WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

ebook gestao financeira


maio 2020
D S T Q Q S S
« abr    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  


:: ‘macarrão’

Goleiro Bruno tentou se matar ‘várias vezes’ na prisão, diz Macarrão

Bruno Boghossian – O Estado de S. Paulo

RIO – O ex-goleiro do Flamengo Bruno Fernandes e o amigo dele, Luiz Henrique Romão, o Macarrão, se recusaram a prestar depoimento na audiência realizada nesta sexta-feira, 17, como parte do processo por sequestro e lesão corporal contra a ex-amante do jogador, Eliza Samudio. Sete testemunhas convocadas pela defesa foram ouvidas ontem no Fórum de Jacarepaguá, na zona oeste do Rio – entre elas o diretor de futebol do Flamengo, Zico, e a presidente do clube, Patrícia Amorim. :: LEIA MAIS »

Bruno, Macarrão e Bola se recusam a ceder material genético, diz delegado

Abril

Bruno chega à Delegacia de Homicídios após deixar presídio de MG - Reprodução

Bruno chega à Delegacia de Homicídios após deixar presídio de MGO goleiro Bruno, o amigo Luiz Henrique Romão – o Macarrão – e o ex-policial civil Marcos Aparecido Santos, também conhecido como Paulista, Bola ou Neném, se recusaram a ceder material para exame de DNA, afirmou o delegado Edson Moreira, chefe do Departamento de Investigações da Polícia Civil de MG em entrevista coletiva concedida no fim da manhã desta sexta-feira (9).

Os três são suspeitos do assassinato da ex-modelo Eliza Samudio, 25 anos, que brigava na Justiça pelo reconhecimento da paternidade do filho que alegava ser do goleiro.

De acordo com Moreira, eles foram orientados pela defesa a não fornecerem material à polícia. “Ninguém é obrigado a oferecer prova contra si mesmo. Estão orientando os clientes deles a não oferecer prova, é um direito deles”, disse Moreira. :: LEIA MAIS »

Bruno, Macarrão e Bola são transferidos para penitenciária de BH

do Globo Minas

O goleiro Bruno, seu amigo Luiz Henrique Ferreira Romão, o Macarrão, e o ex-policial Marcos Aparecido dos Santos, também conhecido por Bola, suspeitos de participação no desaparecimento da jovem Eliza Samudio, foram transferidos para o presídio Nelson Hungria, em Contagem (MG), na madrugada desta sexta-feira (9).

Os três realizaram exames de corpo de delito no Instituto Médico Legal (IML), e, depois das 2h30, foram levados para a penitenciária. Eles dormiriam em celas separadas.

A informação anterior era a de que Bruno, Macarrão e Bola passariam a noite no Centro de Remanejamento de Presos (Ceresp) São Cristóvão, anexo ao prédio do Departamento de Investigação (DI) de Belo Horizonte. A polícia não explicou o motivo da transferência.

Ao longo do dia, Bruno e Macarrão devem ser levados ao prédio da DI para prestar depoimentos sobre o desaparecimento da ex-amante do jogador. :: LEIA MAIS »



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia