WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

ebook gestao financeira


março 2020
D S T Q Q S S
« fev    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  


:: ‘pcdb’

Conquista: Nildo Freitas deixa o PCdoB

Vou continuar fazendo o que gosto no rádio que é defender os interesses do povo desta cidade

image

Na manhã da ultima terça feira (11) o radialista Nildo Freitas, entregou ao Partido Comunista do Brasil (PCdoB), em Vitória da Conquista sua carta de desfiliação.
De acordo com Nildo um dos motivos que o levou a tomar esta decisão foi o fato de querer se dedicar mais a obra de Deus, no inicio do ano o comunicador foi consagrado Diácono (obreiro) da Igreja Missionária da Fé.
“Quero estar à vontade para desenvolver as minhas responsabilidades na igreja e, além disso, cheguei à conclusão que não quero, mas ficar preso a ideologias partidárias. Vou continuar fazendo o que gosto no rádio que é defender os interesses do povo desta cidade, denunciando e cobrando os seus direitos junto às autoridades”, disse Freitas.
Nildo estava no PCdoB desde 2007.No ano seguinte concorreu a uma vaga na Câmara de Vereadores. Sem grandes apoios e recursos financeiros, obteve nas urnas apenas 369 votos, mesmo assim saiu satisfeito com o resultado já que fez uma campanha sem promessas e enganação.

Por Cristiane Santana

PSB e PCdoB divergem sobre o “chapão”

Para se constatar como é difícil esta discussão sobre a composição da chapa proporcional no âmbito da base aliada do governo estadual (leia aqui o post “O que dificulta chapão é a sobrevivência política“) basta ver que no mesmo dia, duas figuras importantes do processo eleitoral divergem frontalmente. Logo pela manhã, a deputada federal Lídice da Matta, presidente regional do PSB, garantiu que a posição do seu partido é em favor da formação do “chapão”, com todos s candidatos dos sete partidos da base aliada disputando os votos de uma só coligação.

Possível candidata a Senado na chapa majoritária de Jaques Wagner, Lídice declarou, em entrevista ao site Bahia Notícias:“Em coligação proporcional não existe amizade, afeto, ou qualquer outra coisa que não a aritmética. O PSB não vai ser prejudicado de forma nenhuma”… “Uma coisa é o governador conduzir a chapa majoritária, outra é a proporcional. No máximo ele pode oferecer uma aliança com seu próprio partido, o PT. Ele nuca falou sobre isso (proporcional). Se o PT aceitar a decisão de coligar com o PR, é uma decisão do PT”. Ela falou isto para negar que esteja negociando a formação de uma chapa proporcional com o PR, como desejam os petistas.  :: LEIA MAIS »



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia