WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

ebook gestao financeira


janeiro 2020
D S T Q Q S S
« dez    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  


:: ‘povos não alcançados’

Missões – Aymaras: um povo a ser alcançado

Geograficamente, o Chile não está tão longe do Brasil; cerca de 2.930 quilômetros separam as duas nações. Porém, nenhum país se enquadra tanto no tema da Campanha 2010 de Missões Mundias quanto ele, cujo o nome original, Chilli, significa “Confim da Terra”, no idioma dos mapuches, o maior grupo indígena chileno já evangelizado e com uma bíblia em linguagem própria. Apesar da colonização europeia, a presença indígena é marcante no país. Muitos desses povos são tidos como nãoalcançados. Um exemplo são os 50 mil aymaras que habitam as regiões andinas do norte do Chile, em Tarapacá e Antofagasta. Esse grupo indígena, o segundo maior do país, é um dos povos que, neste ano, recebe a atenção especial de Missões Mundiais. Atualmente a obra missionária naquela localidade concentra esforços para, entre outras ações, a construção do primeiro templo aimará na cidade de Pozo Almonte.

Muitas são as barreiras a serem ultrapassadas. Uma delas é o resgate das tradições andinas promovida por alguns grupos aymaras, cuja cosmovisão fala sobre a conceitualização holística da vida do homem andino em seu entorno. Os líderes aymaras costumam fechar sua cultura ao cristianismo. Eles idolatram a natureza, adorando mais a criação do que ao Criador, e dedicam rituais a elementos naturais como a água, a terra e o ar, os quais julgam ter espíritos. A Wiphala é um dos símbolos andinos mais conhecidos. Ele é usado como bandeira, onde se mostra o significado da unidade dentro da diversidade representada pelas sete cores do arco-íris. A Chakana é outro símbolo, dentro da cosmovisão aymara, que representa a religiosidade da Constelação Cruz do Sul, formada por quatro estrelas-guias que têm servido de bússola desde os tempos antigos. A Ayni é a expressão máxima da sociedade aymara em sua cosmovisão e expressa uma ideia comunitária de vivência. Segundo o Ayni, para ser digno de receber, primeiro é preciso dar. :: LEIA MAIS »

Batistas Brasileiros: Relatório de Missões Mundiais

O Pr. João Marcos Barreto Soares, Diretor Executivo da Junta de Missões Mundiais, apresentou, pela primeira vez, o Relatório desta agência missionária ao Conselho Geral da Convenção Batista Brasileira (CBB), nesta quinta-feira (25), em sua sede no Rio de Janeiro. Ele iniciou sua palavra agradecendo à equipe da Junta que o recebeu com muito carinho, falou da continuidade do trabalho desenvolvido pelas gestões anteriores (do Pr. Waldemiro Tymchak e do Pr. Sócrates Oliveira de Souza) e de algumas ações que devem ser tomadas a curto e médio prazos.

O Pr. João Marcos enfatizou as necessidades de enviarmos mais obreiros para os campos, especialmente entre os povos não-alcançados, que serão o foco na Campanha Missionária de 2011. A seguir ele passou a palavra ao Pr. Lauro Mandira, Gerente de Missões da Junta, que deu mais detalhes sobre a área missionária.

:: LEIA MAIS »

Missões: Vencendo os gigantes na África

Os Gigantes

Poucos lugares no mundo apreciam a beleza e a variedade da África. Das majestosas Cataratas de Vitória ao escaldante Deserto do Saara, a África é um rico paraíso natural. O continente é vasto, estendendo-se por 7.000 km desde a Cidade do Cabo até o Cairo e também de Dakar até a Somália, e ainda contém 22% da extensão territorial do mundo. Perto de 900 milhões de pessoas vivem aqui, um mosaico cheio de vida montado com 3.800 grupos étnicos, em que se falam 2.000 línguas, as quais representam 30% das línguas do mundo. Mas, nem tudo está bem no paraíso e a África hoje é um continente de extremos. Uma adoração avivada, sacrificial e santificada é expressa no meio da mais profunda pobreza. Uma hospitalidade maravilhosa é oferecida em nações com uma corrupção endêmica. Há desafios gigantescos que o Continente enfrenta, bem como, um lindo fruto.

Por vários anos, os líderes de Jocum na África têm trazido uma mensagem para a JOCUM África. Deus tem desafiado a Missão para enfrentar os gigantes dessa terra.  Essa metáfora bíblica tem sido interpretada de duas formas. Primeiro, a Igreja Africana tem sido comparada a Davi lutando contra Golias (I Sm. 17).  Davi estava equipado com muito pouco, mas achou coragem em Deus para enfrentar seu gigante: nesse sentido, nós devemos fazer o mesmo. Em segundo lugar, a Igreja africana tem sido comparada aos espias israelitas que estavam a ponto de atravessar para a terra prometida (Nm. 13 e 14). A maioria deles estava espantada por conta dos gigantes na terra e, por isso, espalhou o medo entre o povo. O resultado disso foi que todos perderam sua herança, sendo que, só dois espias viram o fruto da terra e tiveram fé para vencer os gigantes. :: LEIA MAIS »

Missões: Dalit, Harijan

Dalit, Harijan

Até bem pouco tempo algumas pessoas nunca tinham ouvido a expressão Dalit. Menos ainda conhecem a palavra Harijan. Esta última significa “povo de deus”, e não foi “criada” por um cristão. É o nome que o estadista indiano Ghandi escolheu para determinar um grupo de 160 milhões de pessoas na populosa Índia : os intocáveis. Apesar de abolido oficialmente desde 1950, linchamentos de intocáveis, ou dalits – oprimidos, como eles preferem se denominar por achar que harijan é uma palavra que traz uma conotação de pena – continuam a acontecer até hoje.

:: LEIA MAIS »

Que são Povos Não Alcançados ?

Um povo é um grupo significativamente grande de indivíduos que entendem ter uma afinidade comum uns pelos outros. Eles compartilham a mesma linguagem, religião, etnia, localidade, ocupação, ou mesmo um combinado disto. Um povo tem um nome é apto para ocupar um local.

O termo Não Alcançado ou Não Evangelizado surgiu para definir um grupo de indivíduos no qual não há uma comunidade nativa de crentes (cristãos) capazes de evangeliza-lo. :: LEIA MAIS »

Como orar por povos não Alcançados

Extraído do livro: Oração Sem Fronteiras, autoria Wal Cordeiro

A principal arma que Deus tem para alcançar povos não evangelizados é a mobilização de Seu povo em oração.  Orando com corações limpos, de acordo com a vontade do Pai e andando em Seus caminhos através de Sua palavra energizada pelo Espírito Santo.

Nosso primeiro alvo é a Igreja de Cristo por todo o Mundo.

Deus tem feito historia através de Sua Igreja o deseja que mais e mais possamos ter influência no desenrolar da história mundial.

1.  Nós adoramos e louvamos a Deus por quem Ele é.  Então agradecemos pelas coisas que Ele já tem feito nestes países (Fil. 4:6)

Agradecemos pelo privilégio do fazer parte do mesmo ministério que Jesus está engajado, que é o de intercessão (Heb. 7:25)

Adoramos a Ele dizendo que cremos em Sua palavra, em Sua posição de autoridade, em Seu  poder,em Seus  propósito e em Seu plano de alcançar todos os povos da terra. :: LEIA MAIS »



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia