WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

ebook gestao financeira


agosto 2019
D S T Q Q S S
« jun    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031


:: ‘liberação’

INB já embarcou 40 toneladas do urânio reembalado em Caetité

A TARDE | JUSCELINO SOUZA
Embarque de 40 t de urânio ocorreu quase um mês após protesto contra entrada do produto na cidade

 

O envio de 40 toneladas de urânio concentrado (yellow cake) da província uranífera das Indústrias Nucleares do Brasil (INB) para enriquecimento na França, na última segunda-feira, passou despercebida pela maioria da população de Caetité (a 757 km deSalvador).

O produto, que estava lacrado em área desegurança máxima na INB, passou pelo processo de reembalagem após aval da Diretoria de Radioproteção e Segurança da Comissão Nacional de Energia Nuclear (CNEN). O retorno ao Brasil não está definido.

No entanto, mesmo com a anuência da comissão em permitir a reembalagem do urânio, a população continua em alerta quanto ao destino dos contêineres e resíduos do material radioativo. Sobretudo depois que dois operários que manuseavam o produto sentiram um mal-estar e tiveram de ser medicados. O órgão informou que as outras 50 t seguem para a França até o mês de agosto, sem dia definido. :: LEIA MAIS »

4G no Brasil aguarda resolução da Anatel para ser disponibilizado

do Info Online

Saltar dos usuais 1 Mbps para até 10 Mbps. Isso é o que vai proporcionar a implantação da tecnologia 4G, ou Long-Term Evolution (LTE), para celulares e smartphones compatíveis com o novo formato. O 4G é uma evolução dos padrões GSM/CDMA/WCDMA/TD-SCDMA.

Já disponível em Estocolmo e em outras 30 cidades da Suécia e da Noruega, o 4G está em processo de implantação em cidades dos Estados Unidos, do Japão, e em outros países da Europa. Em alguns casos, com poucos usuários conectados a rede, a velocidade de tráfego pode chegar a 100 Mbps.

Segundo Jesper Rhode, 44 anos, chefe de inovação de negócios da Ericsson, empresa especialista na implantação do padrão, o 4G vai deixar para trás o estigma de que a velocidade de transmissão de dados sem fio é mais lenta do que a via cabo. “O 4G consegue ser tão veloz ou até mais rápido do que a banda larga vigente hoje”, diz ele.

Para implantar o 4G Brasil, as operadoras esperam a definição da Anatel sobre quais faixas de frequência estariam disponíveis para utilização. Segundo Rhodes, o custo para as operadoras não seriam altos, uma vez que toda a estrutura dos padrões EDGE/3G seria reaproveitada. Como qualquer nova tecnologia, os aparelhos compatíveis com o padrão 4G devem ter um custo elevado inicialmente. Com o tempo, os preços devem diminuir.

:: LEIA MAIS »



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia