WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

ebook gestao financeira


novembro 2020
D S T Q Q S S
« out    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930  


:: ‘PM’

Conquista: Comandante do 9º Batalhão não pensa inicialmente em instalação de postos policiais

postos podem ser transformados em bases operacionais

image

O sonho de muitos bairros em ter um posto policial pode não se realizar, pelo menos parece ser esta a opinião do novo comandante do 9º Batalhão de Policia Militar, Tenente Coronel Jorge Ubirajara Pedreira.

Em entrevista ao nosso portal de noticias ele disse que postos policiais é engessamento de policiamento, o ideal hoje é que o policial esteja trabalhando com mais dinâmica, mas movimentação o que em sua opinião da mais segurança as pessoas.

O comandante acrescenta que mesmo assim pretende fazer um levantamento estratégico na cidade para ver se existe a possibilidade de alguns postos serem implantados ou reativados, a idéia de acordo com ele é que os postos sejam transformados em bases operacionais.

Por Nildo Freitas

Polêmica: Familiares protestam contra prisão de PMs em Vitória da Conquista

do A Tarde

 

Mães e parentes de policiais militares presos fazem protesto em Vitória da Conquista

 Parentes, amigos e colegas de corporação de 10 policiais do 9º Batalhão de Policia Milita (BPM), protestaram neste domingo, 9, contra a detenção dos PM’s. Os policiais são de Vitória da Conquista e estão presos preventivamente no Batalhão de Choque em Salvador, acusados de participação em casos de homicídios e desaparecimentos.

 Os manifestantes dizem que a prisão é arbitrária e criticaram a forma como foi feita a operação para cumprimento dos 10 mandados de prisão e 35 de busca e apreensão no último dia 05.

 Uma nova manifestação está marcada para a próxima terça-feira, 11, a partir das 9 horas, e tem como destino final a sede da Procuradoria Regional do Ministério Público. “Meu irmão se apresentou voluntariamente logo que soube”, contou Eduardo Ribeiro, irmão do sub-tenente PM, Arlande Ribeiro de Almeida. Ele conta que, no dia da prisão, dois policiais armados com fuzis ficaram em frente à porta de sua casa e outros seis foram para a sala. “Minha mãe, de 67 anos, chegou a passar mal de nervosa. Não havia necessidade daquilo, já que os policiais se apresentaram”, disse.

 Operação – A operação contou com mais de 150 policiais de diferentes corporações. A esposa do sub-tenente, a psicóloga Ana Cândida Lobo, questiona a prisão do marido. “Ele só foi preso porque estava de plantão no dia”, assinala.

Ela contou que o sub-tenente está há 20 anos na polícia, também nos municípios de Aracatu e Barra do Choça. “Levantei a ficha dele e só tem elogios. O pessoal de Aracatu, onde ele ficou 10 anos, pede sempre que ele retorne”, afirmou.

 Os manifestantes se encontraram por volta das 9h30 na Praça da Saudade e durante mais de duas horas caminharam pelas ruas da cidade segurando cartazes e faixas, soprando apitos e gritando palavras de ordem: “Direitos Humanos sim, injustiça não”, “Polícia na prisão e ladrão soltando rojão”, alardeavam, numa referência à comemoração de traficantes quando foram presos os 10 PM’s, na última terça-feira.

 Dia das Mães – “Hoje é Dia das Mães e meu filho não está aqui comigo”, comentou a mãe de um dos policiais, que pediu para não ser identificada. Com um terço na mão, afirma que fala com o filho todos os dias. “Ele está confiante de que vai dar tudo certo porque não fez nada”, frisou.

 A esposa de Ronildo Vieira da Silva, Sandra Oliveira, disse que tem sofrido muito com a prisão do marido, mas que do outro lado do telefone ele lhe passa força e confiança. Sanda lembra que Vitória da Conquista, uma cidade com mais de 300 mil habitantes, não tem um centro de recuperação para jovens infratores, que são apontados como os causadores da maior parte das ações criminosas. :: LEIA MAIS »

Recadastramento dos aposentados da PM no interior começa amanhã

Correio da Bahia

A Secretaria da Administração do Estado (Saeb) inicia, na segunda-feira (10), a segunda etapa do recadastramento dos policiais militares aposentados. A convocação para atualização de informações junto à Previdência Estadual está sendo feita por carta enviada ao endereço de cada um dos policiais militares aposentados, contendo os endereços, dias e horários para atendimento.

Desta vez, cerca de cinco mil PMs inativos residentes do interior deverão procurar as unidades do Centro de Atendimento Previdenciário (Ceprev) localizadas nos postos SAC de Barreiras, Jacobina e Senhor do Bonfim, além de batalhões e companhias independentes da Polícia Militar em outros 19 municípios. :: LEIA MAIS »

MP finaliza 2 inquéritos e aguarda perícias em Vitória da Conquista

Valmar Hupsel Filho | A TARDE

Nos próximos dias devem ser encerrados dois dos seis inquéritos em andamento para apurar as responsabilidades pela chacina do Alto da Conquista – caso em que policiais são acusados, numa ação em represália à morte de um PM, de promover uma matança de 11 pessoas e sumiço de três adolescentes do bairro de Vitória da Conquista no último dia 29 de fevereiro.

A força-tarefa do Ministério Público (MP) baiano desta cada para apurar o caso, formada por promotores de justiça do Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas e de Investigações Criminais (Gaeco), aguarda as informações da polícia.

“Vamos confrontar com as colhidas em investigações próprias para decidir que medidas iremos tomar”, comentou o promotor de justiça Maurício Cerqueira, coordenador do Gaeco.

Também esta semana será conhecido o resultado da perícia feita pelo Departamento de Polícia Técnica (DPT) no material apreendido na operação deflagrada na última quarta-feira.

Na ocasião, mais de 150 policiais civis e militares de diferentes corporações cumpriram35mandadosdebusca e apreensão em casas e estabelecimentos comerciais de propriedade de policiais.
 Foram apreendidos computadores, pendrives, documentos, cadernos de anotações, armas e munição.

:: LEIA MAIS »

PMs são feitos reféns em assalto a Banco do Brasil em Ibirapitanga

Nove homens encapuzados e fortemente armados impuseram 30 minutos de terror aos moradores da cidade de Ibirapitanga, na manhã desta quarta-feira, 5, durante assalto à agência do Banco do Brasil localizada na Praça Manoel Jorge Silva. Os assaltantes levaram todo o dinheiro que estava no cofre e nos quatro caixas eletrônicos, destinado ao pagamento dos servidores municipais, e fugiram levando como reféns o vigilante e o gerente de módulo da agência, que não quiseram se identificar, além de dois policiais militares, identificados apenas como Elizon e Vivaldo. Os quatro foram liberados a três km da cidade, distante 350 km ao sul de Salvador, numa estrada vicinal de região de Piabanha, que dá acesso ao município de Camamu. Do Bahia Press

Promotora de Justiça revela: “Vou continuar trabalhando com o grupo de extermínio. As investigações não param”

Por Rodrigo Ferraz

A promotora de justiça de Vitória da Conquista, Genísia Oliveira (foto), foi assunto no jornal A Tarde após ter a sua caminhonete alvejada na noite da última quarta-feira (04), por um disparo de pistola ponto 40, arma de calibre de uso exclusivo de policiais. Tudo isso aconteceu depois da prisão provisória ter sido decretada de 10 PMs que podem estar envolvidos nos diversos homicídios que aconteceram na cidade desde o início do ano.

Em entrevista ao apresentador da Resenha Geral, Herzem Gusmão, a promotora disse que esse tipo de ameaça não vai intimidá-la. “Vou continuar trabalhando com o grupo de extermínio do município no intuito de investigar todos os fatos. O crime em Vitória da Conquista está crescendo de forma assustadora. Quem disparou o tiro perdeu um tempo imenso. Estou tomando todas as providências”, garante. Ela também revelou que dentre os 10 policiais existem alguns que comprovadamente cometeram homicídios. “Algumas provas já são suficientes para fazer essa afirmação”, finaliza Genísia Oliveira. Do Blog da Resenha

Troca-troca na Bahia: 8º Batalhão da Polícia Militar de Porto Seguro terá novo comandante

Solenidade de passagem de comando acontece nesta sexta, dia 7, na sede do 8º Batalhão da Polícia Militar, situada às margens da BR 367, na entrada de Porto Seguro

PORTO SEGURO – Com a presença do comandante geral da Polícia Militar da Bahia, Cel. Nilton Régis Mascarenhas e de autoridades civis e militares da região, acontece na próxima sexta, dia 7, a partir das 16 h, na sede do 8º BPM, em Porto Seguro, a solenidade de passagem de comando do 8º Batalhão da Polícia Militar, do tenente coronel Carlos Maurício Nunes dos Santos para o também tenente coronel Paulo Faustino da Silva. Do Bahia Dia Dia

Polícia prende suspeitos em operação em favelas do Rio de Janeiro

Foto: Tasso Marcelo/AE

  Policiais da Delegacia de Combate as Drogas (Dcod) e da Coordenadoria de Recursos Especiais (Core) realizaram uma operação na Favela do Jacarezinho

Policiais da Delegacia de Combate as Drogas (Dcod) e da Coordenadoria de Recursos Especiais (Core) realizaram uma operação na Favela do Jacarezinho

A polícia prendeu nesta quinta-feira cinco pessoas acusadas de incendiar um ônibus na favela Antares, na zona oeste do Rio de Janeiro. Segundo a Band News FM, uma operação está sendo feita em sete favelas da região com o objetivo de combater o tráfico de drogas.
Segundo a reportagem, além dos presos, três suspeitos também foram detidos. Ninguém ficou ferido. Ainda nesta quarta-feira, a polícia apreendeu drogas e ocupou as favelas do Jacarezinho e do Borel, onde devem ser instaladas unidades de polícia paficificadora.
:: LEIA MAIS »

Polícia Militar já teria solicitado a prisão de “Jararaca” e outros adolescentes desde novembro do ano passado

Por Rodrigo Ferraz

Já está nas mãos do apresentador da Resenha Geral, Herzem Gusmão, um documento que comprova que a Polícia Militar já teria solicitado a prisão de “Jararaca” e outros adolescentes desde novembro do ano passado.

Acontece que os jovens só foram indiciados após a morte do PM Marcelo Márcio, que aconteceu no final do mês de janeiro de 2010. Durante toda a programação da Rádio Cidade AM e Clube (96) FM desta sexta-feira (07) você terá mais informações sobre este assunto e terá acesso ao documento na íntegra. Fique sintonizado! Do Blog da Resenha

Conquista: Aspojer tem computadores levados pela PM e contesta mandado de busca e apreensão

da TV Sudoeste / Blog do Marcelo

A ação da tropa de choque da Polícia Militar, em Vitória da Conquista, resultou na prisão de 10 policiais militares e a apreensão de equipamentos de informática. Mas representantes de uma associação de policiais militares contestam o mandado de busca e apreensão.

Justiça Militar da Bahia absolve PM gay acusado de deserção

O 1º tenente da Polícia Militar da Bahia, Ícaro Ceita, foi inocentado da acusação de deserção pela Justiça Militar, no final de abril. Ceita está afastado da corporação com um atestado médico que afirma que ele sofre de depressão, que teria sido causada, segundo ele, por ‘assédio moral de alguns setores da Polícia Militar’ depois que assumiu sua homossexualidade em 2008.

Ele diz que não acreditava que sairia ileso dos dois processos. “Eu estava muito nervoso, sabia que iam jogar pesado contra mim. Eu tinha esperança e fé, mas achava que iam absolver em um e condenar no outro. Que bom que a justiça foi feita”, afirma.

Ceita deve se apresentar ao seu batalhão assim que o atual atestado médico expirar, no final do mês. Ele afirma que vai pedir para ser transferido para um setor mais burocrático.

A assessoria de imprensa da Polícia Militar da Bahia informa que a corporação vai acatar a decisão e nega que Ceita tenha sido vítima de qualquer tipo de perseguição. As informações são do G1

Operação de guerra: Mortes em Conquista levam 10 PMs à cadeia

do A Tarde

A polícia realizou uma operação de guerra para cumprir 10 mandados de prisão e 35 de busca e apreensão determinados pelo juiz titular da comarca do Júri de Vitória da Conquista, Reno Viana Soares, como desdobramento das investigações que apuram a suposta autoria de policiais em 11 homicídios e desaparecimento de três adolescentes. Os crimes teriam sido cometidos no Alto da Conquista, na madrugada entre os dias 28 e 29 de janeiro, supostamente para vingar o assassinato do PM Marcelo Márcio Lima Silva, ocorrido no local horas antes.

Ao todo, cerca de 150 policiais, distribuídos em 50 veículos das polícias Civil e Militar, além do Centro de Operações Especiais (COE), Rondas Táticas Motorizadas (Rotamo) e Coordenadorias de Polícias do Interior (Corpins) dos municípios de Brumado, Jequié, Itapetinga e Vitória da Conquista foram mobilizados. Eles iniciaram a operação nas primeiras horas da manhã desta quarta-feira, 5, e atuaram de forma segmentada (cada equipe era responsável por uma missão e não tinha conhecimento do que o restante estava fazendo).

Durante o dia chegava material apreendido no Distrito Integrado de Segurança Pública (Disep). “Será feita uma triagem e o material será analisado pelo Departamento de Polícia Técnica, em Salvador”, informou a promotora do MP, comarca de Vitória da Conquista, Genísia Oliveira. Ao todo seis computadores, documentos, agendas, cadernos, CDs e DVDs, munições e armas foram apreendidos. Até o final da tarde havia equipe chegando com material coletado nos bairros de Patagônia, Brasil, Alto do Maron, Esplanada, Ibirapuera, Guarani e Vila América. :: LEIA MAIS »

Justiça pede investigação de mais 27 homens da PM de Vitória da Conquista

Por Marcelo Brandão e Juscelino Souza, A Tarde

A Justiça solicitou o aprofundamento das investigações contra outros 27 policiais militares de Vitória da Conquista, suspeitos de envolvimento nos 11 assassinatos ocorridos em janeiro. O Ministério Público pediu a prisão de 37 PMs, como antecipou A TARDE, na edição de 10 de março. O juiz Reno Soares Viana decretou a temporária de apenas dez policiais e pediu mais diligências para os demais.

Além dos dez PMs que tiveram as prisões decretas, os promotores solicitaram a prisão dos outros 27 porque o nome deles foram citados por testemunhas como partícipes nos crimes. Os membros do MP alegam ainda que os 27 policiais retiraram armas do 9º Batalhão da Polícia Militar sem a autorização do comando, exatamente na noite em que ocorreram os crimes.

O magistrado entendeu que não havia indícios suficientes para decretar a medida cautelar contra os 27. O juiz alega que os nomes deles são mencionados pelas testemunhas esporadicamente.

Em relação às armas utilizadas pelos PMs sem autorização do comando, Reno Viana avaliou que apenas o uso indevido do armamento não é prova do cometimento dos homicídios. Mas o titular da Vara do Juri de Vitória da Conquista avalia que outras provas precisam ser produzidas para garantir que houve a participação deles nos crimes. :: LEIA MAIS »

Vitória da Conquista: Decretada prisão de PMs envolvidos em chacina

Acusados do assassinato de onze pessoas, em represália à morte do soldado PM Marcelo Márcio Lima Silva, ocorrida em janeiro deste ano, dez policiais militares devem ser presos nesta quarta-feira,em Vitória da Conquista, a 509 km de Salvador. As prisões foram autorizadas pelo juiz Reno Viana Soares, titular da Vara do Juri da comarca, a pedido do Ministério Público. Também devem ser cumpridos mandados de busca e apreensão na casa dos policiais. A Justiça decretou a prisão temporária do tenente PM Arlande Ribeiro de Almeida e dos soldados Anderson Maciel Silva, Ronildo Vieira da Silva, Emerson Caires Novaes, Adailson Machado de Castro, Marcelo Carvalho Santos, Evandro Andrade Costa, Cristiano Meira Santos, Dilsolon Meira Santos, Handerson Menezes Santos. Os policiais são lotados no 9º Batalhão de Polícia Militar (BPM/Vitória da Conquista) e na Companhia de Ações Especiais do Sudoeste e Gerais (Caesg/PM). Informações de A Tarde

Juiz de Vitória da Conquista acata pedido de prisão de 9 policiais militares e 1 tenente da PM

Por Rodrigo Ferraz

Atendendo a solicitação do Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas e de Investigações Criminais) e de Drª Genísia Oliveira, da promotoria de homicídios de Vitória da Conquista, o juiz Dr. Reno Soares acatou e vai determinar a prisão de nove policiais militares e um tenente da PM, os nomes ainda não foram revelados para a imprensa.

Foram concedidos também 35 mandados de busca e apreensão. A arma que matou os jovens Henrique, Danilo, Oséias, Robson e Daniel foi uma 380 e pode ter sido da PM. A Gaeco promete chegar a Conquista nesta terça-feira (04) às 14h.

Nesta quarta-feira (05) os promotores Maurício Cerqueira, coordenador do grupo de atuação, Genísia Oliveira, Beneval Mutim, Paulo Gomes e Gervásio Lopes estarão concedendo entrevistas em emissoras de rádio e televisão da cidade para realizarem os devidos esclarecimentos. Blog da Resenha

Tenente Coronel Jorge Ubirajara Pedreira assume o 9º Batalhão da Polícia Militar de Vitória da Conquista

Por Rodrigo Ferraz

Na tarde desta quinta-feira (29) foi oficializado o novo comando do 9º Batalhão da Polícia Militar de Vitória da Conquista, que tem a frente a partir de hoje o Tenente Coronel Jorge Ubirajara Pedreira, que estava lotado na PM de Itabuna, fazendo uma troca com o Cel. Inácio Lira. A solenidade contou com a presença de políticos, autoridades, representantes da sociedade civil e comunidade em geral.

Em entrevista a equipe da Resenha Geral, o novo comandante da PM de Conquista disse que a sua primeira iniciativa é trabalhar com a educação para que os policiais possam prestar um serviço de qualidade à população. “Iremos instalar um Batalhão de Ensino para instruir todos os profissionais. Tenho convicção de todos os desafios que irei encontrar, mas conto com o apoio da comunidade para que possamos desempenhar um grande trabalho”, disse confiante.

O Tenente Coronel Inácio Lira, que foi transferido para Itabuna, revelou que Conquista é uma cidade muito complexa devido a sua localização, mas acredita que fez um bom trabalho durante os três anos e dois meses que ficou a frente do 9º Batalhão.”O novo comandante terá um grande trabalho pela frente, pois as drogas estão tomando conta, facilitando os altos índices de violência na cidade”. :: LEIA MAIS »

Feira de Santana: Presos usam bolas de futebol para guardar drogas

No conjunto penitenciário de Feira de Santana, uma bola de futebol foi descoberta pelos policiais, recheada com 12 celulares, baterias, maconha e cola para produtos plásticos.

Durante um jogo, um policial percebeu que uma das bolas usadas  estava mais cheia do que o normal, e ao abri-la encontrou todos os objetos.

A direção do presídio suspeita que os presos joguem bola sempre no mesmo local, e que na área  haveria um responsável por trocá-las e abastece-las com drogas e celulares. Do Ibahia



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia