WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

ebook gestao financeira


dezembro 2019
D S T Q Q S S
« nov    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  


:: ‘política’

Vitória da Conquista: Adolescente de 14 anos é acusado pela polícia de roubar 30 motos em dois meses

do Correio*

Um esquema de venda de veículos e motocicletas roubados foi descoberto na cidade pela DRFR.

Um esquema de venda de veículos e motocicletas roubados foi descoberto em Vitória da Conquista por investigadores da Delegacia de Repressão a Furtos e Roubos (DRFR) daquele município.

A situação foi revelada com a apreensão de um adolescente de apenas 14 anos, que subtraiu 30 motos e três carros, nos últimos dois meses. Atendendo solicitação do delegado Cléber Rocha, titular da DRFR/Conquista, a Justiça decretou sua internação provisória numa instituição de acolhimento a adolescentes infratores, em Salvador.

Ao tentar roubar um Astra/GM, na tarde de terça-feira (3), o adolescente baleou Francisco Rubens de Oliveira Meireles, proprietário do carro, que está internado em estado grave no Hospital de Base de Vitória da Conquista. A vítima conversava com um amigo em frente a uma serralheria, no bairro São Vicente, quando o assaltante o abordou. Rubens tentou reagir e foi atingido na cabeça. :: LEIA MAIS »

Dilma lidera pesquisa Ibope com 39% contra 34% de Serra

Jair Stangler, do Estadão.com.br

A candidata do PT à Presidência da República, Dilma Rousseff, lidera a pesquisa Ibope/Estado/TV Globo com 39% das intenções de voto. José Serra (PSDB) aparece com 34%. Marina Silva (PV) mantém 7%. José Maria Eymael (PSDC), Ivan Pinheiro (PCB), Levy Fidelix (PRTB), Plínio de Arruda Sampaio (PSOL), Rui Costa Pimenta (PCO)e Zé Maria (PSTU). Brancos e nulos são 7% e indecisos somam 12%.

Em um eventual segundo turno, Dilma teria 46% dos votos e Serra, 40%. Nesse cenário, brancos e nulos somam 6% e indecisos, 8%. Serra tem a maior rejeição entre os presidenciáveis, com 24%. 19% dizem que não votariam na candidata Dilma e 13% dizem que não votariam em Marina.

Na pesquisa Ibope anterior, contratada pela Associação Comercial de São Paulo e realizada entre os dias 27 e 30 de junho, Dilma e Serra apareciam empatados, ambos com 36% no cenário que incluía todos os candidatos. Marina havia registrado 8% na ocasião. Na simulação do segundo turno, Serra e Dilma também estavam empatados, com 43%.

Veja a evolução dos candidatos no 1º turno: :: LEIA MAIS »

Funcionários da Receita confirmam nome de investigada no caso EJ

Roberto Almeida, de O Estado de S.Paulo / SANTO ANDRÉ, SP

Funcionários da delegacia da Receita Federal em Santo André confirmaram que a analista tributária Antonia Aparecida Rodrigues dos Santos Neves Silva está sob investigação da corregedoria da Receita Federal por suposta participação na quebra de sigilo do vice-presidente do PSDB, Eduardo Jorge Caldas Pereira.

Segundo o PSDB, informações do Imposto de Renda de Eduardo Jorge seriam usadas para abastecer um dossiê produzido por um grupo de inteligência do PT com o intuito de atingir a candidatura do tucano José Serra à Presidência da República. A candidata do PT, Dilma Rousseff, nega que ela ou sua coordenação tenham dado alguma ordem para produzir um dossiê.

Segundo a delegacia, Antonia está em período de férias desde o dia 12 de julho, por um período de 30 dias. Ela foi titular da agência da Receita Federal de Mauá, que está em reforma, e está lotada temporariamente na delegacia de Santo André desde o final de maio.

:: LEIA MAIS »

Vaccarezza: votações do pré-sal vão ocorrer após eleição

LEONARGO GOY – Agência Estado

O líder do governo na Câmara, deputado Cândido Vaccarezza (PT), disse hoje que, para que fosse possível votar nesta terça-feira o projeto que cria o fundo social do pré-sal e define o sistema de partilha, seria necessário haver 300 deputados da base governista na Câmara para fazer frente à obstrução que vem sendo aplicada pela oposição. Porém, segundo cálculos do próprio Vaccarezza, há 247 deputados ao todo na Casa. Essa ausência de um maior número de deputados, segundo o líder, se deve ao período eleitoral. Por isso, argumentou que o projeto só será votado após as eleições. “Após as eleições, a Câmara será outra”, disse o líder.

 Ao ser questionado sobre a possibilidade de o sistema de partilha ser deixado de lado, caso a oposição, que é contrária ao modelo, vença as eleições de outubro, Vaccarezza afirmou: “Se a oposição vencer, eu vou lutar pela aprovação do sistema de partilha, mas eles são contra. Vai ganhar quem tiver maioria”.

  :: LEIA MAIS »

Candidatos já pedem votos no Twitter

Andrea Jubé Vianna – Agência Estado

BRASÍLIA – No primeiro dia de campanha autorizada pela Justiça Eleitoral, as primeiras manifestações dos candidatos pedindo votos começaram no Twitter, a rede mundial de microblogs que permite mensagens de até 140 caracteres. Logo após a meia-noite, os avatares dos políticos começaram a circular estampados com os números que os identificam.

Saiba o que os candidatos podem e não podem fazer com o início da campanha

 Um dos primeiros a se valer da tática foi o ex-prefeito do Rio de Janeiro César Maia (DEM), que disputa uma vaga de senador. “Hoje, primeiro dia de campanha eleitoral, apresento meu site de campanha com número”, anunciou o democrata, indicando o link para seu endereço na internet (http://twitter.com/cesarmaia). O deputado Fernando Gabeira (PV), candidato a governador do Rio, que encabeça a chapa majoritária de César Maia, também recorreu à estratégia e inseriu em sua imagem no Twitter o número de candidato (http://twitter.com/gabeiracombr).

:: LEIA MAIS »

PT ordena romper alianças com partidos que têm candidato a presidente

João Domingos, Mariângela Gallucci – O Estado de S.Paulo

BRASÍLIA – Para não perder o direito de exibir imagens do presidente Luiz Inácio Lula da Silva e da candidata petista à Presidência, Dilma Rousseff, na propaganda de seus candidatos a governador, a direção nacional do PT orientou os diretórios regionais do partido a romper as coligações com legendas que tenham lançado candidato à Presidência.

“Essas coligações foram feitas para agregar mais 15, 30 segundos à propaganda. Mas, diante da decisão do TSE, chegamos à conclusão de que é melhor perder esse tempo de propaganda do que a imagem da candidata Dilma Rousseff ou do presidente Lula”, disse o presidente do PT, José Eduardo Dutra. :: LEIA MAIS »

Gilmar Mendes dá 1ª liminar contra Ficha Limpa

Estadão/Mariângela Gallucci / BRASÍLIA

O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal, concedeu ontem liminar que garante ao senador Heráclito Fortes (DEM-PI) o direito de disputar a reeleição ao Senado, apesar de ele ter condenação de órgão colegiado por condutas lesivas ao patrimônio público. É a primeira liminar concedida contra a Lei da Ficha Limpa, sancionada em junho.

Heráclito recorreu dessa condenação no STF, mas ainda não há uma decisão do tribunal. No despacho em que afastou os efeitos da Lei da Ficha Limpa em relação ao senador, Mendes afirmou que o caso era de urgência, já que o prazo para o registro das candidaturas termina na segunda-feira e até lá o Supremo não deverá se manifestar sobre o recurso do senador. Para escapar da lei, na segunda-feira Heráclito entrou com uma petição no STF para suspender os efeitos de sentença emitida pelo Tribunal de Justiça do Piauí. :: LEIA MAIS »

Dilma diz que resultado da CNI/Ibope ‘não substitui o processo eleitoral’

Bruno Siffredi – estadão.com.br

A candidata do PT à Presidência, Dilma Rousseff, afirmou nesta quinta-feira, 24, que “ainda tem muita água para rolar debaixo da ponte”, ao comentar o resultado da pesquisa CNI/Ibope que a colocou pela primeira vez na liderança, com 40% das preferências. “A pesquisa não substitui o processo eleitoral”, ressaltou a petista em entrevista para a rádio Itatiaia, de Minas Gerais.

“É de fato uma pesquisa interessante, mas a gente não pode apostar que a pesquisa substitui a eleição”, disse Dilma. “Daqui pra frente, a gente vai reforçar o trabalho e o esforço, porque a eleição é dia 3 de outubro.” :: LEIA MAIS »

Sob impacto do Ibope, Serra discute indicação de Patrícia Amorim para vice

Christiane Samarco / BRASÍLIA – O Estado de S.Paulo

Um dia após a divulgação da pesquisa CNI/Ibope que o mostrou pela primeira vez atrás da rival do PT, Dilma Rousseff, o candidato do PSDB à Presidência, José Serra, passou o dia ao telefone consultando os líderes mais influentes do partido tentando definir o vice de sua chapa. Serra discute, entre outros nomes, a escolha de Patrícia Filler Amorim para o posto.

Patrícia, de 41 anos, é atleta e presidente do Clube de Regatas Flamengo. Em telefonemas a vários interlocutores, entre os quais o ex-governador de Minas Aécio Neves e o senador Tasso Jereissati (CE), Serra diz que está recolhendo opiniões e ouvindo. Ao mesmo tempo, porém, não esconde seu entusiasmo pessoal com a escolha da nadadora que foi 28 vezes campeã brasileira e estabeleceu os recordes sul-americanos nos Jogos Olímpicos de Seul, 1988. :: LEIA MAIS »

Texto retirado de site do Planejamento critica a reforma agrária de Lula

Lu Aiko Otta / BRASÍLIA – O Estado de S.Paulo

O texto estava na Portal do Planejamento, classificado entre as chamadas “reflexões críticas”, e foi tirado do ar na sexta-feira, 18, depois que alguns ministros reclamaram das conclusões sobre suas áreas. O Estado obteve uma versão dos documentos censurados.

“Pode-se afirmar que, até o momento, não se conseguiu realizar a reforma agrária, de fato”, diz o documento. “Apesar de passarem a ter acesso a terra e a alguns serviços, a qualidade de vida dessas populações (os assentados) permanece muitas vezes a mesma que era antes de terem sido assentadas.” :: LEIA MAIS »

Líderes de doações são os mais afetados pela Ficha Limpa

Marcelo de Moraes / BRASÍLIA – O Estado de S.Paulo

 Levantamento feito pelo Estado mostra que os políticos que correm maior risco de ser atingidos pela Lei da Ficha Limpa receberam doações expressivas na campanha anterior, em 2006. O grupo inclui três candidatos a governos estaduais, três ao Senado, um à Câmara dos Deputados e dois à Câmara do DF.

Ao todo, esse grupo movimentou R$ 23 milhões em receitas arrecadadas junto a doadores para suas campanhas e que foram registradas na Justiça Eleitoral.

O alcance eleitoral da nova lei produzirá impacto nas doações de campanha deste ano. A dúvida jurídica se os principais atingidos terão condição ou não de concorrer nas próximas eleições já dificulta a formação de alianças e começa a causar problemas na captação de recursos.

:: LEIA MAIS »

Dilma menospreza sabatinas e diz que já debate com jornalistas

Andrei Netto, de O Estado de S.Paulo

M ADRI – A candidata do PT à presidência, Dilma Rousseff, deixou claro nesta sexta-feira, 18, que não faz questão de participar de sabatinas organizadas com outros presidenciáveis. Em entrevista de 10 minutos concedida após o encontro com o presidente de governo da Espanha, José Luis Zapatero, em Madri, a petista menosprezou a importância dos debates com José Serra e Marina Silva, candidatos do PSDB e do PV, e rebateu as críticas de que esteja fugindo do debate eleitoral em sua viagem de cinco dias à Europa. “Eu tenho feito vários debates com jornalistas”, argumentou.

Dilma fez as declarações no fim de sua passagem pela Espanha, a terceira etapa da turnê pela Europa, após Paris e Bruxelas. Questionada sobre as críticas, feitas ontem por José Serra, de que esteja usando a turnê para fugir aos debates, Dilma argumentou: “Eu (só) não fui na sabatina da Folha”. Em sua resposta a candidata não informou que o PT havia cancelado no Brasil sua participação em outra sabatina, desta vez organizada pela Confederação Nacional da Agricultura (CNA), marcada para 1º de julho.

:: LEIA MAIS »

Senado aprova aumento salarial para 32 mil servidores federais

estadão.com.br com Agência Senado e Agência Brasil

Os senadores aprovaram nesta quinta-feira, 17, aumento de 18% para servidores do governo federal. O aumento vale a partir de 1º de julho deste ano e o percentual que será aplicado novamente à remuneração a partir de 1º de abril de 2011. O impacto previsto na folha salarial do governo federal é de R$ 401 milhões neste ano, R$ 773 milhões em 2011 e R$ 791 milhões em 2012. O reajuste foi negociado no ano passado e já consta, inclusive, do Orçamento deste ano. O projeto, de iniciativa do Executivo, segue agora para sanção do presidente Lula.

Entre os 32.763 servidores contemplados estão os pertencentes ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento; os agentes penitenciários federais; os empregados do Hospital das Forças Armadas; além de membros da carreira de auditoria do Sistema Único de Saúde (SUS) e da Agência Brasileira de Inteligência (Abin). :: LEIA MAIS »

DEM faz pressão para garantir vice de Serra

Julia Duailibi – O Estado de S.Paulo

SÃO PAULO – No momento em que setores do PSDB pressionam para que a chapa presidencial do tucano José Serra seja puro-sangue, o DEM faz ofensiva para garantir nome ligado à legenda na composição.

Em reunião na segunda-feira, 14, com a coordenação da campanha de Serra, caciques do DEM reforçaram a tese de indicar um nome ligado à legenda. Uma vez que o ex-governador Aécio Neves (MG) não quer ficar com a vaga de vice, os aliados dos tucanos avaliam que a indicação deve ser deles.

No PSDB, no entanto, as maiores apostas são em torno do presidente do partido, senador Sérgio Guerra (PE), e do senador Álvaro Dias (PR). A favor de Dias, está o fato de a sua indicação fortalecer o palanque no Paraná, onde os tucanos tentam fechar aliança com o irmão dele, senador Osmar Dias (PDT), que também flerta com os petistas. :: LEIA MAIS »

PT e PMDB só conseguem aliança em 10 dos 27 estados

Carol Pires, do Estadão.com.br

BRASÍLIA – PT e PMDB festejam, neste fim de semana, o lançamento da petista Dilma Rousseff e do peemedebista Michel Temer como candidatos a presidente e vice-presidente da República. O mote da festa, no entanto, só vale para dez estados da federação, onde PT e PMDB conseguiram formar aliança em torno de um candidato único ao governo. Em outras 14 federações, PT e PMDB seguirão para a eleição em lados opostos. Nos estados do Norte, por exemplo, em nenhum as duas legendas estão juntas na briga pelo governo. Outros três estados ainda estão com as negociações em aberto, mesmo faltando poucos dias para as convenções locais.

Acordos

Dos dez acordos de candidato único selados até aqui, seis foram em prol do PMDB. Em Minas Gerais, o ex-prefeito de Belo Horizonte Fernando Pimentel, do PT, foi obrigado a desistir da disputa pelo governo em prol do senador peemedebista Hélio Costa.

No Rio de Janeiro, os petistas endossarão a reeleição do governador Sérgio Cabral (PMDB), levando o ex-prefeito de Nova Iguaçu Lindberg Faria (PT) para a corrida pelo Senado. Em Goiás, o PT compõe aliança com o PMDB de Iris Rezende.

:: LEIA MAIS »

Senado aprova proposta de divisão dos royalties do pré-sal

estadão.com.br

SÃO PAULO – Na madrugada desta quinta-feira, 10, os senadores aprovaram, por 41 votos a favor, 28 contra e uma abstenção, a emenda do senador Pedro Simon (PMDB-RS) que trata da divisão de royalties do pré-sal. Segundo a proposta de Pedro Simon, o valor arrecadado com os royalties deve ser divido igualmente entre todos os estados e municípios, conforme critérios do Fundo de Participação dos Municípios e do Fundo de Participação dos Estados. As informações são da Agência Brasil e Agência Senado.

Para não prejudicar os estados produtores, que atualmente ganham mais para compensar os impactos da exploração, a União pagará aos estados, com sua parte nos royalties, a diferença recebida a menos com o novo modelo de divisão. A matéria volta para a apreciação da Câmara. A expectativa, agora, dos senadores dos estados produtores que fazem parte da base aliada é que o presidente Lula vete a emenda ou que o Supremo Tribunal Federal a considere inconstitucional.

:: LEIA MAIS »

PT e PMDB confirmam candidatura de Hélio Costa ao governo de Minas

Carol Pires, de O Estado de S.Paulo

BRASÍLIA – O PT e o PMDB anunciaram nesta segunda-feira, 7, que o senador peemedebista Hélio Costa será o candidato a governador de Minas Gerais e o ex-prefeito de Belo Horizonte, Fernando Pimentel, do PT, será candidato a senador. O anúncio encerra a disputa travada há meses pelos dois partidos pela indicação do candidato ao governo mineiro. Hélio Costa, ex-ministro de Comunicações do governo Lula, não abria mão da indicação e o PMDB de Minas Gerais ameaçou até mesmo votar contra a aliança nacional com a candidata a presidente do PT, Dilma Rousseff.

O PMDB de Minas tem 69 dos 804 votos da convenção nacional, marcada para este sábado (12) para içar o nome do presidente da Câmara dos Deputados, Michel Temer (SP), como candidato a vice na chapa de Dilma. :: LEIA MAIS »



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia