa. Do Blog da Resenha

Governo deu reajuste de até 576% para servidor

Lula determinou que não se concedam mais reajustes salariais neste ano

 Governo deu reajuste de até 576% para servidor

Ao longo de oito anos os servidores públicos passaram de mal remunerados a invejados pelo mercado. Em alguns casos, o reajuste ao longo deste período chegou a 576%. É o caso dos pesquisadores em topo de carreira do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep), que iniciaram 2003 com salário de R$ 1.959,00 e hoje ganham R$ 13.249,00.

O salto salarial foi fruto de um acordo fechado em 2008 com várias categorias, que deixarão ao sucessor de Lula uma fatura de gastos adicionais com folha de R$ 35 bilhões só em 2011. Ainda assim, Lula chega ao fim de seu último ano enfrentando uma onda de greves que pode aumentar esta semana. O Inep é um dos órgãos atualmente parados.

Os números constam de um levantamento que o ministro do Planejamento, Paulo Bernardo, entregou ao presidente. Diante dos números, Lula determinou que não se concedam mais reajustes salariais neste ano. Mandou também cortar o ponto dos grevistas e questionar na Justiça a legalidade das paralisações. :: LEIA MAIS »

LULA AVISA QUE NÃO DARÁ REAJUSTE A SERVIDORES

O presidente Lula pediu a 15 ministros de seu governo que deixem claro que não haverá mais reajuste a servidores neste ano, em reunião na noite desta segunda-feira (10). “A reunião foi para dizer que ministro e dirigente de autarquia não é sindicalista e não tem que defender reivindicação de servidor. Não haverá reajuste em 2010”, disse o ministro Paulo Bernardo (Planejamento) depois da reunião. Além da greve de servidores do Ibama e de algumas universidades federais, os funcionários do Judiciário também ameaçam parar. Paulo Bernardo afirmou haver um “surto” de votações de projetos que aumentam as despesas do governo pelo Congresso. Segundo o ministro, há uma série de “bondades” que poderão ser votadas neste ano eleitoral pelo Legislativo, como o reajuste para os funcionários do Judiciário e a criação do piso salarial para policiais militares e bombeiros. Sobre os grevistas, o ministro ainda fez ameaças. “Tem uma certa agitação, o pessoal achando que, como está perto das eleições, vão tirar mais um pouco. Vamos descontar os dias parados”, afirmou. Do Bahia Noticias

JUSTIÇA ELEITORAL EM GREVE A PARTIR DE SEXTA

A Justiça Eleitoral da Bahia decidiu que entrará em greve geral a partir da próxima sexta (7). A paralisação foi definida após uma assembleia ocorrida na segunda (3) com a premissa de forçar a aprovação do PCS 6613/09 que está na Comissão de Trabalho, de Administração e Serviço Público. Além disso, os servidores pretendem barrar o LP 549/09, que prevê o congelamento dos gastos públicos por 10 anos. O final da greve aconteceria, segundo o sindicato que representa a categoria, quando o governo aceitar as condições impostas. Há também a expectativa de que a Justiça do Trabalho e a Justiça Federal, após assembléias nesta terça, adiram ao movimento. Do Bahia Noticias

Governo investiga 164 mil servidores por emprego duplo

Governo investiga 164 mil servidores por emprego duplo

O governo federal descobriu indícios de irregularidade na ocupação de cargos por 164 mil servidores que também atuam no funcionalismo público de 12 Estados e do Distrito Federal. As suspeitas surgiram a partir de um levantamento inédito feito com o cruzamento da base de dados da União com os cadastros dos governos locais, e a regularização dos casos pode gerar uma economia de R$ 1,7 bilhão por ano. A Constituição permite que servidores públicos acumulem cargos somente se estiverem enquadrados na carreira jurídica, forem profissionais de saúde ou professores. A regra não vale para os funcionários contratados sob regime de dedicação exclusiva -condição comum entre os professores universitários.

Folha de São Paulo



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia