WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

ebook gestao financeira


dezembro 2019
D S T Q Q S S
« nov    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  


:: ‘política’

Dilma sobe para 51%, Serra mantém 27%, aponta Datafolha

Cido Coelho, do estadão.com.br

SÃO PAULO – O instituto Datafolha divulgou, na madrugada desta quinta-feira, 16, os números da corrida presidencial. A pesquisa, que foi realizada entre os dias 13 a 15 de setembro, com 11.784 entrevistados em todo o Brasil apontou a candidata Dilma Rousseff (PT) na liderança, com 51%. Com este resultado, a petista venceria no primeiro turno.

Dilma subiu um ponto em relação ao último levantamento, que aconteceu entre os dias 8 e 9 de setembro. José Serra (PSDB) manteve o índice e permaneceu com 27% das intenções de voto. Marina Silva (PV) também repetiu o resultado da pesquisa anterior e seguiu com 11%. :: LEIA MAIS »

Assessor de Erenice Guerra acusado de tráfico de influência pede demissão

Agência Estado

SÃO PAULO – O assessor da Secretaria-Executiva da Casa Civil, Vinícius de Oliveira Castro, pediu demissão nesta segunda-feira, 13. Vinícius foi citado em reportagem da revista Veja publicada neste fim de semana como participante de um suposto esquema para beneficiar empresas com contratos no governo. O servidor declara que “repudia todas as acusações”.

A reportagem da revista Veja traz a denúncia de que Israel fez lobby para empresas aéreas com interesses na obtenção de contratos com os Correios. Segundo a revista, o lobby teria rendido ao filho de Erenice uma comissão de cerca de R$ 5 milhões. Na ocasião, a Casa Civil era chefiada pela candidata do PT à Presidência, Dilma Rousseff, e Erenice ocupava o posto de secretária executiva, atuando como principal auxiliar de Dilma. :: LEIA MAIS »

Sucessora de Dilma na Casa Civil montou esquema de lobby no governo, diz revista Veja

Estadão.com.br

Conhecida por ser “escudeira”, “braço direito” e, claro, “companheira” da presidenciável Dilma Rousseff, a advogada Erenice Guerra, sucessora da candidata petista na Casa Civil, montou no Palácio do Planalto uma central de lobby familiar-partidário que cobra de empresários interessados em fazer negócios com o governo uma taxa propina de 6%.

Reportagem publicada pela revista Veja desta semana revela que o filho de Erenice, Israel Guerra, que até pouco tempo atrás perambulava pela Esplanada em cargos comissionados de menor importância, tornou-se, à sombra da mãe-ministra, um próspero consultor de negócios, eufemismo de lobista.

No novo figurino, segundo a reportagem, Israel operou, pelo menos, a concessão de um contrato de R$ 84 milhões para um empresário do setor aéreo com negócios com os Correios. Chamada de “taxa de sucesso” , a propina foi estimada em R$ 5 milhões e teria servido em parte para “saldar compromissos políticos”. :: LEIA MAIS »

PF confirma apreensão de R$ 1 mi em operação no Amapá

Vannildo Mendes – Agência Estado

A Polícia Federal (PF) confirmou hoje a apreensão de R$ 1 milhão de reais, além de cinco veículos de luxo (Ferrari, Maserati, duas Mercedes e um Mini Cooper) e duas armas, como resultado das ações de busca e apreensão da Operação Mãos Limpas, no Estado do Amapá. O operação tem como objetivo prender uma organização criminosa composta por servidores públicos, agentes políticos e empresários, que praticava desvio de recursos públicos do Estado e da União.


Foto: Divulgação
Foram realizadas 18 prisões entre as quais a do governador do Estado, Pedro Paulo Dias (PP), e do presidente do Tribunal de Contas do Amapá, Júlio Miranda. Cerca de 600 policiais estão mobilizados nas ações em quatro Estados: Amapá, Pará, Paraíba e São Paulo. :: LEIA MAIS »

Aécio diz que eleição em MG se tornou plebiscitária

Eduardo Kattah/BELO HORIZONTE – O Estado de S.Paulo

A exemplo da disputa pela Presidência, a sucessão estadual em Minas Gerais se tornou uma eleição plebiscitária, conforme avaliou o ex-governador Aécio Neves (PSDB). Após um jantar na noite de quarta-feira, 8, oferecido por profissionais do setor cultural em apoio ao governador tucano Antonio Anastasia, candidato à reeleição, Aécio evitou rebater as críticas feitas à gestão do PSDB no Estado pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Para o ex-governador, a decisão do eleitor, seja no plano federal ou estadual, se dará pela continuidade ou não dos projetos em vigor. :: LEIA MAIS »

Ministro do STF também rejeita candidatura de Roriz

Agência Brasil

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Carlos Ayres Brito, rejeitou no início da madrugada desta quinta-feira, 9, reclamação do candidato a governador do Distrito Federal (DF), Joaquim Roriz (PSC), que teve seu registro negado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Roriz tentava no Supremo cassar a decisão da Justiça Eleitoral que impediu sua candidatura ou que o TSE julgasse novamente o seu caso sem a aplicação da Lei da Ficha Limpa. :: LEIA MAIS »

Analista que acessou dados do tucano Eduardo Jorge em Minas é filiado ao PT

Renato Andrate, de O Estado de S.Paulo

BRASÍLIA – O analista tributário Gilberto Souza Amarante, que trabalha para Receita Federal no interior de Minas Gerais e acessou dez vezes os dados fiscais do vice-presidente do PSDB, Eduardo Jorge, é filiado ao Partido dos Trabalhadores (PT) desde 2001.

De acordo com os dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Amarante é um dos 276 filiados do PT que votam na cidade de Arcos, vizinha ao município mineiro de Formiga, onde o analista acessou, no dia 3 de abril de 2009, o CPF de Eduardo Jorge dez vezes em menos de um minuto.

A identificação de Amarante foi feita pelo Estado com base no número do título de eleitor e do registro no Cadastro de Pessoas Físicas (CPF) do analista tributário. A situação do registro de filiação de Amarante é classificada como “regular” pelo sistema do TSE. O servidor do Fisco vota na 18ª zona eleitoral, na seção 35, que fica na Casa de Cultura de Arcos.

:: LEIA MAIS »

Eduardo Jorge teve dados fiscais violados dez vezes em Formiga, interior de Minas

Rui Nogueira e Renato Andrade, de O Estado de S. Paulo

BRASÍLIA – Seis meses antes de começar a série de violações de sigilos fiscais de dirigentes tucanos e familiares em Mauá e Santo André, municípios de São Paulo, um analista tributário do interior de Minas Gerais acessou dez vezes, em um único dia, os dados do vice-presidente do PSDB, Eduardo Jorge.

Documento mostra série de acessos ao IR de Eduardo Jorge; CPF é do vice-presidente do PSDB

:: LEIA MAIS »

Receita confirma que procuração de filha de Serra é falsa e envia documento ao MP

FÁBIO GRANER E ADRIANA FERNANDES – Agência Estado

O secretário da Receita Federal, Otacílio Cartaxo, reconheceu que é falso o documento apresentado por suposto procurador de Verônica Serra, filha do candidato do PSDB à Presidência da Republica, José Serra, solicitando cópias de suas declarações de renda. Em pronunciamento na tarde desta quarta-feira, 1º, Cartaxo informou que o documento já foi entregue ao Ministério Público Federal (MPF), que irá investigar a fraude.

 De acordo com o secretário, o requerimento foi apresentado à Receita Federal em 30 de setembro de 2009 com uma procuração em nome de Antonio Carlos Atella Ferreira, suposto procurador de Verônica. “Aconteceu a falsificação de documento público federal e cabe à Polícia Federal (PF) a apuração do fato, realizando perícia grafotécnica e investigando todos os demais aspectos da matéria”, disse.

 Mais cedo, o tabelião de notas que supostamente teria reconhecido firma do documento afirmou ser falsa a procuração.  “A falsificação é grotesca”, afirmou Fabio Tadeu Bisognin, cujo sobrenome aparece com grafia errada no papel. Ainda segundo o tabelião, não consta na procuração o número de cadastro da firma no cartório, que é obrigatório. Falta também a frase ‘em testemunho da verdade’.

  :: LEIA MAIS »

Agência que violou sigilo de tucanos acessou dados de Ana Maria Braga

Leandro Colon, de O Estado de S.Paulo

BRASÍLIA – O computador que violou os sigilos fiscais de quatro tucanos também foi usado para abrir e imprimir a declaração de renda da apresentadora Ana Maria Braga, da Rede Globo. Os dados de Ana Maria foram acessados às 11h15 do dia 16 de novembro do ano passado no computador da servidora Adeildda Ferreira Leão dos Santos, na delegacia da Receita Federal em Mauá (SP). Semanas antes, no dia 8 de outubro, o mesmo equipamento acessou os dados do vice-presidente do PSDB, Eduardo Jorge, e de três pessoas ligadas ao alto comando do partido, conforme revelou ontem O Estado de S. Paulo. :: LEIA MAIS »

Datafolha: Dilma avança e está com 49%; Serra cai para 29%

estadão.com.br

SÃO PAULO – A pesquisa do Datafolha/TV Globo divulgada na madrugada desta quinta-feira, 26, aponta a candidata do PT à Presidência da República, Dilma Roussef, com 49% das intenções de voto e está com 20 pontos de vantagem sobre José Serra, do PSDB, que está com 29%. O levantamento foi realizado nos dias 23 e 24 de agosto, com 10.948 entrevistas feitas em todo o Brasil.

 O resultado mostra também que a candidata petista passou em Estados em que Serra estava liderando, como São Paulo, Paraná e Rio Grande do Sul. Além disso, Dilma também tem a preferência entre os eleitores com maior faixa de renda.

:: LEIA MAIS »

Receita vasculhou sigilos de mais 3 pessoas ligadas a Serra e FHC

Leandro Colon e Rui Nogueira/ BRASÍLIA – O Estado de S.Paulo

Investigação interna da Receita Federal revela que acessos suspeitos aos sigilos fiscais de adversários do PT foram além do manuseio dos dados do vice-presidente do PSDB, Eduardo Jorge. Os documentos mostram que, no mesmo dia, de um mesmo computador e em sequência, servidores do Fisco abriram os dados sigilosos de Eduardo Jorge e de mais três pessoas ligadas ao alto comando do PSDB. São elas: Luiz Carlos Mendonça de Barros, Ricardo Sérgio de Oliveira e Gregório Marin Preciado.

:: LEIA MAIS »

Presidente do TRE-SE sofre atentado em Aracaju

Julia Baptista, do estadão.com.br

SÃO PAULO – O presidente do Tribunal Regional Eleitoral de Sergipe (TRE-SE), Luis Mendonça, sofreu um atentado por volta das 8h50 desta quarta-feira, 18, na Avenida Beira-Mar, em Aracaju. De acordo com a Polícia Militar (PM), quatro homens encapuzados e armados com pistolas e uma escopeta calibre 12, que estavam em um carro, dispararam contra o veículo em que estava Mendonça.

O motorista do presidente da corte, o cabo da PM Jailton Pereira Batista, de 41 anos, ficou gravemente ferido e foi encaminhado ao Pronto Socorro da capital do Estado. Mendonça foi atingido de raspão na altura do ombro.

TSE confirma validade da Lei da Ficha Limpa para eleições deste ano

Pedro da Rocha, da Central de Notícias/AE

SÃO PAULO – Os ministros do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) reafirmaram em julgamento nesta quarta-feira, 17, que a Lei da Ficha Limpa pode ser aplicada para as eleições gerais deste ano, sem violar o princípio constitucional da anualidade ou anterioridade previsto no artigo 16 da Constituição Federal.

A questão foi debatida no julgamento de um recurso interposto por Francisco das Chagas Rodrigues Alves, candidato a deputado estadual no Ceará, que teve seu registro de candidatura impugnado pelo Tribunal Regional Eleitoral daquele estado.

Por 5 votos a 2, prevaleceu entendimento do presidente da Corte, ministro Ricardo Lewandowski, que apresentou seu voto e considerou a lei válida já para as eleições de 3 de outubro. Lewandowski foi acompanhado pelos ministros Arnaldo Versiani, Cármen Lúcia, Aldir Passarinho Junior e Hamilton Carvalhido.

Já os ministros Marcelo Ribeiro (relator) e Marco Aurélio consideraram que a Lei da Ficha Limpa altera o processo eleitoral e que não poderia ser aplicada por ter sido sancionada a menos de um ano das eleições.

Roseana lavou dinheiro, indicam papéis

Leandro Colon / BRASÍLIA – O Estado de S.Paulo

Documentos que estão nos arquivos do Banco Santos indicam que a governadora do Maranhão, Roseana Sarney (PMDB), e seu marido, Jorge Murad, simularam um empréstimo de R$ 4,5 milhões para resgatar US$ 1,5 milhão que possuíam no exterior.

Veja também:

link Negócio envolveu aliado de José Sarney

Os papéis obtidos pelo Estado – incluindo um relatório confidencial do banco – dão detalhes da operação, montada legalmente no Brasil, com um prazo de seis anos. Os relatórios mostram, no entanto, que o empréstimo foi pago por meio de um banco suíço cinco dias depois da liberação dos recursos no Brasil.

O dinheiro foi, segundo os documentos, investido na compra de participações acionárias em dois shoppings, um em São Luís e outro no Rio de Janeiro. O Banco Santos teria servido apenas como ponte para Roseana e Murad usarem os dólares depositados lá fora. É o que o mercado financeiro batiza de operação “back to back”. :: LEIA MAIS »

Coordenador financeiro de Serra nega falta de recursos

ANA CONCEIÇÃO – Agência Estado

O coordenador financeiro da campanha de José Serra (PSDB) à Presidência da República, José Henrique Reis Lobo, negou que existam problemas de arrecadação para o candidato e disse que o engenheiro Paulo Vieira de Souza não tinha autorização para angariar recursos para o partido. A edição da revista IstoÉ desta semana traz matéria em que cita dirigentes tucanos, como o ex-ministro Eduardo Jorge, vice-presidente nacional do PSDB, acusando Souza de arrecadar cerca de R$ 4 milhões junto a grandes empreiteiras para as campanhas eleitorais de 2010. Ex-diretor da Desenvolvimento Rodoviário S/A (Dersa), estatal paulista responsável pelo Rodoanel e outras obras bilionárias, o engenheiro teria fácil acesso a essas empresas. Segundo a denúncia da revista, os recursos não chegaram ao caixa da campanha presidencial de José Serra. :: LEIA MAIS »

Ministros e advogados cobram explicações de Joaquim Barbosa

O Estado de S.Paulo – Mariângela Gallucci/BRASÍLIA

Ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) e advogados cobraram neste domingo, 8, explicações do ministro do STF Joaquim Barbosa, que está de licença médica desde abril por causa de um problema crônico na coluna, mas foi visto em uma festa e num bar em Brasília no final de semana. De acordo com eles, Barbosa tem de resolver a sua situação: se fica no tribunal, trabalhando, ou se pede afastamento definitivo da Corte.

“Que se defina a situação”, afirmou o ministro do STF Marco Aurélio Mello. “Eu acho que seria o mínimo de consideração com a sociedade, com o erário, com os seus pares, com o Supremo, que o ministro Joaquim Barbosa viesse a público dar uma explicação”, disse o presidente nacional da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Ophir Cavalcante Júnior. “Aparentemente não há coerência entre a postura de não trabalhar em razão de um problema de saúde, que é natural, qualquer pessoa pode ter, e de ter uma vida social onde isso não é demonstrado”, acrescentou Cavalcante Junior. :: LEIA MAIS »



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia