WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

ebook gestao financeira


janeiro 2020
D S T Q Q S S
« dez    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  


:: ‘morta’

Mãe de Joanna pede a testemunhas que liguem para Disque-Denúncia

do G1

Ela deu entrevista no programa Ana Maria Braga nesta manhã. Delegado responsável pelo caso classifica investigação como ‘dificílima’.

A mãe da menina Joanna Cardoso Marcenal Marins, de 5 anos, Cristiane Marcenal, fez um apelo, na manhã desta terça-feira (17), às testemunhas do caso, para que liguem para o Disque-Denúncia, a fim de ajudarem a esclarecer o caso da morte da menina. Cristiane, que é médica cardiologista, deu entrevista ao programa Mais Você da apresentadora Ana Maria Braga.

“Todas as pessoas que estiveram com ela no período em que eu não a vi, se viram qualquer coisa, alguma testemunha se ela se machucou, que por favor denunciem, tem o Disque-Denúncia”, pediu ela.

Joanna passou quase um mês em coma e morreu no início da noite de sexta-feira (13). Desde o nascimento da menina, os pais brigaram na Justiça para ficar com a filha. O pai, o funcionário público André Marins, estava com a guarda desde maio.O padrasto de Joanna, Ricardo Ferraz, acompanhou a mulher no programa. Cristiane voltou a afirmar que a menina nunca teve convulsões, como o pai afirma.

Segundo ela, nenhum dos três hospitais pelos quais a menina passou registrou os ferimentos no corpo de Joanna. Cristiane viu as lesões quando a filha já estava em coma. “Só quando eu fui vesti-la é que vi que ela estava machucada”, disse. A reportagem telefonou para o advogado Luis Guilherme Vieira, que representa André, mas não obteve retorno. :: LEIA MAIS »

Criança desaparecida é encontrada morta em Vitória da Conquista

Marcelle tinha apenas 5 anos

 Populares acharam, no início da tarde sexta-feira (21), o corpo da garota Marcelle Yasmin Cardoso, de 5 anos, enterrada em uma cova rasa em um campo de futebol no Bairro Panorama, parte alta de Vitória da Conquista.

 A menina foi raptada na noite do último sábado (15), quando estava sozinha com um irmão, que tem quatro anos.

 A mãe de Marcelle conta que precisou sair e ficou fora durante 40 minutos. Quando voltou para casa, ela viu que parte de um muro feito de blocos estava destruído e a criança tinha desaparecido. Os pais da criança são separados.

 A polícia informou que vizinhos identificaram um possível suspeito. O acusado, que era procurado por homicídio, chegou a ser preso, mas foi solto por falta de provas. Do Blog do Anderson

Dependente química é morta a tiros em Porto Seguro

Uma mulher foi morta a tiros na rua Vera Cruz, no bairro Fontana II, em Porto Seguro, no sul do estado, na manhã deste sábado (3). Ana Gibe Oliveira Conceição, de 24 anos, morava no mesmo bairro em que foi assassinada.

A polícia já tem um suspeito do crime e está à procura dos supostos assassinos. Ninguém foi preso ainda. Ana já tinha sido presa, mas o motivo do crime ainda é desconhecido. De acordo com testemunhas, a vítima era dependente química e praticava pequenos furtos na comunidade.

(As informações são da TV Santa Cruz)



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia