WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

ebook gestao financeira


dezembro 2019
D S T Q Q S S
« nov    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  


:: ‘salário’

Policiais protestam por piso salarial nacional

Marília Lopes – Central de Notícias

SÃO PAULO – A Confederação Brasileira dos Trabalhadores das Polícias Civis (Cobrapol) faz a partir desta quinta-feira, 9, uma série de protestos por todo o país pedindo a aprovação do Projeto de Emenda Constitucional (PEC) 466, que regula um piso salarial nacional para bombeiros, policiais civis e militares.

Hoje os protestos acontecem no Rio e contam com a participação de todos os presidentes das entidades estaduais da Polícia Civil. Os protestos acontecem também, ainda este mês, nas outras 11 cidades sedes da Copa do Mundo de 2014.

No Rio, os protestos de hoje serão no Aeroporto do Galeão, no Cristo Redentor e no Morro do Alemão. Amanhã, 10, uma passeata sairá às 14 horas da Igreja da Candelária, em direção à Cinelândia, no Centro da cidade.

Segundo o presidente da Cobrapol, Jânio Gandra, o piso salarial nacional já é uma reivindicação antiga da categoria. “Foi aprovada em primeiro turno na Câmara, mas está parada. Os protestos são para cobrar a tramitação da PEC”, explica.

Bahia: Reajuste da PM será votado hoje

Cristiane Felix/Tribuna da Bahia

 O projeto de reajuste médio de 13,5% da Polícia Militar será votado hoje pelos deputados da Assembleia Legislativa da Bahia. O reajuste faz parte de um conjunto de medidas que visam à melhoria das condições de trabalho da corporação e foi anunciado em dezembro de 2009, mas só agora será votado pela Assembleia.

 As negociações que envolvem o projeto duraram cerca de 45 dias e foram marcadas por um impasse. O deputado estadual Capitão Tadeu (PSB) apresentou 37 emendas ao projeto, mas apenas 7 foram acordadas.    
Além do aumento, que varia entre 8,5% a 18%, a depender da patente do policial, serão pagas gratificações por condições especiais de trabalho (CET) para 25,5 mil dos 30 mil soldados, cabos e sargentos que exercem atividades nas ruas.

Comparar o salário com amigos e familiares pode trazer infelicidade, diz pesquisa

do BBC Brasil

Comparar o próprio salário com os de amigos e familiares pode levar à infelicidade, segundo afirma um estudo realizado na França.

Pesquisadores da Escola de Economia de Paris analisaram dados de um levantamento europeu para descobrir que três quartos dos entrevistados disseram considerar importante comparar seus rendimentos com os dos outros.

Mas aqueles que comparavam os salários se diziam menos contentes, principalmente os que olhavam os salários de amigos e familiares ao invés dos de seus colegas. O estudo, publicado na revista acadêmica Economic Journal, diz que os mais pobres são os mais afetados. :: LEIA MAIS »

Adiada a votação de projeto de lei que prevê mudanças na PM

CORREIO

A votação do projeto de lei que prevê reajustes salariais e mudanças na estrutura da PM foi adiada ontem, depois de um acordo fechado entre deputados estaduais do governo e da oposição. O adiamento foi pedido pelo deputado Tadeu Fernandes (PSB), para tentar convencer o Executivo a aprovar emendas de autoria do parlamentar.

“A PM não foi contemplada do jeito que merece”, disse Fernandes. Entre as propostas que serão negociadas, estão a gratificação de periculosidade, auxílio acidente e a redução de tempo de aposentadoria de 35 para 30 anos para as mulheres da PM.

O deputado destaca que houve avanços, como a equiparação da Gratificação da Atividade Policial entre ativos e os da reserva, reajustes que, em média, somam 13,7% e a possibilidade de que soldado vire sargento semcumprir o prazo de sete anos como cabo. A previsão é de que o projeto seja votado na Assembleia na tarde da próxima terça-feira.

Discussão sobre PEC 300 chega ao Senado

Senadores da oposição defenderam nesta quarta-feira (7) a aprovação, na Câmara, da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 300/2008 (o texto-base já foi aprovado no início de março), que cria o piso salarial provisório a policiais e bombeiros militares de R$ 3,5 mil e R$ 7 mil (praças e oficiais, respectivamente). Depois de meses de tramitação e diversos adiamentos da votação conclusiva (leia mais), milhares de representantes da categoria têm visitado o Congresso para pressionar os parlamentares.

:: LEIA MAIS »

Salário: PMBA x PMSE

A disparidade de salários entre a Polícia Militar da Bahia e a Polícia Militar de Sergipe.

image

O Jornal Correio da Bahia de quarta-feira, em sua página 2, trouxe uma interessante reflexão acerca da disparidade de salários entre a Polícia Militar da Bahia e a Polícia Militar de Sergipe. Leiam abaixo e tirem suas próprias conclusões: :: LEIA MAIS »



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia