WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

ebook gestao financeira


dezembro 2019
D S T Q Q S S
« nov    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  


:: ‘pré-candidatos’

Eleições 2012: Unida, oposição teria aceitado Herzem Gusmão como candidato único em Conquista

TOSABENDO | TRIBUNA DA BAHIA
Geddel articula com partidos oposição a chapa única de Herzem em Vitória da Conquista

Líderes democratas e tucanos abriram mão da disputa pela prefeitura de Vitória da Conquista, principal município do sudoeste baiano, na tentativa de consolidar a aliança da oposição nas dez maiores cidades da Bahia, tendo em vista o pleito de 2012.

Como parte das articulações, segundo a coluna Satélite, do jornal Correio desta segunda-feira (29), as legendas teriam aceitado apoiar a candidatura do radialista Herzem Gusmão (PMDB). O nome, uma das principais apostas peemedebistas para as eleições do próximo ano, foi escolhido entre outros políticos, também cotados para a disputa, como aquele que teria maior possibilidade de enfrentar o PT local.

Salvador

Os líderes de oposição na Bahia, que até então pregavam que cada partido teria seu próprio candidato, voltaram atrás e já admitem uma única candidatura na capital baiana e nas principais cidades do interior. Representantes do PMDB, DEM e PSDB estão no centro dessa decisão e demonstram que já afunilaram a tendência de oferecer um programa que singularize a força do grupo na disputa do ano que vem.

Articuladores de seus partidos, o ex-ministro Geddel Vieira Lima (PMDB), o presidente do DEM, José Carlos Aleluia, e o deputado federal Antonio Imbassahy (PSDB) falam com naturalidade na possibilidade de marcharem unidos desde o primeiro turno do pleito que decidirá o próximo prefeito de Salvador. Além dos tucanos, democratas e peemedebistas, entram na discussão o PR e o PPS. Na conjuntura dos nomes, o martelo deve ser batido apenas no início do ano eleitoral. Entre os mais citados estão o próprio Imbassahy, ex-prefeito de Salvador por duas gestões, o deputado federal ACM Neto (DEM) e o também ex-prefeito e radialista Mário Kertész. :: LEIA MAIS »

Wagner diz que não se incomoda com palanque de Dilma e Geddel

do Correio*

O governador e pré-canditado à reeleição, Jaques Wagner (PT), disse durante passagem de Dilma Rousseff (PT) por Salvador, neste domingo (16), que não se importa com palanque formado pela pré-candidata à presidência da República e seu adversário na disputa regional, o ex-ministro Geddel Vieira Lima (PMDB).

‘Não vou ficar chateado se ela (Dilma) subir no palanque com Geddel. Se ele vai apoiá-la, deve subir com ele’, afirmou Wagner à reportagem do Terra. De acordo com ele a polarização se dará entre ele e Paulo Souto. ‘O que deve acontecer é uma polarização entre Serra e Dilma e aqui na Bahia entre Wagner e Paulo Souto’, garantiu.

Sobre o candidato do partido na Bahia ao Senado, o governador disse em tom de brincadeira que as iniciais serão WP. ‘A chapa está formada. Wagner, Otto (Alencar, do PP), (a deputada federal) Lídice (da Mata, do PSB) e WP’, se referindo a disputa entre Walter Pinheiro e Waldir Pires pela cadeira no Senado. A decisão deve sair nos próximos 15 dias, prevêem alguns dirigentes petistas.

Wagner disse que não se arrependeu de ter feito aliança com o PMDB em 2006 e ressaltou a importância de ter aliados como o Partido Progressista (PP) que vem como o seu candidato a vice, Otto Alencar. :: LEIA MAIS »



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia