WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

ebook gestao financeira


julho 2020
D S T Q Q S S
« jun    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  


:: ‘iraque’

Suicida mata 48 e fere pelo menos 52 em Bagdá

Reuters e Associated Press

Guerra. Todos os mortos deste ataque eram Sahwa, que são combatentes sunitas que alguma vez foram aliados da Al-Qaeda

 Um suicida atacou neste domingo, 18, membros de uma milícia sunita apoiada pelo governo enquanto faziam fila esperando seu salário na sudoeste de Bagdá, matando 48 pessoas e ferindo outras 52, disseram fontes de segurança do Iraque.

A explosão nos arredores de uma base militar iraquiana no distrito sunita de Radwaniya ocorreu enquanto continua uma paralisia política no país depois das eleições de março que não mostraram um ganhador claro e que tem dificultado a formação de um novo governo.

:: LEIA MAIS »

Líderes da igreja alarmados com o aumento da violência no Iraque

Milhares de cristãos protestaram no Norte do Iraque devido aos ataques contra ônibus

 Líderes da igreja alarmados com o aumento da violência no Iraque

O secretário-geral do Conselho Mundial de Igrejas, Olav Fykse Tveit, expressou preocupações sobre a alta taxa de violência contra cristãos no Norte do Iraque, na sequência de ataques a ônibus, onde um comerciante foi morto. “Expressamos nossa solidariedade ao povo do Iraque e nossas condolências às famílias das vítimas, que estão muito preocupadas com a nova onda de violência contra cristãos em Mossul”, disse.
Milhares de cristãos protestaram no Norte do Iraque no dia 3 de maio devido aos ataques no dia anterior contra os ônibus que levavam estudantes e trabalhadores. Acredita-se que a explosão feriu cerca de 200 pessoas.
Fonte: Christian Telegraph
Foto:Shehab Ahmed , EFE

Número de mortos em ataques no Iraque já chega a 84

Agência Estado/A Tarde

Já chega a 84 o número de mortos em vários ataques realizados hoje no Iraque, segundo a polícia local. No mais violento dos incidentes, dois carros-bomba explodiram na cidade de Hillah, ao sul de Bagdá. Esse atentado foi seguido pela explosão de um suicida, o que matou no total pelo menos 45 pessoas e deixou ao menos 140 feridos. Trata-se do dia mais violento do ano no Iraque.
Um porta-voz da polícia provincial de Babil, major Muthana Khalid, confirmou que 45 pessoas morreram nos ataques ocorridos em Hillah, 95 quilômetros ao sul de Bagdá. A cidade é capital da província de Babil. Houve primeiro a explosão dos carros-bomba e, pouco depois, um homem se detonou perto das pessoas que tentavam ajudar as vítimas.
:: LEIA MAIS »

MIssões: Ônibus com estudantes cristãos é alvo de ataques

Iraque – A Portas Abertas foi informada, por fontes no Iraque, que três ônibus com alunos cristãos foram alvos de um ataque de bomba. Aparentemente, um cristão foi morto e 70 estudantes ficaram feridos.
Na manhã de domingo, 2 de maio, os estudantes cristãos viajavam de Karamless e Karakosh, vilarejos da Planície de Nínive, para sua universidade em que estudam , em Mosul. De acordo com informações fornecidas à Portas Abertas, um motorista suicida bateu com o carro nos dois primeiros ônibus e explodiu. O terceiro ônibus continha uma bomba.
De acordo com colaboradores da Portas Abertas no local, o hospital está pedindo doações de sangue para os feridos.
:: LEIA MAIS »

Explosões deixam ao menos 25 mortos em bairro xiita no Iraque

Uma série de explosões matou ao menos 25 pessoas e deixou outras 100 feridas durante ataques a bomba nesta sexta-feira em um bairro xiita de Bagdá, de acordo com autoridades locais, informou a Reuters.

Os números podem aumentar, já que a agência Efe chega a mencionar 29 mortos e a France Presse indica 32 vítimas fatais.

Os ataques ocorrem quatro dias após os militares iraquianos terem anunciado a morte de dois líderes da Al Qaeda, o que representou uma baixa importante para os insurgentes.

Os dois chefes da Al Qaeda no Iraque, Abu Omar al Bagdadi e Abu Ayub al Masri, morreram em um enfrentamento com agentes de inteligência ao norte de Bagdá, anunciou na segunda-feira o primeiro-ministro Nuri al Maliki. :: LEIA MAIS »

Missões: Ataques não impedem cristãos de celebrarem a Páscoa

IRAQUE – Até agora, o número de mortes nos ataques simultâneos em Bagdá é de cinco mortos e 140 feridos. Uma série de explosões – pelo menos seis – atingiram três regiões diferentes da capital. Um homem-bomba destruiu um restaurante no centro. Enquanto isso, em todo o país, líderes cristãos celebravam a Páscoa, pedindo “paz e reconciliação”. Em Kiruk, uma delegação de oficiais do governo e líderes muçulmanos foram aos cultos católicos de Páscoa.

De acordo com relatos preliminares, ocorreram seis ataques simultâneos, que tinham como alvo as áreas majoritariamente xiitas da capital. Muitas das vítimas eram civis, soterrados no choque entre dois prédios no distrito residencial de Shula, noroeste da capital. Um homem-bomba se explodiu em um restaurante próximo ao Ministério da cultura e à Embaixada Iraniana. Diversas áreas atingidas pelas bombas são fortalezas do exército de Mahdi, milícia ligada ao líder xiita Moqtada al Sadr. :: LEIA MAIS »

Explosões em Bagdá deixam ao menos 31 mortos e 185 feridos

BAGDÁ – Pelo menos 31 pessoas morreram e outras 185 ficaram feridas neste domingo, 4, em Bagdá, por conta de três fortes explosões originadas por atentados na capital iraquiana, segundo fontes policiais.

Saad Shalash/Reuters

Saad Shalash/Reuters

Uma das explosões ocorreu perto de embaixadas

Dois dos atentados foram perpetrados no bairro de al-Mansur, no oeste da capital, e o outro em al-Salehiya, no centro da capital. Uma das explosões em al-Mansur foi perpetrada em uma região onde há embaixadas de países árabes e de outras nações, segundo fontes policiais.

Um dos prédios afetados foi a embaixada da Espanha em Bagdá, que sofreu danos consideráveis que incluem a ruptura de vidros no edifício, segundo disseram fontes diplomáticas. As sedes diplomáticas do Irã e do Egito também foram afetadas, segundo a agência AFP. :: LEIA MAIS »

Missões: Comerciante cristão é assassinado em Mosul

IRAQUE – Um comerciante cristão foi baleado em Mosul, onde oito pessoas já foram mortas em apenas dez dias no mês passado.
“Homens armados dirigindo um carro sem placa assassinaram Sabah Gurgis enquanto ele estava a caminho do trabalho”, conta o delegado Khalid Mahmud.
“Um dos homens abriu fogo contra o cristão e depois fugiu”.
Sabah Gurgis, 54, era proprietário de uma loja de óculos perto de sua casa, no centro de Mosul.
A agência de notícias International Christian Concer relata que, entre os dias 14 e 23 de fevereiro, oito cristãos foram mortos em regiões de Mosul, gerando protestos em Bagdá e na própria cidade, envolvendo centenas de cristãos, que acusaram o governo e as forças de segurança de falta de ação.
:: LEIA MAIS »

Atentados matam 38 pessoas no Iraque em dia de eleição parlamentar

BAGDÁ – Vários ataques com bombas mataram 38 pessoas em Bagdá e outras regiões de maioria sunita do Iraque neste domingo, dia da segunda votação iraquiana para eleger um Parlamento desde a invasão liderada pelos EUA em 2003.

Entretanto, a violência não impediu os cidadãos de irem às urnas escolher 325 parlamentares. Segundo uma fonte oficial do governo americano, 55% dos eleitores devem ter votado hoje. Todavia, os atentados, atribuídos a extremistas sunitas, mostram que ainda são muitos os desafios para a estabilização do país antes das tropas dos Estados Unidos saíram da região de uma vez. :: LEIA MAIS »

Proximidade das eleições aumenta risco para cristãos no Iraque

 
A população deslocada do Iraque muitas vezes depende de ajuda humanitária para sobreviver  
IRAQUE  – Neste ano teremos eleições no Brasil. Embora elas só aconteçam em outubro, todos os dias os jornais tratam do assunto, que, naturalmente, irá mobilizar cada vez mais a atenção de todos os brasileiros conforme o pleito se aproxime.

Os partidos governistas e os de oposição certamente trocarão as farpas habituais e, pode se esperar que haja debates mais ou menos acalorados entre eleitores de opiniões divergentes.

Enfim, em 2010, espera-se uma eleição “normal”, com mais ou menos entusiasmo por parte da população, com mais ou menos denúncias e até baixarias por parte dos candidatos, tudo exatamente como costuma acontecer em ano eleitoral.
No dia 7 de março próximo, os iraquianos terão eleições parlamentares. Lá, porém, as coisas são bem diferentes. Desde o início da Guerra do Iraque, em 2003, o país vive tentando se recuperar dos estragos provocados pelo conflito prolongado.

:: LEIA MAIS »

Iraque: Cristãos em Mosul estão em perigo

Portas Abertas

Na última semana, segundo fontes da Portas Abertas Internacional, alguns cristãos foram agredidos e mortos em Mosul. As forças de segurança curdas e árabes observavam enquanto muitos eram mortos em frente ao último posto de controle antes de sair da cidade, no norte do Iraque.
Paul Estabrooks, da Portas Abertas Internacional, disse que espera-se um aumento na violência durante as eleições, que estão marcadas para o mês que vem.
“Os cristãos devem estar atentos, pois estão do lado da oposição aos grupos terroristas, e isso faz com eles sejam alvos de violência, pois não querem que eles tenham influência nas eleições. E parece – pelo menos no momento – ,  que os crimes têm a ver com a campanha política que está ocorrendo no país”, ele explica. :: LEIA MAIS »

“Só queremos continuar vivos”, afirmam cristãos iraquianos

ICC

A agência International Christian Concern (ICC) pede que os cristãos iraquianos votem na próxima eleição geral no dia 7 de março, devido ao aumento da forte violência muçulmana contra eles.
Na semana passada, militantes muçulmanos assassinaram cinco cristãos iraquianos em uma tentativa de desencorajar os cristãos a votarem nas eleições. As mortes ocorreram em incidentes isolados na cidade de Mosul. Líderes cristãos locais acusaram as forças de segurança iraquianas de falhar em proteger a comunidade cristã. :: LEIA MAIS »

Execução de cristãos no Iraque continua; governo permanece em silêncio

Portas Abertas

O segundo ataque contra a comunidade cristã em menos de 24 horas e a indiferença das forças de segurança que não o impediram. Ontem, em Mosul, norte do Iraque, um grupo não identificado atirou em um empresário de 45 anos, Amjad Hamid Abdullahad. No domingo, 17 de janeiro, um cristão de 52 anos, casado, pai de duas meninas, foi assassinado. Fontes na cidade explicam que “o governo responsabiliza os fundamentalistas da al-Qaeda pelos ataques”, mas na verdade a comunidade é vítima de um luta de poder entre os grupos “árabe” e “curdo”.
Ontem, por volta do meio-dia, um comando armado executou o cristão Abdullahad Amjad Hamid, dono de uma mercearia na vizinhança de Alsiddiq, no norte de Mosul. O homem foi morto na frente de sua casa, no subúrbio de Balladiyat, próximo também ao seu local de trabalho. :: LEIA MAIS »



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia