WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

ebook gestao financeira


dezembro 2020
D S T Q Q S S
« nov    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  


:: ‘remédios’

PF busca em 6 estados suspeitos de desviar remédios do SUS

A Polícia Federal (PF) e o Ministério Público Federal (MPF) desencadearam, nesta quinta-feira, a Operação Desvio, com o objetivo de interromper as atividades de uma suposta quadrilha que desviava medicamentos e material hospitalar de unidades mantidas pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Trezentos agentes federais foram encarregados de cumprir 11 mandados de prisão preventiva, 44 mandados de condução coercitiva (obrigar acusados a comparecer para depor) e 74 mandados de busca e apreensão.

Seis Estados estão envolvidos pela operação: Maranhão, Bahia, Alagoas, Sergipe, Pernambuco, Paraíba e Rio Grande do Norte. As unidades de saúde prejudicadas foram Hospital Agamenon Magalhães, Hospital da Restauração, Hospital Oswaldo Cruz, Pronto Socorro Cardiológico de Pernambuco, Hospital Otávio de Freitas, Hospital Getúlio Vargas, Hospital das Cínicas e a Farmácia do Estado, todos em Pernambuco. :: LEIA MAIS »

Farmácia Popular vai oferecer novos remédios

O Ministério da Saúde anunciou na segunda-feira (26) que vai incluir dois medicamentos no programa Farmácia Popular. A partir de maio, as 12 mil farmácias populares passam a oferecer a sinvastatina, usada no tratamento contra o colesterol ruim, e a insulina regular, usada no combate ao diabetes.

A portaria que determina a inclusão dos medicamentos na lista foi assinada pelo ministro da Saúde, José Gomes Temporão. Os investimentos, de acordo com a pasta, chegam a R$ 44,6 milhões até o final do ano. Esses remédios melhoram o fluxo sanguíneo e diminuem o risco de hipertensão arterial, de acidente vascular cerebral (AVC) e de infarto.

Ao todo, 14 medicamentos são vendidos nas farmácias populares com descontos de até 90%. Além da sinvastatina e da insulina regular, há ainda anti-hipertensivos e anticoncepcionais. Do Ibahia

Anvisa suspende anúncio de remédios na internet

Os preços dos medicamentos também eram divulgados de modo irregular

Uma resolução da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) publicada nesta quinta-feira (18) no Diário Oficial da União, suspende em todo o país a divulgação, por nove empresas, de medicamentos com venda sob prescrição médica em sites na internet.
As empresas responsáveis pela divulgação citadas na resolução também apresentavam listas de preços de medicamentos de modo irregular, contrariando a legislação sanitária.

Ibahia

Novas regras para farmácia entram em vigor nesta quinta-feira

Agência Estado

Começam a vigorar nesta quinta-feira as novas regras da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para a venda de produtos em farmácias. Fica proibida a venda de produtos de conveniência e restringidas a exposição de medicamentos nas prateleiras. Os estabelecimentos que descumprirem a norma podem pagar multas de até R$ 1,5 milhão.

As novas regras integram a RDC 44, resolução de 17 de agosto de 2009 da Anvisa, que dispõe sobre as Boas Práticas Farmacêuticas. Segundo o texto da resolução, as medidas são necessárias para assegurar a qualidade e segurança dos produtos oferecidos e dos serviços prestados em farmácias e drogarias, além de contribuir para o uso racional desses produtos e para a melhoria da qualidade de vida dos usuários. :: LEIA MAIS »



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia