WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

ebook gestao financeira


dezembro 2019
D S T Q Q S S
« nov    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  


:: ‘Receita Federal’

Mais de 4500 produtos contrabandeados são apreendidos na BR-116 em Vitória da Conquista

Correio

As mercadorias foram encaminhadas à unidade da Receita Federal de Vitória da Conquista.

Mais de 4500 produtos contrabandeados são apreendidos na BR-116

Mais de 4500 produtos contrabandeados foram apreendidos pela Polícia Rodoviária Federal de Vitória da Conquista nesta terça-feira (15) e na madrugada desta quarta-feira (13) na BR-116.

A primeira apreensão ocorreu às 13h de terça-feira, no Km 830 da BR 116. Ao abordar e revistar o bagageiro do ônibus da empresa Viação Itapemirim, linha São Paulo/SP X Parnaíba/PI, os policiais encontraram 1.000 relógios importados e de diversa marcas, sem nota fiscal. O passageiro do ônibus e proprietário das mercadorias não fora encontrado.

Já a noite, às 19h30, no mesmo local, outro ônibus da empresa Viação Itapemirim foi abordado. Desta vez, o veículo fazia a linha São Paulo/SP x Timbauba/PE. Ao fiscalizarem o bagageiro do veículo, os policiais encontraram 195 CDs, 304 produtos eletrônicos e 53 equipamentos de informática. O proprietário da mercadoria foi encaminhado à unidade da Receita Federal local. :: LEIA MAIS »

Petista violou dados de Eduardo Jorge, diz Receita Federal

Leandro Colon – O Estado de S. Paulo

Investigação da Receita Federal desmente o Servidor petista Gilberto Souza Amarante, lotado in Formiga (MG), e Afirma Que intencionalmente acessou elementos , Motivação SEM funcional , o Banco de Dados Fiscais do vice- Presidente do PSDB , Eduardo Jorge, in 3 de abril de 2009. “Os Indícios encontrados remetem nao um equivocado Acesso UM , MAS SIM UMA uma consulta direcionada ” , Diz Relatório Assinado Pela corregedoria NA ÚLTIMA quinta – feira. Em Cima Disso , FOI pedida uma “abertura” de hum Processo disciplinar contra o Funcionário . :: LEIA MAIS »

Eduardo Jorge teve dados fiscais violados dez vezes em Formiga, interior de Minas

Rui Nogueira e Renato Andrade, de O Estado de S. Paulo

BRASÍLIA – Seis meses antes de começar a série de violações de sigilos fiscais de dirigentes tucanos e familiares em Mauá e Santo André, municípios de São Paulo, um analista tributário do interior de Minas Gerais acessou dez vezes, em um único dia, os dados do vice-presidente do PSDB, Eduardo Jorge.

Documento mostra série de acessos ao IR de Eduardo Jorge; CPF é do vice-presidente do PSDB

:: LEIA MAIS »

Receita confirma que procuração de filha de Serra é falsa e envia documento ao MP

FÁBIO GRANER E ADRIANA FERNANDES – Agência Estado

O secretário da Receita Federal, Otacílio Cartaxo, reconheceu que é falso o documento apresentado por suposto procurador de Verônica Serra, filha do candidato do PSDB à Presidência da Republica, José Serra, solicitando cópias de suas declarações de renda. Em pronunciamento na tarde desta quarta-feira, 1º, Cartaxo informou que o documento já foi entregue ao Ministério Público Federal (MPF), que irá investigar a fraude.

 De acordo com o secretário, o requerimento foi apresentado à Receita Federal em 30 de setembro de 2009 com uma procuração em nome de Antonio Carlos Atella Ferreira, suposto procurador de Verônica. “Aconteceu a falsificação de documento público federal e cabe à Polícia Federal (PF) a apuração do fato, realizando perícia grafotécnica e investigando todos os demais aspectos da matéria”, disse.

 Mais cedo, o tabelião de notas que supostamente teria reconhecido firma do documento afirmou ser falsa a procuração.  “A falsificação é grotesca”, afirmou Fabio Tadeu Bisognin, cujo sobrenome aparece com grafia errada no papel. Ainda segundo o tabelião, não consta na procuração o número de cadastro da firma no cartório, que é obrigatório. Falta também a frase ‘em testemunho da verdade’.

  :: LEIA MAIS »

Receita vasculhou sigilos de mais 3 pessoas ligadas a Serra e FHC

Leandro Colon e Rui Nogueira/ BRASÍLIA – O Estado de S.Paulo

Investigação interna da Receita Federal revela que acessos suspeitos aos sigilos fiscais de adversários do PT foram além do manuseio dos dados do vice-presidente do PSDB, Eduardo Jorge. Os documentos mostram que, no mesmo dia, de um mesmo computador e em sequência, servidores do Fisco abriram os dados sigilosos de Eduardo Jorge e de mais três pessoas ligadas ao alto comando do PSDB. São elas: Luiz Carlos Mendonça de Barros, Ricardo Sérgio de Oliveira e Gregório Marin Preciado.

:: LEIA MAIS »

Funcionários da Receita confirmam nome de investigada no caso EJ

Roberto Almeida, de O Estado de S.Paulo / SANTO ANDRÉ, SP

Funcionários da delegacia da Receita Federal em Santo André confirmaram que a analista tributária Antonia Aparecida Rodrigues dos Santos Neves Silva está sob investigação da corregedoria da Receita Federal por suposta participação na quebra de sigilo do vice-presidente do PSDB, Eduardo Jorge Caldas Pereira.

Segundo o PSDB, informações do Imposto de Renda de Eduardo Jorge seriam usadas para abastecer um dossiê produzido por um grupo de inteligência do PT com o intuito de atingir a candidatura do tucano José Serra à Presidência da República. A candidata do PT, Dilma Rousseff, nega que ela ou sua coordenação tenham dado alguma ordem para produzir um dossiê.

Segundo a delegacia, Antonia está em período de férias desde o dia 12 de julho, por um período de 30 dias. Ela foi titular da agência da Receita Federal de Mauá, que está em reforma, e está lotada temporariamente na delegacia de Santo André desde o final de maio.

:: LEIA MAIS »

Receita libera consulta ao lote da malha fina de 2008/2009

Do R7

A Receita Federal libera nesta segunda-feira (10), às 9h, consulta ao lote residual do Imposto de Renda Pessoa Física de 2008 e 2009. O dinheiro será depositado no dia 17 e fica disponível para saque durante um ano.

Para o lote residual de 2008, as 14.273 restituições totalizam R$ 23.648.568,76 com correção de 21,53%. Para o exercício de 2009, serão creditadas restituições para 80.732 contribuintes, totalizando R$76.351.431,24, já acrescidos de juros de 9,46%. Desse total, 13.158 contribuintes tiveram prioridade por serem idosos.

Se o contribuinte não fizer o saque do dinheiro, terá que pedir por meio de um formulário eletrônico – pedido de pagamento de restituição, disponível no site da Receita (www.receita.federal.gov.br). Para saber se teve a declaração liberada, o contribuinte pode acessar a site ou pelo telefone Receitafone pelo nº 146.

A oito dias do fim do prazo, só metade dos contribuintes entregou declaração do IR

A Receita Federal recebeu até as 12 horas desta quinta-feira 12.053.657 declarações do Imposto de Renda da Pessoa Física 2010 (ano-base 2009), pouco mais da metade dos documentos esperados para este ano (24 milhões).

O prazo de entrega termina no próximo dia 30. A multa mínima para quem perder o prazo é de R$ 165,74 e a máxima, 20% do imposto devido.

A Receita alerta para o risco das pessoas deixarem para enviar a declaração nos últimos dias, pois muitos contribuintes podem encontrar dificuldades devido ao acúmulo de acessos ao endereço do órgão federal ao mesmo tempo.

A partir deste ano, não será mais obrigatório à pessoa física sócia de empresa apresentar declaração de IR. Esse tipo de contribuinte só terá que apresentar declaração se cair em um dos outros quesitos de obrigatoriedade. :: LEIA MAIS »

Receita libera amanhã consulta a lote residual do IRPF

A Receita Federal libera, a partir das 9 horas de amanhã, a consulta ao lote residual do Imposto de Renda Pessoa Física 2007. O valor estará disponível para saque na rede bancária a partir de 27 de abril de 2010, e terá correção de 31,64%, correspondente à variação da taxa Selic.

Do total de 34.358 contribuintes, 18.488 tiveram imposto a pagar, totalizando R$ 39.712.501,07. Terão direito à restituição 5.912 contribuintes, que receberão um montante total de R$ 13.468.415,91.

Para saber se teve a restituição liberada, o contribuinte deverá acessar a página da Receita na internet (www.receita.fazenda.gov.br), ou ligar para o Receitafone, no número 146. As informações são do A Tarde

Receita fecha o cerco aos prejuízos fictícios

A Receita Federal abriu guerra contra o planejamento tributário feito pelas empresas para pagar menos impostos e vem travando disputas nos tribunais sobre a legalidade de uma série de negócios bilionários feitos nos últimos anos, como fusões, aquisições e reorganização societárias.

 O Fisco criou duas delegacias especiais de fiscalização de operações de planejamento tributário, em São Paulo e Rio de Janeiro, e vai formar equipes de auditores especiais em todas as 10 superintendências regionais do País. Ao todo, serão cerca de 400 auditores, com apoio do serviço de inteligência da Receita, à caça de operações desse tipo suspeitas de serem irregulares.

Simulação. Levantamento da Receita mostra que, nos últimos cinco anos – período de bom desempenho econômico -, 42% das maiores empresas, responsáveis por cerca de 80% da arrecadação federal, apresentaram prejuízo fiscal. Para a Receita, boa parte desse prejuízo foi formada com base em operações simuladas, construídas com apoio de escritórios de advocacia para diminuir o pagamento do Imposto de Renda e da Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL). :: LEIA MAIS »

Receita investiga fraude em 15 fusões

Pelo menos 15 grandes companhias brasileiras estão na mira da Receita Federal por suspeita de terem simulado incorporações de empresas menores para pagarem menos Imposto de Renda (IR) e Contribuição Social sobre Lucro Líquido (CSLL), tributos que incidem sobre o lucro.

 O caminho para a Receita autuar as empresas foi aberto por uma decisão do Superior Tribunal de Justiça (STJ) que considerou ilegais operações em que, para fugir do pagamento de impostos, uma empresa com prejuízo incorpora outra lucrativa.

O Fisco está passando um pente-fino em operações semelhantes feitas em anos anteriores. Negócios bilionários de fusão, aquisição e reorganização societária, que proliferaram em 2009, ano da crise global e de queda da arrecadação, também estão na mira da fiscalização da Receita.

:: LEIA MAIS »

Orgãos públicos comprovam fraudes de importação em Salvador

Receita estima prejuízo de 30 milhões de reais aos cofres públicos. Veja a reportagem!

Falha técnica atrasa envio do IR

Um problema de rede provocou o atraso na liberação do programa de entrega do IRPF (Imposto de Renda da Pessoa Física) 2010 (ano-base 2009) na manhã desta segunda-feira. De acordo com a Receita Federal, a página entrou quase uma hora após o horário inicial, provocando lentidão no download do programa durante a manhã. Por volta das 12h, a situação já estava normalizada.

Para baixar o formulário de declaração e o programa de transmissão do documento, o contribuinte deve acessar o site da Receita Federal. O prazo de entrega da declaração do IR termina no dia 30 de abril e a previsão é que 24 milhões de brasileiros prestem contas sobre seus bens e rendimentos.

A novidade deste ano ficou por conta do lançamento de um portal para a declaração do Imposto de Renda. Dividido em quatro partes – Declaração, Pagamento, Situação da Declaração e Restituição -, a página traz o passo a passo do preenchimento do documento.

Quanto antes a declaração é entregue à Receita, mais rápida é a liberação da restituição nos casos em que o contribuinte têm algo a receber. O primeiro lote de restituições será liberado em junho. :: LEIA MAIS »



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia