WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

ebook gestao financeira


outubro 2020
D S T Q Q S S
« set    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031


:: ‘PT’

Para petistas, pesquisa enfraquece Ciro. Nome de ex-ministro não forçaria mais segundo turno

BRASÍLIA – O PT reforçou na segunda-feira o discurso de que a pré-candidatura do deputado Ciro Gomes (PSB) à Presidência perdeu força, diante do resultado da pesquisa Datafolha , que mostra um crescimento da candidata do PT, a ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff. O líder do governo na Câmara, deputado Cândido Vaccarezza (PT-SP), disse que Ciro perdeu o principal discurso de que sua presença na disputa era importante para forçar um segundo turno entre Dilma e o governador de São Paulo, José Serra (SP), que deve ser o candidato do PSDB. ( Leia mais: Tucanos vão aproveitar festa em Minas para tentar criar fato em torno de Serra e Aécio )

Segundo petistas e integrantes do PSB, Ciro deve ter uma conversa definitiva com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva por volta do dia 15. :: LEIA MAIS »

ACM Neto sugere que DEM processe Colbert Martins

O deputado federal ACM Neto, em entrevista nesta segunda-feira (1º) ao programa Show do Marão, apresentado por Mário Freitas na rádio Excelsior, assegurou que não passarão incólumes as acusações do PMDB de que o DEM teria promovido pichações em Salvador para abalar a possibilidade de aliança entre o governador Jaques Wagner (PT) e o senador César Borges (PR) (ver nota). O parlamentar reconhece que a prática é ilegal e afirma que a iniciativa não partiu da sua legenda.  :: LEIA MAIS »

PT comemora e PSDB minimiza subida de Dilma na pesquisa Datafolha

BRASÍLIA – O crescimento das intenções de voto na pré-candidata petista Dilma Rousseff foi comemorado pelo líder do governo na Câmara, deputado Candido Vaccarezza (PT-SP). Ele disse que o avanço da ministra reflete as altas taxas de aprovação popular do governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

 – Recebemos o resultado com humildade e satisfação. Isso mostra que estamos no caminho certo. À medida que conhece a Dilma, o povo vê que ela é a única candidata que pode garantir as conquistas do governo Lula – afirmou.

 O líder do PSDB no Senado, Arthur Virgílio (AM), atribuiu a escalada de Dilma à superexposição da ministra em atos públicos ao lado do presidente. O tucano disse que o resultado era previsto e admitiu que ela ainda deve crescer mais antes de se desincompatibilizar do governo, no início de abril. Ele voltou a reclamar de uma antecipação da campanha fora dos prazos legais. :: LEIA MAIS »

Nas revistas: Novidades no mensalão do PT ameaça atrapalhar candidatura Dilma

Isto é

O processo que investiga o Mensalão do PT no Supremo Tribunal Federal (STF) tem 69 mil páginas. São 147 volumes e 173 apensos. Entre os documentos, há 50 depoimentos inéditos colhidos pela Justiça Federal em todo o País ao longo de 2008 e 2009, laudos sigilosos da Polícia Federal, relatórios reservados do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf), pareceres da Receita Federal e outras representações criminais que tramitam sob segredo de Justiça em vários Estados. O calhamaço faz a mais ampla e fiel radiografia do maior esquema de corrupção do País. Tudo isso, até hoje, estava sob sigilo de Justiça. Agora não mais. ISTOÉ teve acesso a todos esses documentos.

O conteúdo empresta ainda mais gravidade ao escândalo. Além de lançar luz sobre novos personagens – até aqui eram 40 réus –, a investigação derruba a versão de que o dinheiro público estava ileso do esquema de caixa 2 do PT. Chegou-se a levantar essa hipótese durante a CPI, mas não havia provas. Agora, os novos documentos e testemunhas asseguram a origem estatal dos recursos. Essas novas provas também jogam por terra a desculpa petista de que tudo foi feito para pagar despesas de campanha. Não. Diante de juízes e procuradores, testemunhas contaram em detalhes como atividades privadas de interesse partidário foram custeadas com as mesmas notas de dólares, euros e reais que circularam em cuecas e malas e ainda compravam apoios no Congresso. :: LEIA MAIS »

Valério denunciado

Diário Catarinense

Ex-ministro Walfrido dos Mares Guia também passa à condição de réu

A juíza Neide da Silva Martins aceitou denúncia contra o ex-ministro Walfrido dos Mares Guia, o empresário Marcos Valério e outros nove acusados no inquérito do mensalão mineiro.
No suposto esquema de desvio de recursos públicos durante a campanha à reeleição do então governador Eduardo Azeredo (PSDB), em 1998, todos responderão pelos crimes de peculato (uso de cargo público em benefício próprio) e lavagem de dinheiro. O ex-governador de Minas e atual senador já é réu no Supremo Tribunal Federal (STF).
Em seu despacho, a juíza titular da 9ª Vara Criminal de Belo Horizonte cita a denúncia apresentada pelo então procurador-geral da República, Antonio Fernando Souza, que apontou desvio de pelo menos R$ 3,5 milhões dos cofres do Estado para a campanha. O esquema teria inspirado o mensalão do PT no primeiro governo do presidente Lula. :: LEIA MAIS »

Wagner justifica opção por Borges e sinaliza composição de sua chapa

Política livre

Em conversa com parceiros e aliados, o governador Jaques Wagner (PT) não tem se furtado em justificar a opção pela indicação do senador César Borges (PR) como candidato ao Senado em sua chapa.

Segundo Wagner, eleitoralmente, para vencer o pleito de outubro, ele teria que fazer uma opção entre o senador e o ministro Geddel Vieira Lima (Integração Nacional), que lançou-se candidato a governador pelo PMDB.

Teria optado por Borges em decorrência da impossibilidade de uma reconciliação política com Geddel. Com a confirmação de Borges na chapa, o que deve ocorrer de forma oficial proximamente, Wagner insinua também qual deve ser a sua composição final. :: LEIA MAIS »

Apresentado dois possíveis locais para a construção do novo aeroporto de Vitória da Conquista

Blog do Anderson

Os secretários estaduais de Infra Estrutura, João Leão, e o de Agricultura, Roberto Muniz, apresentaram ao prefeito Guilherme Menezes (PT), na manhã desta quarta-feira (24), o resultado de um estudo técnico que apontou dois possíveis locais para a construção do novo aeroporto em Vitória da Conquista. O primeiro fica na região do distrito de Iguá e o segundo nas proximidades do distrito de José Gonçalves.

“Estudamos 18 possíveis áreas para a construção do novo aeroporto e acreditamos que essas duas apresentam as condições para abrigar este equipamento. O próximo passo é mandar todos os estudos paa a ANAC, no intuito de receber o carimbo de aprovação e, a partir daí, iniciar o processo de licitação para a execução do projeto”, afirmou o secretário João Leão. :: LEIA MAIS »

Base governista anula convocação de Dilma à CCJ

Agência Estado

 Depois do cochilo dos governistas na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), que levou à aprovação da convocação da ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff (PT), para explicar o Programa Nacional de Direitos Humanos no Senado, no último dia 10, a base do governo na Casa baixou em massa na reunião da comissão nesta manhã e conseguiu derrubar a vinda da pré-candidata à sucessão do presidente Luiz Inácio Lula da Silva ao Congresso.

Em votação simbólica, por 16 a zero – a oposição saiu do plenário em protesto -, foi anulada a decisão de convocar a Dilma. O requerimento aprovado foi apresentado pelo líder do governo no Senado, Romero Jucá (PMDB-RR). Ele desconvocou a ministra e, no lugar dela, convocou o ministro da Secretaria de Direitos Humanos, Paulo Vanucchi. :: LEIA MAIS »

Ciro admite pela primeira vez chance remota de disputar governo de São Paulo

IG

“Nada mudou. Disse a eles que sou candidato a presidente da República e remotamente admiti a ideia de que se o cenário nacional exigir posso cumprir um papel em São Paulo em nome de um projeto maior”, disse Ciro.

Segundo ele, a decisão vai depender da cristalização do quadro eleitoral. Dirigentes do PT e do PSB têm enxergado chances reais de vitória em São Paulo, apesar da larga vantagem do tucano Geraldo Alckmin nas pesquisas. Petistas e pessebistas avaliam que o tempo na TV e as divergências entre Alckmin e o governador José Serra (PSDB) podem significar vantagens eleitorais. :: LEIA MAIS »

Ciro afirma que dirá “não” ao PT

IG

“Agradecerei a todos e direi claramente que não quero disputar o governo de São Paulo. Sou candidato a presidente da República e teria muito prazer em montar uma chapa com todos esses partidos para a eleição presidencial.”

 Participarão do encontro no Diretório do PSB, em Brasília, além de representantes do PSB e do PT, o PDT, o PCdoB, o PTC, o PRB, o PSC e o PTN. O PPL (Partido Pátria Livre), surgido do MR8 e ainda sem registro no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o PHS e o PR também negociam a adesão ao grupo, que poderia chegar a 11 partidos, segundo o presidente do diretório paulista do PT, Edinho Silva. “Significa um respaldo político inédito em São Paulo”, declarou Silva.

Ciro foi abordado pela reportagem quando entrou no plenário da Câmara  e parou para cumprimentar seu amigo, o deputado Humberto Souto (PPS-MG). O deputado mineiro lembrou que o colega do PSB havia declarado que o governador de São Paulo, José Serra, iria desistir de ser candidato. Mas Ciro não recuou. :: LEIA MAIS »

Paulo Souto diz que governo comete ato falho em propaganda de outdoor

Política livre

“‘Nunca se trabalhou tanto na Bahia’ é o mote da última propaganda do governo estadual. Mas o curioso é que, nos outdoors, a imagem que ilustra a frase é a de um sujeito de braços cruzados, símbolo da falta de vontade de trabalhar. Não seria um ato falho de um governo que gosta mesmo é de fazer propaganda”. A ironia é do presidente estadual do Democratas (DEM), o ex-governador Paulo Souto, questionando o que chama de “fúria publicitária governamental”, que, segundo ele, demonstra estar sendo intensificada este ano, “mesmo depois dos excessivos gastos de mais de R$ 100 milhões nas ações promocionais em 2009, quando pouco mais de R$ 20 milhões foram investidos na segurança pública.” :: LEIA MAIS »

“Nova” Telebrás beneficia cliente de José Dirceu

Folha

O ex-ministro e deputado cassado José Dirceu recebeu pelo menos R$ 620 mil do principal grupo empresarial que será beneficiado caso a Telebrás seja reativada, como promete o governo, informa a reportagem de Marcio Aith e Julio Wiziack publicada nesta terça-feira pela Folha. 

Ações da Telebrás sobem 35.000% no governo Lula

O dinheiro foi pago entre 2007 e 2009 pelo empresário Nelson dos Santos, dono da Star Overseas, sediada nas Ilhas Virgens Britânicas. Em 2005, Santos havia comprado participação de 49% na empresa Eletronet pelo valor simbólico de R$ 1.

Praticamente falida, a Eletronet era dona de 16.000 km de cabos de fibra óptica ligando 18 Estados, o que não cobria suas dívidas, estimadas em R$ 800 milhões. :: LEIA MAIS »

Suposta candidatura de Lídice a vice de Wagner gera polêmica

Política livre

Fontes do PSB, contrárias a um possível acordo do governador Jaques Wagner (PT) com o senador César Borges (PR) que retire a deputada federal Lídice da Mata (PSB) da chapa governista ao Senado, afirmaram ao Política Livre que a parlamentar teria aceitado ser vice do petista. Em contato com este site, ao se dirigir ao almoço que o governador oferece a autoridades no Palácio de Ondina, Lídice negou que haja qualquer articulação neste sentido.

“Não existe conversa nenhuma”, afirmou, reiterando a sua pré-candidatura ao Senado. Os socialistas que passaram a informação sobre o suposto acordo disseram que Lídice teria sido convencida a aceitar o cargo devido à perspectiva de assumir o governo estadual no último ano de governo, pois, se reeleito, Wagner deixaria o cargo para disputar a vaga de senador em 2014. :: LEIA MAIS »

Presidente petista minimiza ausência do PMDB em ‘festa’ para Dilma

IG

O novo presidente nacional do PT, José Eduardo Dutra, disse ao iG no início da noite de sexta-feira que a cúpula do PMDB decidiu não aceitar o convite para o 4° Congresso Nacional do partido por temor de que a presença pudesse dificultar o processo interno de costura da aliança nacional entre os dois partidos.

“Não tem problema nenhum. Foi uma medida de cautela da direção do PMDB. Eles acharam que a vinda poderia insuflar setores que são contra a aliança”, afirmou Dutra.

Ao contrário da direção do PMDB, líderes de outros partidos da base aliada são esperados no encerramento do evento, sábado. Já confirmaram presença os presidentes do PDT, PC do B e PSB.

“Conversei com o Eduardo Campos (governados de Pernambuco, do PSB) e ele disse que está a caminho”, disse o ministro das Relações Institucionais, Alexandre Padilha. :: LEIA MAIS »

Lula descarta voltar a disputar Presidência em 2014

Agência Estado

Na véspera de participar do 4.° Congresso Nacional do PT, que amanhã sacramentará a candidatura da ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, à sua sucessão, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva avisou que a herdeira do espólio petista, se eleita, deverá ficar dois mandatos no cargo. Em entrevista ao jornal O Estado de S. Paulo, Lula negou que tenha escolhido Dilma com planos de voltar ao poder lá na frente, disputando as eleições de 2014.

Perguntado se ele pensa em retornar à Presidência em 2014, Lula respondeu que não. “Não penso. Quem foi eleito presidente tem o direito legítimo de ser candidato à reeleição. Ponto pacífico. Essa é a prioridade número 1” , disse. “Ninguém aceita ser vaca de presépio e muito menos eu iria escolher uma pessoa para ser vaca de presépio”, afirmou o presidente. “Todo político que tentou eleger alguém manipulado quebrou a cara.”

:: LEIA MAIS »

Depois de Heloisa Helena é a vez de Marina Silva

Política para Políticos

Na eleição passada dois ex-integrantes do PT, Cristovam Buarque e Heloisa Helena participaram da campanha. Para alguns seria um prejuízo eleitoral para Lula, o que em verdade não ocorreu. Agora, outra ex-petista que, como Buarque, participou do ministério de Lula e saiu inconformada, Marina Silva, titular da Pasta do Meio Ambiente, é candidata.

Ela tem um grande e básico tema para defender nas suas intervenções e parece ser este seu principal objetivo. Mas critica a possibilidade da campanha virar um debate plebiscitário entre o PSDB e o PT. “E isso porque o que acabaria ocorrendo seria o engessamento, transformando a campanha numa disputa plebiscitária”. Acha até que é possível avançar reunindo as gestões Fernando Henrique e Lula. :: LEIA MAIS »

Quinze ministros deixam governo até abril. Saiba quem fica e quem sai para concorrer nas eleições

IG Brasilia

O ano de 2010 não será diferente dos outros anos eleitorais em pelo menos um aspecto. Antes da desincompatibilização, todo dia 2 de abril em ano eleitoral, muitos ministros de Estado deixam suas pastas para concorrer nas eleições. No governo Luiz Inácio Lula da Silva não será diferente. Em levantamento preparado pelo iG, descobriu-se que pelo menos 15 deles engordarão a lista das urnas eleitorais. A principal delas, obviamente, é a ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, candidata do PT à Presidência. Mas a lista continua pela Esplanada dos Ministérios em Brasília.

A última reforma ministerial do governo Lula, antes mesmo de acontecer, já começou a gerar reclamações da oposição. “É um governo a serviço da causa eleitoral. Esta na cara. Mas isso é condenável?”, pergunta o senador José Agripino Maia (DEM-RN). “O processo democrático pressupõe isso. A função publica é assim – a pessoa ocupa um cargo e depois é candidato. Mas é um pouco demais no governo Lula. O percentual de candidatos no governo é muito alto, a postura do alto escalão deixa claro isso”, completa. :: LEIA MAIS »



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia