WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

ebook gestao financeira


novembro 2019
D S T Q Q S S
« out    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930


:: ‘niteroi’

MP notifica prefeito de Niterói sobre tragédia do Morro do Bumba

Da Agência Brasil

Rio de Janeiro – O prefeito de Niterói, Jorge Roberto da Silveira (PDT), e o secretário municipal de Serviços Públicos, Trânsito e Transportes, José Roberto Mocarzel, foram notificados pelo Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ), e poderão ser responsabilizados criminalmente por homicídio culposo caso seja comprovada negligência do governo municipal com relação à tragédia causada pelas chuvas de abril. Na ocasião, o temporal matou 165 pessoas no município, sendo 47 na ocupação conhecida como Morro do Bumba, em Niterói.

A iniciativa partiu do subprocurador-geral de Justiça Antonio José. A investigação aberta pelo MPRJ concluiu que há indícios de omissão do governo municipal, que mesmo tendo sido alertado, não tomou medidas preventivas para evitar a permanência de moradores nas áreas de risco. :: LEIA MAIS »

Acusado de homicídio e outros crimes, pastor evangélico é preso durante culto em Niterói

Policiais da Delegacia de Roubos e Furtos de Automóveis (DRFA) prenderam o pastor evangélico Antonio Luiz Pontes, 48 anos, enquanto ele realizava um culto na Igreja Pentecostal Amigos de Cristo, em Niterói.
Segundo o delegado da DRFA, Maurício Demetrio, contra Antonio há oito mandados de prisão por homicídio, roubo, furto e estelionato, entre outros crimes.
Os policiais vinham investigando o suspeito, preso por volta das 18h30m desta terça-feira, há aproximadamente três meses. Ele será apresentado na manhã desta quarta-feira, na própria delegacia, no Centro.  O Globo

Ainda há 47 desaparecidos no Morro do Bumba, em Niterói (RJ)

Os bombeiros continuam as buscas às vítimas do desabamento no Morro do Bumba, em Niterói. Na quarta-feira (14), nenhum corpo foi encontrado. Pelo menos 47 pessoas ainda estão desaparecidas.

Número de mortos no Estado do Rio de Janeiro chega a 249

Deslizamento no Morro do Bumba, em Niterói, foi o que mais registrou mortes no RJ

Chega a 249 o número de mortos no Estado do Rio de Janeiro por conta das fortes chuvas e mais de 400 estão feridas, segundo informações do Corpo de Bombeiros e da Defesa Civil. O número de desabrigados chega a 10.819, segundo o levantamento, que ainda aponta 7.295 edificações danificadas e mais 419 destruídas.
Niterói foi a cidade mais afetada do estado. Ao todo, 164 pessoas morreram, sendo que apenas no Morro do Bumba foram retirados mais de 40 corpos. O local ainda pode ter até 60 pessoas soterradas.
Um gerador encontrado pelas equipes de resgate em meio aos escombros no morro do Bumba. Segundo informações dos bombeiros, o equipamento pode ajudar a saber, com mais precisão, quantas casas foram atingidas pelos deslizamentos.

:: LEIA MAIS »

Niterói arrecada 100 toneladas de doações para vítimas das chuvas

RIO – Já somam 100 toneladas o volume de doações recebidas em Niterói para atender as vítimas das chuvas na cidade. O maior centro de recolhimento de donativos, o Clube Canto do Rio, no centro, funciona 24 horas. Somente neste local, 40 toneladas entre mantimentos, produtos de limpeza e higiene, roupas e acessórios como colchões e travesseiros foram entregues. Até agora, 7 mil pessoas foram beneficiadas.

Fábio Motta/AE

Fábio Motta/AESônia Braga organiza doações no Clube Canto do Rio

 Para ajudar a organizar o material, uma legião de voluntários trabalha de 8h às 22h. São estudantes, escoteiros, donas de casa, guardas municipais e quem mais se apresentar. No meio do grupo, uma voluntária se destaca. Não pela fama que já lhe é de direito, mas pelo dinamismo com que organiza o trabalho à sua volta. “Moro aqui do lado, não dava para ficar em casa”, diz a atriz Sônia Braga, pouco depois de mandar um outra voluntária à papelaria comprar etiquetas. “É o que está precisando de mais emergencial? Então compre logo”, orienta a atriz, explicando: “Sem etiquetas não temos como identificar o que tem dentro dos kits.” :: LEIA MAIS »

Número de mortos em deslizamento no Bumba passa de 40

Foto: Carolina Lauriano

Já chega a 43 o número de mortos no Morro do Bumba, em Niterói, na Região Metropolitana do Rio. Segundo o corpo de bombeiros, na manhã desta terça-feira (13), seis corpos foram encontrados no local.

 Quatro das vítimas foram resgatadas próximo a um local onde funcionava uma pizzaria e outras duas, na parte baixa do morro. Ao todo, são 42 corpos retirados pelos bombeiros, além de uma mulher que saiu de lá com vida, mas morreu no hospital no último sábado (10).

 De acordo com o coronel Antônio Roberto, que comanda as operações no local, nesta manhã foram terminadas as buscas na parte baixa do morro, que corresponde a um terço do total da área atingida pelo deslizamento. As equipes agora devem intensificar os trabalhos na parte central da região.

  :: LEIA MAIS »

Pastor está desaparecido após tragédia no Rio de Janeiro

Diversos membros da Igreja Católica e de igrejas evangélicas têm ajudado nas buscas, mas há um pastor desaparecido: Evandro Barci, de 43 anos. Também desapareceram a mulher e os dois filhos do casal.
Um rapaz contou que, na noite de quarta-feira, no morro do Bumba, ouviu um vizinho avisando que as casas iriam ser destruídas. Ele salvou-se, bem como os pais e os irmãos, mas perdeu tios e primos.
A dona de casa Auciléia de Freitas, moradora do morro do Bumba, perdeu a casa e todos os eletrodomésticos, mas ficou viva, bem como os filhos e os netos. “Agora, vou tentar refazer a vida, embora já tenha 65 anos”, disse esta empregada doméstica, com um salário que mal dá para os gastos correntes.
:: LEIA MAIS »

Veja imagens inéditas do resgate no Morro do Bumba

Veja a reportagem com imagens fantásticas sobre o resgate de um morador do Morro do Bumba. O Brasil se emocionou e chorou com a situação!

Sobe para 37 o número de vítimas no Morro do Bumba

NITERÓI – Subiu para 37 o número de vítimas dos deslizamentos de terra no Morro do Bumba, em Niterói – 36 cadáveres foram retirados do local e uma pessoa da comunidade morreu no hospital no sábado. No início da manhã deste domingo foi retirado um corpo, no final da manhã, mais dois e no início da tarde, outros dois.

A fina chuva que caía por volta das 10h30 já havia cessado ao meio-dia. Mas mesmo assim, segundo o subcomandante dos Bombeiros, José Paulo Miranda Queiroz, que comanda a operação no Morro do Bumba, a dificuldade permanece. “O solo é instável, tem muito lixo e continua encharcado. Ainda há risco. Há uma encosta em cima do morro que continua instável.”

Mortes por cidade

De acordo com os Bombeiros, o maior número de vítimas fatais está em Niterói (141). A cidade do Rio de Janeiro teve 63 óbitos por causa das chuvas, seguida de São Gonçalo (16). As cidades de Nilópolis, Paracambi, Petrópolis e Magé tiveram uma morte cada. A corporação afirma que não tem um balanço de desabrigados e desalojados, já que as prefeituras dos municípios atingidos ainda não informaram esses dados. :: LEIA MAIS »

Sobe para 223 o número de mortos no estado do Rio de Janeiro

Na madrugada desta noite mais dois corpos foram encontrados no Morro do Bumba, subindo o número de mortos para 223 no Estado, sendo 140 somente em Niterói. Pessoas que ficaram feridas ou foram resgatadas com vida somam 161.

Para colaborar com a situação, as Forças Armadas foram solicitadas para ajudar às vítimas. A Defesa Civil do Rio também iniciará o treinamento da população local para evitar a epidemia de doenças infecciosas, como a leptospirose.

Niterói está à beira do colapso. O Hospital Azevedo Lima, o único em que o setor de emergência funciona, não possui mais leitos disponíveis. No Hospital Universitário Antônio Pedro, da Universidade Federal Fluminense, as portas do pronto socorro estão fechadas há três anos. O Instituto Médico Legal (IML) de Niterói também está fechado há dois anos. Os corpos das vítimas estão sendo encaminhados para o IML de São Gonçalo e do Rio.

As dificuldades das equipes de resgate são grandes, pela extensão de mais de 600 metros de deslizamento e pelo volume de lama e lixo que estão sendo removidos para o Aterro Sanitário de São Gonçalo. Ontem, três dos oito cães da Companhia Independente da PM passaram mal, por causa do forte cheiro de gás metano. Curiosamente, dois cães de moradores foram encontrados vivos nos escombros. :: LEIA MAIS »

Mortos no RJ chegam a 219, segundo os Bombeiros

Na madrugada deste sábado (10), o corpo de bombeiros do Rio de Janeiro atualizou o balanço de vítima das chuvas no estado. Segundo a corporação, são 219 mortos.
A cidade de Niterói é aquela com maior número de vítimas fatais, 138. Enquanto que a cidade do Rio de Janeiro possui o maior número de vítimas não fatais – 57, segundo os bombeiros.
Somando-se as fatais com não-fatais o Rio de Janeiro tem, até agora, 380 pessoas vitimadas pelas consequências das fortes chuvas que caem no estado. 
:: LEIA MAIS »

Missões: Igrejas de Niterói e São Gonçalo prestam ajuda aos desabrigados

BRASIL (*) – Uma tragédia se abateu Que Sobre o Rio de Janeiro sensibilizado TEM TODOS OS brasileiros. Os Meios de Comunicação Estão os de plantão EA CADA Instante Novas notícias aumentam Dramática Uma estatística. Todos Somos afetados e com nsa sentimos tocados como Perda de Histórias e dor. No entanto, Divulgar e se sensibilizar com uma Situação de milhares de Pessoas desabrigadas, centenas de mortos e feridos, Não É Suficiente.
Em Niterói e São Gonçalo, OS Onde Danos terríveis foram, ALGUNS Estão os Irmãos se mobilizando parágrafo ajudar uma Minimizar uma dor EA tragédia. O Pr. Josué Rodrigues da Igreja Presbiteriana Betânia em Niterói, hum fez relato Sofrido Sobre a Cidade da Situação: “A Igreja ESTÁ ilhada, a estrada ESTÁ interditada, quilómetros tiva ALGUNS andar para quê Chegar Aqui … ALGUMAS Famílias da Igreja Que Ser tiveram retiradas de casa à Força, devido AO Risco de desabamento … O Irmão EO Sobrinho UM de de Nossos pastores Foram soterrados no Morro do Bumba “. A Igreja Betânia ESTÁ NUMA Localizada morros e Região de Encostas, PROXIMA, como comunidades afetadas Pelas Chuvas.
:: LEIA MAIS »

Sobe para 214 o número de mortos pelas chuvas no Rio

O Corpo de Bombeiros informou Que Neste Sábado 214 Pessoas morreram em Virtude das Chuvas e deslizamentos Que atingem o Estado do Rio de Janeiro Desde Segunda-Feira. Outras Pessoas Ficaram feridas 161 Vida com OU Foram resgatadas.

A cidade de Niterói, na região metropolitana, Foi a Mais afetada. Dois corpos Foram encontrados nd marugada Deste Sábado, elevando o numero de mortos n º 134. Na Noite de Quarta-feira deslizamento um, não do Morro Bumba, em Viçoso Jardim, zona norte de Niterói, Deixou Pelo Menos 29 Vítimas fatais e dezenas de Residências destruídas.

Cinqüenta PMs Fazem o isolamento do local, enquanto 90 nsa Bombeiros trabalham resgates Junto com 18 Homens da Força Nacional. Vinte e Quatro operam como Máquinas: Oito escavadeiras de grande porte e de Quatro retroescavadeiras. :: LEIA MAIS »

Rio e Niterói arrecadam mais de 48 toneladas de doações

As populações do Rio e de Niterói, em uma demonstração de solidariedade, atenderam aos pedidos por donativos para os desabrigados e desalojados pelas enchentes e deslizamento ocorridos nesta semana. Ao todo, foram doadas até agora cerca de 48 toneladas de alimentos, água potável, produtos de higiene, fraldas, cobertores e roupas.

A Secretaria Municipal de Assistência Social (SMAS) do Rio de Janeiro informou que já foram arrecadadas 20 toneladas de doações para as vítimas das enchentes e deslizamentos nos postos de recolhimento.

Já a Guarda Municipal informou que já recebeu mais de 15 toneladas de doações. A campanha de arrecadação de donativos começou na terça-feira (6) e continua nas dez unidades da corporação que recebem as doações.

:: LEIA MAIS »

Bombeiros confirmam 219 mortes no RJ; Niterói contabiliza 132 vítimas

Sobe para 219 o número de mortes causadas pelas chuva no Rio de Janeiro. Segundo o último levantamento divulgado pelo Corpo de Bombeiros às 20h06, sete novos corpos foram encontrados na capital fluminense e outros sete no município de Niterói.

Até o momento, foram registradas 132 mortes em Niterói, 67 na cidade do Rio de Janeiro, 16 em São Gonçalo, uma em Petrópolis, uma em Nilópolis, uma em Paracambi e uma em Magé. O número de vítimas, entre mortos e feridos, chega a 380. :: LEIA MAIS »

Niterói está “à beira do precipício”, garante ambientalista

Professor que monitora a costa fluminense faz alerta sobre novas tragédias na região

 

Deslizamento no morro do Bumba deixou vários mortos e o número de soterrados permanece incerto.

 O coordenador de um monitoramento ambiental independente no litoral do Rio de Janeiro faz um alerta sobre possíveis novos desastres em Niterói, cidade mais afetada pelas fortes chuvas nesta semana. Mário Moscatelli, do projeto Olho Verde, sobrevoou a região na tarde da quinta-feira (8) e disse ter visto “centenas de pequenos e médios pontos de tragédia”.
 – É muito claro que a iminência de um acidente de grandes proporções está próxima. No Rio de Janeiro, ocorreu uma catástrofe, na região do Saco de São Francisco também, mas é impressionante a situação em Niterói. Você fica perdido com tantos pontos de deslizamentos. Há centenas de pequenos e médios pontos de tragédia na cidade. :: LEIA MAIS »

Niterói (RJ) confirma mais 4 mortes após chuvas; total no Estado soma 190

Bombeiros retiram corpo de vítima de deslizamento no morro do Bumba, em Niterói, região metropolitana do Rio

O Corpo de Bombeiros confirmou na tarde desta sexta-feira que mais quatro corpos foram resgatados em Niterói em decorrência das chuvas que atingem o Rio desde o começo da semana. No total, o Estado registra 190 mortes.

Niterói é o município com maior número de vítimas (112). As outras mortes ocorreram no Rio (58), em São Gonçalo (16), em Nilópolis (1), em Petrópolis (1), em Magé (1) e na região de Pacarambi (1).

Além disso, são registradas 161 pessoas feridas no Estado. Já o número de desaparecidos permanece incerto. :: LEIA MAIS »



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia