WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

ebook gestao financeira


outubro 2020
D S T Q Q S S
« set    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031


:: ‘operadora’

Claro lançará portal de compras coletivas em parceria com Groupon

O Globo

A operadora firmou parceria com a líder mundial no segmento. Sistema aceitará cartão de crédito e débito e compra pelo celular.

A Claro lançará em breve seu portal de compras coletivas em parceria com o Groupon, líder mundial neste segmento. O Claro Compras Coletivas é a primeira iniciativa no setor de telecomunicações na oferta deste serviço inédito aos seus mais de 52 milhões de clientes e também a outros usuários.

Os sites de compras coletivas têm impulsionado o crescimento do setor de e-commerce no Brasil e a Claro quer oferecer mais esta opção com a praticidade e mobilidade que o celular pode proporcionar. O portal da operadora trará ofertas diárias e únicas com descontos especiais e agressivos (que variam de 50% a 90%) em produtos e serviços nos segmentos de gastronomia, saúde e bem-estar, entretenimento, hotelaria, entre outros. Além disso, o clientes da operadora contarão com ofertas exclusivas de aparelhos, planos de serviços e conteúdo para seus celulares

Inicialmente, o portal terá interação via web e, posteriormente, contará com uma interface móvel, disponível para toda a base de assinantes, baseada em WAP, SIM Card (Menu Claro) e SMS. O portal também terá aplicativos para os principais sistemas operacionais dos mais variados modelos de aparelhos. Outro destaque será a convergência com o programa de relacionamento da empresa, permitindo ainda mais benefícios aos seus assinantes. :: LEIA MAIS »

Oi não poderá cobrar pelos dias em que o serviço estiver inoperante, alerta o Procon da Bahia

A Tarde
Pane afeta serviços bancários e transações eletrônicas no comércio, que já ameaça entra na Justiça contra a Oi

A partir do meio-dia desta quinta-feira, 23, a empresa de telefonia Oi distribuirá aparelhos de celular com chip e modens 3G para os clientes impedidos de utilizar a telefonia fixa e o acesso à internet, no Centro de Convenções do Hotel Fiesta, por conta do incêndio no prédio da empresa no Itaigara. De acordo com a empresa, ainda existem 29 mil clientes da telefonia fixa e 17 mil de internet sem acesso aos serviços por conta do problema.

Nesta quarta, 22, a situação começou a se normalizar, mas os efeitos da pane nas comunicações ainda eram percebidos. Serviços públicos, como de intermediação de mão-de-obra, funcionaram precariamente, por exemplo. E isso sem contar os centros comerciais que aproveitaram para divulgar que as compras de fim de ano poderiam ser feitas normalmente.

Ainda nesta quarta, o Procon-BA informou em nota à imprensa que está cobrando da Oi um posicionamento a respeito das faturas do mês de dezembro. De acordo com a superintendente do órgão, Cristiana Santos, a informação é um direito garantido pelo Código de Defesa do Consumidor, razão pela qual a empresa tem o dever de ir a público, por todos os meios de comunicação disponíveis, para prestar esclarecimentos.

A superintendente destacou, ainda, que a empresa não poderá cobrar pelos serviços não prestados durante o período de indisponibilidade, o que poderia ser caracterizado como enriquecimento sem causa.

Solução emergencial – “Essa é uma solução para a emergência”, avisou, nesta quarta, o diretor de relações institucionais da Oi, Carlos Ademar de Aragão, durante encontro com a imprensa, na sede da empresa, na Avenida Silveira Martins (Cabula). Além dessas primeiras medidas, ele divulgou outras, de natureza intermediária, e a definitiva, que passa pela instalação de novas centrais telefônicas.

A empresa deslocou um contingente de 100 técnicos para avaliar  a extensão dos danos. Estimativas extraoficiais apontam prejuízo de, no mínimo, R$ 300 milhões. :: LEIA MAIS »

Procon da Bahia solicita que Oi preste esclarecimentos ao consumidor

A Tarde

Lojistas e clientes foram prejudicados com o sistema fora do ar

A operadora OI deverá prestar esclarecimentos aos consumidores lesados com a interrupção dos serviços de telecomunicações, nesta terça-feira, 21, quando o prédio da operadora no bairro do Itaigara foi consumido por um incêndio. A determinação foi feita pelo Procon-Ba, através de contato estabelecido com a operadora, e prevê informações sobre prazos para restabelecimento dos serviços e posicionamento adotado em relação ao pagamento das faturas do mês de dezembro.

De acordo a superintendente do Procon-BA, Cristiana Santos, a informação é um direito garantido pelo Código de Defesa do Consumidor, razão pela qual a empresa tem o dever de ir à público, por todos os meios de comunicação disponíveis, para prestar esclarecimentos à população. A superintendente destacou ainda que a empresa não poderá cobrar pelos serviços não prestados durante o período de indisponibilidade, o que poderia ser caracterizado como enriquecimento sem causa.

:: LEIA MAIS »

Presidente da Oi planeja lançamento da banda larga popular para o fim do ano

Info Online

Luiz Eduardo Falco anunciou o que vem por aí na Oi.

A Oi deve oferecer planos de banda larga fixa popular ainda este ano, segundo o presidente da operadora, Luiz Eduardo Falco. A companhia trabalha com planos de oferecer pacotes com velocidades de 300 Kbps, 600 Kbps e 1 Mbps, mas os preços poderão variar de estado para estado, já que para entrar em operação o serviço depende da desoneração, por parte dos governos estaduais, do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS).

Falco afirmou nesta quinta-feira (11) que os governadores demonstram disposição para a isenção do tributo e disse que a banda larga popular deve chegar a todas as unidades da federação em que a companhia já atua em telefonia fixa, o que significa que apenas São Paulo ficaria de fora. Pará, Distrito Federal, Acre, Paraná, Pernambuco, Sergipe, Ceará, Paraíba e Pernambuco já se dispuseram a desonerar a banda larga popular da Oi.

:: LEIA MAIS »



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia